quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Feliz dia das bruxas

Feliz dia das bruxas para todas as minhas amigas....hehehehehe


E hoje vamos deixar as gostosuras de lado, e exagerar nas travessuras! Gostosa vai ficar é a gente!!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Transport

Depois do mini luxo de ontem, eu compensei do jeito que eu pude: malhando!

Fui para academia e fiz 1 hora de transport.


Repito, fiz 1 longa hora de transport. Para quem não conseguia ficar 5 minutos em cima do treco, uma hora é uma vitória imensa. 

E, segundo o aparelho, gastei 600 calorias. Maravilha!!!!

Balança, o retorno

Bem, acabei de dizer que a fita métrica tava atrapalhado e vou agora dizer que minha balança vai voltar. Parece contraditorio....e é mesmo. 

Tá, vamos desde o começo. Faz uns dois meses que a minha nutri tirou a balança de mim, me mandou entregar para vizinha, para que eu não ficesse me pesando o tempo topo. E eu fiz. 

Mas de uns tempos pra cá, essa coisa de a balança não estar aqui em casa está me deixando chateada. No começo era até divertido....mas já fazem 2 meses. Enjei de brincar disso. Mas o motivo real mesmo é um outro: o meu marido. Ele também usava a balança e agora está sendo privado disso por minha causa. 

O problema é que eu não sou de reparar quem engorda e quem emagrece. Ainda mais quem eu vejo todo dia. Se você é minha amiga e está de dieta, não espere um "como você emagreceu..." de mim. Não é por mal. Eu não reparo. Mas olha o lado bom: também não reparo quando engorda.

Então outro dia meu marido reclamou que o relojo dele tava apertado no pulso. Foi quando percebi que ele deve ter engordado e a culpa era minha. 

Porque ele usava a balana como os seres normais, e por isso merecia continuar usando. E ele, como todo mundo, tem um peso limite na cabeça. Quando chega em tal quilo a pessoa se assusta de fecha a boca. Mas ele está sem a balança. Não tem com saber com quanto está. E isso tá me irritanto, tá me deixando chateada, tá me estressando. 

Por isso dei um intimato na nutri e ela me autorizou a ter a balança de volta. Com uma condição: vamos fazer um teste de uma semana. E se ela achar que a balança está atrapalhando, ela sumirá de novo.

Mas como eu não quero correr este risco vou pedir para o meu marido esconder. A balança não vai voltar para mim. Não quero nem olhar para ela. Nem pra ela e nem para fita métrica. A balana vai voltar para o meu marido. Só ele poderá usar.


 E eu vou mesmo, pegar a balança e entregar na mão do meu marido. Mas corro o risco de a nutri não acreditar que não a estou usando. Então, para não ter mesmo o risco do meu marido perder a balança de novo, vou fazer tudo mais certo ainda. Vou me puxar ainda mais, só para garantir ao meu marido o direito de se pesar. 

Eu não posso me pesar (e nem me medir), mas ele merece esse direito!

Diva não bebe, degusta

No fim de semana eu e meu marido fomos no shopping e eu ganhei uma linda caneca.


Na caneca tem escrito "Diva não bebe, degusta"........kkkkkk. E para quem não sabe que me autoentitulo DIVA. Ou seja a caneca é minha cara.

Então eu estava louca para estrear a minha caneca com classe. Mas não tinha mais direito a luxo até o proximo find. E no proxim find vou estar com a antenção toda no meu cachorrinho que será operado (castrado). Então rescolvi estrear logo minha super caneca. Mas com uma versão light das coisas. 

Então fiz, ontem, um bolo de fubá ligh e chocolate quente light para comer no lugar do sandubão (poderia chegar em 350 calorias). E fui posar de Diva com a minha caneca.


Mas nada deu certo. O meu bolo não cresceu, mas por fora, a casquinha dele ficou perfeita. Então comi a casquinha do bolo com chocolate quente light. Aliás o bolo, deveria ser uma delícia. Vou fazer outro dia, e ser for mesmo maravilhoso eu posto a receita dele aqui, afinal com 110 calorias a fatia, deve mesmo ser divulgado. É que gosto de ter certeza que é bom antes de fazer propaganda. Então prometo mesmo fazer outro dia e ser der tudo bem cetinho posto a receita do bolo de do chocolate quente. 

