quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Iogurte Grego Nestlé

Quem olha esse post logo pode imaginar que lá vai mais uma pessoa falar do Iogurte Grego. Mas não é bem o que vou fazer. 

O Iogurte Grego é uma delícia, chega ser sulreal de tão gostoso que é. Mas os elogios param por aí. Se você está procurando um produto saboroso, achou. Mas se seu desejo vai além do sabor e você quer realmente um produto saudável. Bem, vai ter que pensar duas vezes. 

Eu explico. E vou explicar do começo.

Há um tempo eu provei um iogurte da Nestlé simplesmente maravilhoso. O Cremoso. 


 Muito bom. Bem parecido com o Grego. Olha, ainda acho que o produto é o mesmo, mas com roupa diferente. Eu liguei para Nestlé (sim, esse post me exigiu pesquisa) e eles disseram que são produtos diferentes. E que o Cremoso saiu de linha. E que o Grego é um produto novo. Então não sei se a composição é a mesma, mas esse Cremoso me parecia mais saudável. Pode ser impressão. 

Então vamos agora falar do Grego. Eu e minha nutri fomos investigar esse tal de Grego. Porque tava todo mundo falando bem dele, porque ele é uma delícia e porque eu queria saber se poderia comer ele na ceia (na minha ceia não pode ter carboidrato e nem açúcar). 


E descobrimos algo que todo mundo precisa saber. Pelo menos todo mundo que está de dieta. A fonte é a Folha de São Paulo. Mas vou resimir a matéria aqui: O iogurte Grego tem mais açúcar e mais gordura que o iogurte normal.

Não sei se vocês costumam ler os rótulos, mas quem quer ter uma alimentação saudável os rótulos são uma leitura obrigatória. Porque às vezes a gente acha que tá comendo uma coisa, e está comendo outra. 


Olha o que diz a reportagem:
O que garante a textura diferente é a gordura --o da Vigor tem creme de leite na fórmula. E todos já vêm adoçados, com açúcar mesmo. "É um iogurte pesado", afirma a nutricionista Lucyanna Kalluf, especialista em nutrição funcional. Para ela, a novidade só tem desvantagens. "Por ser um derivado lácteo, presume-se que seja saudável.

"Tem que tomar cuidadoporque, em comparação com o normal, só aumenta o que é ruim: açúcar e gordura. E é a pior gordura que tem [a saturada], de origem animal."

Eu não tô dizendo que é para parar de tomar o Grego. Claro que não. Eu vou continuar tomando. Mas é importante sabermos o que estamos comendo, para fazermos melhor nossas escolhas. Por exemplo, não dá para tomar na ceia. É o tipo de coisa que dever ser evitado de noite. E também não dá para tomar todo dia. Mas, para variar, acho super válido. Chama o marido para ajudar, corta duas banana, e coloca o iogurte grego por cima. Fica maravilhoso. E no final das contas, você terá comido 1 banana e 1/2 potinho do iogurte. Ou come sozinha o iogurte puro. Ele não precisa de complemento. 

Mas o que precisamos entender é que não se trata de um alimento saudável. E portanto não podemos abusar. 

Mas o que mais me chamou atenção na reportagem foi a resposta da nestlé. 

Por meio de nota, a Nestlé informou que o iogurte grego faz parte de uma nova categoria, "voltada para quem busca como principais atributos sabor e textura". O produto não é vendido como sendo de baixa caloria, lembra. 

É verdade, em nenhum momento eles dizem que o alimento tem poucas calorias. Mas a cara e a apresentação do produto....ele parece saudável. Coisa que não é devido ao açucar e gordura.

Se quisermos emagrecer...temos mesmo que começar a olhar os produtos que consumimos mais profundamente.

2 comentários:

  1. Acho que eu tinha lido essa matéria.
    O iogurte grego é muito bom mesmo, mas devemos consumí-los com muita moderação. Geralmente eu tomo só metade do pote, gosto de misturar com frutas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também.....adoro colocar uma fruta com meio potinho. Ai guardo o resto com um pesinho em cima na geladeira para o dia seguinte......

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...