domingo, 16 de dezembro de 2012

Porque tragédia pouca é bobagem

Agora vou não só explicar, mas dar um exemplo, para que entendam porque em 2013 eu quero ser mais egoísta. E esta é mesmo a minha meta para 2013. Porque tragédia pouca é bobagem, então meu marido escolheu esta semana, logo esta semana, para reclamar e revindicar mais parceria.


Segundo ele, eles está SOFRENDO com o fato de eu estar fazendo dieta. E ele reclamou para uma amiga minha "não tenho mais parceria para comer bobagem". Ai vida! E eu morro de pena e me deixo levar por essa coisa. Ele faz aquela cara de menino perdido. Me parte o coração. 

Resultado disso? Bem, na sexta (lembrando que na quinta fui na nutri e ela me contou a tragédia de ter engordado 2,2 kg na semana de festa de aniversário da vó e coisa do tipo. E lembrando que isso é um prejuízo de 3 semanas) fomo com essa mesma amiga com quem ele reclamou pegar a chave da casa dela. Eu explico. Ela chegou em casa e se deu conta que tinha esquecido na chave dela dentro de casa. E logo no dia o marido dela tinha um evento e ia chegar tarde em casa. Fomos, eu e meu marido, com ela no tal evento pegar a chave com o marido dela. Depois que pegamos a chave, o meu marido parou no shopping para comer um baita de um chis. E pedimo uma batata frita para o Bê - filho de 2 aninhos da minha amiga. Quem comeu a batata? meu marido, minha amiga (a Jacque) e eu. Sim, depois de ter sido cobrada por mais parceria.....eu. E depois teve milk shake.

Até aí, tudo bem, eu podia considerar este sendo meu luxo e bola pra frente. Aliás era este o plano. O meu plano. Não o do meu marido. 

Sábado já tinhamos combinado de sair com meu sogro e fomos na pizzaria. Aproveitando que eu não sou muito de pizza.....pedi salada. Nem tinha no cadápio, mas a garçonete gentilmente me arrumou uma. Mas quando chegou a pizza, meu marido começou com "só um pedaço...vai". Comi uma fatia de pizza de queijo às 20hs. Uma fatia de pizza de queijo não é um problema, mas às 20hs é um problemão. E como tragédia pouca é bobagem, chegou a hora da sobremesa, e ele pediu 2 pra 3 pessoas. Comi, né?

E como tragédia pouca é bobagem...durante a semana temos um cupom do peixe urbano para gastar, e advinha quem vai ter que comer.....EU

E como tragédia pouca é bobagem...quinta já começa as festanças de natal da família do meu marido, e advinha quem não vai conseguir comer nos horários.....EU

O meu marido, comilão por natureza e magro de ruim,  revindica parceria por realmente sentir falta disso, por achar que isso, de ter parceria na hora de comer besteira, une o casal e faz nosso casamento um pouco mais feliz. 

Mas ele não está olhando o outro lado da moeda. Acho que ele não está nem percebendo o outro lado da moeda. Mulher, quando consegue seguir uma dieta bem certinha, fica tão feliz consigo mesma, por conseguir e tão feliz com os resultados, que ela fica mais feliz. Felicidade para mulher é entrar na calça jeans que não serve há anos. E uma mulher feliz, faz um casamento mais feliz. 


Mas depois de comer batata frita e pizza, a mulher fica tão triste. Ela se sente incapaz. Ela se sente fraca. E depois que ela percebe que aquela calça jeans que entrava perfeitamente ficou apertada, ela fica num mal humor terrível. Ela briga por tudo. Ela não quer falar, não quer fazer nada, só abrir um buraço do chão e se enfiar lá.

Então Sr. Maridos, então Sr. Meu Marido, se quer um casamento feliz, se quer uma esposa feliz, deixa ela comer alface. Aliás, vá no super, e compre um alface enorme e leva pra ela de presente. Leve ela na pizza, mas deixa ela ficar só na salada. É um pazer para ela ir contigo num lugar que você gosta e resistir à comelança. Com isso ela fica feliz por um mês inteiro. Ela se sente forte, se senta capaz, ela junta força. Chama ela para comer um chis, mas deixa ela ficar só no suco de laranja. Isso não é sofrimento. Pelo menos pra mim. Isso é felicidade. Você ver teu marido comer um baita de um chis e ficar só no suco de laranja....a sensação é como tirar a espara e gritar "pela honra de greiscol". É nessa hora que a Adora se transforma em She RA.

Para tentar explicar melhor isso para os homens, a sensação de do teu time fazendo gol, jogando na casa do adversário. É como atingir o céu. 

Então se quer uma mulher feliz em casa....dê alface para ela. A convide quando for comer uma fritura enorme. Ela gosta de participar. Mas deixe ela só na salada. 

Agora, se você, querido Sr. Marido, estiver naqueles dias em que se sente sozinho, e quer uma parceria. Quer muito ver sua esposa comendo contigo.......você tem duas e só duas opções: ou você agenda isso para o único dia da semana que ela pode comer. Ou você agenda isso para antes das 18hs.

Atualmente, esta é a fórmula de um casamento feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...