Mas vontando para o meu café de Diva de ontem. Ele não deu muito certo, mas enfim, não fiquei grilada....até ir anotar o que tinha comido no meu diário alimentar.  O arroz de forno de domingo sobrou e eu comi ontem também, no almoço. Bem, agora faz as contas comigo: o arroz de forno é algo para comer só de vez em quanto, para variar na dieta. O bolo de fubá também....duas coisas no mesmo dia....é quase um luxo.

Fiquei tão P. da vida por não ter visto isto antes...fiquei mesmo chateada. Um anjinho dizia no meu ouvido: "não dá nada, compensa na janta e na ceia, tomando só um iogurtinho". E um "seja lá o que for"  dizia: "perdeu o dia, agora enfie o pé na jaca".

Passei a noite com essas vozes discutindo na minha cabeça. E eu não fiz nem uma coisa e nem outra, mas comi Nesfit ceral na janta (que também não podia, não na janta). Não foi uma jacada, mas também não foi uma recuperada. 

Que raiva! Porque a gente nunca dá ouvido ao anjinho?

Fita métrica

Nós, seres humanos, somo incrédulos por natureza. Duvidamos de tudo. Estamos sempre precisando de prova para realmente acreditar. Isso desgasta a alma. A alma quer acreditar no impossível, quer correr solta. Mas a gente senta, faz conta, vê a propabilidade.....para que serve o calculo da probabilidade? Para que serve saber qual a chance em um milhão?

Não sei para que serve, mas nós fazemos questão de saber. Começamos a dieta já calculando quando ela vai acabar, com quantos quilos estaremos no dia D. Tudo é calculado. Tudo se resume a números. E no final, resminos a nossa conquista a um número: menos tantos quilos.

Então quanto a nutri me tirou a balança, a mente, quase que inconscientemente e instataneamente, achou outro métode de medição, ou melhor, de comprovação: a fita mética. 

Eu confesso: tenho usado a fita métrica.


Alguns a defendem, diz que ela dá a evolução do emagrecimento mais precisamente. Porque às vezes mantemos o peso por conta do músculo que ganhamos com a AF. Mas ela também tem a sua tapeação. Porque a resultado da medição depende a postura, se tá encolhendo ou não a barriga, se tá colocando a barriga pra frente, ou tá encostando o umbigo na costela. E pra quem tá acostumado a medir o emagrecimento em quilos, bem, quando falamos em centímetros, não dá pra converter em quilos. É impossível saber o quanto se emagreceu em quilos baseado nos centímetros prdidos na cintura.

Tá, então por que você media?

Eu sei lá....mania de comprovação, eu acho. Quando via os centímetros indo embora eu não fazia idéia de quantos quilos estavam sendo eliminados, mas eu tinha a certeza de que alguma evolução eu estava tendo. Mas o fundo....era pura mania. 

Mania que está me prejudicando. Nas ultimas semanas, é verdade que tive luxos bem grandes, mas eu sinto que a pressão da fita métrica atrapalhou, tanto quanto atrapalharia a pressão da balança. 

E a minha nutri me tirou a balança, sem nem imaginar na maldita fita. Foi então que tomei uma decisão....antes tarde do que nunca: vou guardar a fita métrica!



É o que a Jú me mandaria fazer. Mas nem vou falar isso com ela. Como que eu contaria tal coisa? "Olha Jú, você me tomou a balança, mas eu tenho uma fita métrica....e é a minha nova mania". Nem pensar. E sabe que só agora, por esses dias, que cheguei a conclusão de que a fita tava atrapalhando. Porque até então era quase instintivo....quase natural.


Enfim.....a fita será guardada!!!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Terapia que ajuda a emagrecer

Hoje uma amiga, a Clara Lamer, colocou um linque de uma reportagem sobre a "terapia de aceitação e compromisso (ACT, na sigla em inglês)". E eu achei muito legal. Vale muito a pena ler. 

