quinta-feira, 24 de maio de 2012

Em dívida com a saúde

Quem já esteve endividada sabe que muitas vezes o que compromete o orçamento são os pequenos gastas, não os grande. São 10 reais aqui, 10 reais ali, e quando vê, já foi o dinheiro todo.



Na alimentação também tem dessas coisas. Muitas vezes evitamos as coisas hiper caloricas achando que assim nossos problemas estarão resolvidos, mas não é tão simples assim.

Depois da prova retomei meu diário alimentar, e no fim do dia, contabilizo tudo o que consumi e tudo o que eu gastei. E eu não ando comendo nada fora da linha, mas claro que como eu to malhando muito, acabo fazendo lanches a mais, principalmente entre os exercícios e no lanche das 4 da tarde eu me permito caprichar mais, porque é a hora que sinto mais fome, e se eu não comer algo que me preencha por dentro, não consigo chegar até a janta sem atacar a geladeira.

Bem , o que quero dizer, é que por conta de estar malhando de mais, acabo comendo a mais também, isso é saudável. O que não dá é não ter energia para gastar. Eu ando comendo coisas saudáveis, e no fim do dia, de 100 em 100 calorias, chego fácil nas 2.000 calorias.

Eu comendo fruta, verdura, pão light e arroz integral, chego fácil nas 2.000 calorias. E a gente tentando comer um Big Mc e ficar dentro das calorias diárias....parece brincadeira!

Mas isso serve de aviso. Porque a gente normalmente precisa de 2.000 calorias diárias, e isso é preenchido muito facilmente com frutas e verduras. Então temos mesmo que cuidar quando formos comer algo mais recheado com gordura e açucar. Porque neste caso, o fácil é estrapolar e fazer o ponteiro da balança subir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...