E para quem quiser a repostagem toda, está aqui.

Fizeram um estudo e dividiram um grupo de pessoas em duas partes. A primera parte seguia uma determinada dieta e malhava. A segunda parte seguia a mesma dieta e fazia essa tal terapia. E o segundo grupo emagreceu mais que o primeiro.

Claro que não acho que devemos esquecer a academia e começar uma terapia. Mas uma coisa é mesmo indiscutível: para quem tem condições de pagar, uma terapia ajuda muito no processo de emagrecimento. Então vamos para o divã......


E a reportagem explica como é a terapia da aceitação e compromisso:

"O primeiro passo é entender o que o leva à autossabotagem", explica a psicóloga Vânia Calazans, "Em seguida, discutimos a importância de não descontar na comida a ansiedade e as frustrações." Parece igual às outras técnicas de psicanálise, não? A diferença é que a terapia de aceitação e compromisso funciona mais ou menos como um programa de coaching: além de frequentar as sessões de terapia, o paciente leva para casa atividades que vão ajudá-lo a internalizar os conceitos discutidos em consultório. O objetivo do programa é fazer o paciente se comprometer a seguir a dieta, por mais difícil que seja. Para isso, são propostas tarefas. Por exemplo: programar um despertador para lembrar-se de comer de 3 em 3 horas; manter na bolsa "cartões de pensamento", ou seja, bilhetinhos que reforcem o porquê de fazer dieta e a importância do tratamento para a autoestima; colar na geladeira fotos de ocasiões em que estava bonita e feliz para mostrar que sua vida não se resume a um mar de lágrimas.

É importante saber que essa mudança não ocorre do dia para a noite. De forma geral, pessoas que passaram a vida brigando contra a balança tendem a ficar descrentes e desestimuladas. Resultado: na primeira dificuldade, abandonam o regime. O esforço da ACT é fazer o paciente aceitar que tem um problema e se comprometer a não interromper o tratamento antes da hora. Daí o termo "aceitação e compromisso". E segundo Vânia Calazans, não se deve tentar acelerar o processo. "O paciente precisa entender que emagrecer e manter o peso desejado são consequências de uma mudança interna, que precisa ser exercitada todos os dias", explica. "Assim como não existe dieta milagrosa, não existe terapia rápida e indolor, que resolva os seus problemas num passe de mágica." 

E a reportagem ainda trás um resumo do que é proposto nas 6 primeiras semanas. Que eu também vou colocar aqui:

PRIMEIRA SEMANA
(Preparando o terreno)
Tarefas: iniciar a dieta prescrita por seu médico ou nutricionista; driblar pensamentos derrotistas; aprender a fazer da refeição um ritual tranquilo e prazeroso.
  •  Nessa semana você irá refletir sobre situações do dia a dia que muitas vezes passam despercebidas, mas dificultam o processo de alimentação saudável. Reúna a família e avise que está de regime e vai precisar do apoio e colaboração de todos.
  • Vá à feira e abasteça sua geladeira com frutas, legumes e verduras fresquinhos. Faça uma faxina na casa e livre-se de tudo o que atrapalha a dieta: bolachas recheadas, refrigerantes, bolo, chocolate, balas, massas congeladas...
  • De agora em diante, você vai fazer de cada refeição um belo ritual. Nada de comer vendo seu programa preferido na TV ou esparramada na cama. Adquira o hábito de pôr a mesa e criar um ambiente agradável para você e sua família se alimentarem. Comer de pé ou assaltar a geladeira à noite, nem pensar.
  • Se bater aquela ansiedade, coma uma fruta, uma barra de cereal, três castanhas-do-pará ou uma cenoura cortada em formato de palito. Tem de ser devagar, prestando atenção no que está fazendo naquele momento. Isso ajuda a controlar a frequência e a intensidade do desejo de comer.
  • No final do dia, faça o checklist do seu regime. Se você conseguiu cumprir o que estava previsto, comemore colocando um CD animado e dançando na sala. Se não conseguiu, não desista. Diga a você mesma: "Amanhã serei mais disciplinada".
 
SEGUNDA SEMANA
(Comprometimento e organização(
Tarefa: colocar em prática técnicas, estratégias e recursos que auxiliam a conquista de sua meta.

  • Pegue canetas coloridas e escreva seu próprio manual de autoajuda. Recorte uma cartolina em pequenos retângulos e em cada um escreva uma mensagem positiva, como: "Por que eu quero emagrecer", "As desvantagens de estar acima do peso", "Pontos fortes da minha personalidade e como eles podem me ajudar a chegar aonde eu quero", "O que eu vou poder fazer quando tiver recuperado minha boa forma". Espalhe alguns pela casa e leve outros na bolsa. Sempre que bater ansiedade ou desânimo, releia as fichas.
  •  Adquira o hábito de ir às compras semanalmente e compre alimentos frescos e saudáveis. Vá às compras com uma lista preestabelecida. Pule a seção das guloseimas.
  • Risque a palavra fast food do vocabulário. Se tem filhos pequenos que fazem questão desse programa de fim de semana, peça para o seu marido ou os avós acompanhá-los.
  • No shopping, procure um restaurante com cardápio variado e peça um prato bonito e saudável. Resista à vontade de roubar uma batata frita do seu filho ou comer o que o seu marido deixou no prato. Se ele não quiser o lanche, peça para jogar fora.
  • Domingão à noite pede pizza, não é? Então que tal experimentar sabores light como abobrinha ou tomate seco com rúcula? Para não correr o risco de exagerar, peça uma tamanho brotinho, a medida ideal para você e seu amor. E substitua o refrigerante por uma taça de vinho tinto. Assim o programa vai ficar super-romântico.


TERCEIRA SEMANA

(A importância da persistência)
Tarefa: tentar compreender melhor questões ligadas à compulsão alimentar e como retornar à dieta caso tenha saído por algum motivo.

  • Corte pela raiz maus pensamentos como "Não adianta, eu nunca vou conseguir emagrecer" ou "Comi quatro pedaços de pizza. Já que exagerei e arruinei meu regime, melhor desistir e comer tudo o que eu tenho vontade". Não é porque você cometeu um deslize que tudo está perdido. Se exagerou no almoço, coma menos no jantar.
  • Se teve um dia difícil, chame seu marido/namorado ou uma amiga para ir ao cinema. Ou simplesmente ligue para alguém querido e desabafe. Falar sobre os problemas que a afligem é mais inteligente do que tentar curar as mágoas comendo uma caixa de bombons ou uma pizza inteira.
  • Quando for a um almoço com amigos ou parentes, mantenha o que tem praticado em casa. No churrasco, comece pela salada e prefira as carnes magras. Na casa da sogra, faça um prato pequeno e coma devagar. Se ela estranhar e vier com provocações do tipo "O que houve? Cadê aquele seu velho apetite?", dê de ombros.
  • Em festas infantis, rejeite frituras e refrigerantes. Lembre-se de que as guloseimas são para as crianças e deixe para se servir quando o garçom passar com bandejas de salgadinhos assados. Assim, na hora dos parabéns, você poderá comer um pedaço de bolo e uns três brigadeiros sem culpa.
  • Em período pré-menstrual ou quando estamos sob stress, a tendência é descontar a ansiedade na comida. Se estiver diante de um prato delicioso, controle a avidez e coma calmamente. Enquanto mastiga, vá tentando decifrar os temperos e sabores de cada ingrediente. Ao final da refeição, você estará satisfeita e conseguirá resistir à tentação de repetir o prato. Terceira Semana A importância da persistência Tarefa: tentar compreender melhor questões ligadas à compulsão alimentar e como retornar à dieta caso tenha saído por algum motivo.
  •   Alguns alimentos são mais viciantes do que outros e por isso devem ser consumidos com parcimônia. Reparou que é impossível parar na primeira batata frita ou no primeiro punhado de pipoca? Se possível, mantenha-se a milhas de distância de alimentos gordurosos ou doces, pois eles despertam o desejo de "quero mais".


QUARTA SEMANA

(Exercitando a paciência)
Tarefa: desenvolver estratégias para driblar provocações e situações que levam à desmotivação.

  • Quando se está de regime, sempre aparece alguém dizendo "Olha que delícia essa lasanha que eu estou comendo" ou então "Hum, o sonho da padaria da esquina é mesmo irresistível. Você não quer?" Pode ser o irmão, um filho ou até o marido, que está com medo de ficar em segundo plano caso você recupere a boa forma. Se algo assim acontecer, diga que pretende manter sua dieta e gostaria de um pouco de colaboração. Se preciso, vá dar uma volta para espairecer.
  • No escritório, discretamente jogue fora as guloseimas que tiver na sua gaveta e substitua-as por petiscos saudáveis, como castanhas e barras de cereais. Preserve-se e só fale sobre o seu regime se for com uma pessoa em quem realmente pode confiar. Lembre-se de que o ambiente de trabalho é competitivo e pode aparecer alguém disposto a alfinetar sua autoestima.
  • Se é aniversário de um colega e o pessoal resolveu comprar bolo, pegue um pedaço para não parecer antissocial. Leve-o para a sua mesa e corte-o em pequenos pedaços para ir degustando lentamente. Se não estiver com fome, não coma.
  • Procure não acessar sites que prometem dietas milagrosas. Lembre-se de que o emagrecimento, para ser saudável e duradouro, tem de acontecer de forma gradual. Quem perde peso rápido demais acaba recuperando-o pouco tempo depois. É o chamado efeito sanfona.


QUINTA SEMANA

(Hora de fazer as contas e celebrar)
Tarefas: analisar o que está dando certo e o que pode ser melhorado; embelezar-se e sair da toca.

  • A essa altura, você deve ter perdido medidas e está mais confiante. Que tal comprar um vestido ou dar uma repaginada no cabeleireiro? Qualquer avanço tem de ser celebrado.
  • Se não notar mudanças, talvez seja hora de criar um estímulo extra. Cole na porta da geladeira ou no espelho do quarto uma foto em que esteja bonita. Todos os dias, olhe para ela e diga: "Vou voltar a ser assim".
  • No dia da consulta mensal com o seu médico, não crie expectativa exagerada, como a de ter perdido 10 kg em um mês. Pense: "Estou fazendo o meu melhor e sei que ninguém emagrece do dia para a noite". Assim, se ele disser que você não atingiu a meta, você não vai se achar um desastre. Lembre-se: a consulta serve para ver como está reagindo ao tratamento e tentar buscar soluções.
  •   Festas trazem ansiedade: parece que todos os olhos estão voltados para você. Comece a se preparar dias antes. Compre uma roupa bonita, faça as unhas, tinja a raiz do cabelo. No dia da festa, se bater um nervosismo, ligue para uma amiga Mas nem pense em desistir! Você merece se divertir!
  • Na happy hour ou num jantar de trabalho, prefira os petiscos assados ou a velha e boa salada. Tome água, suco ou refrigerante light. Ou então recorra à tática engana-mamãe: peça um drinque, deixe-o na mesa e enrole.
  • Por falar em bebida alcoólica, cuidado para não exagerar. Há casos de ex-gordinhas que trocaram a compulsão pela comida pelo consumo excessivo de bebida ou remédios controlados. Sem falar em drogas, jogo e sexo sem proteção. Se sentir que a ansiedade a está fazendo tomar atitudes como essas, procure um psiquiatra imediatamente.


SEXTA SEMANA

(Para a frente é que se anda)
Tarefas: analisar as dificuldades não superadas; exercitar técnicas de reforço; reafirmar a importância do programa de manutenção.

  •  Mesmo que você não tenha perdido tanto peso quanto imaginava, o primeiro grande passo foi dado: você decidiu se cuidar e está buscando uma solução. Nada de resignar-se ou sucumbir a pensamentos derrotistas. Sua cabeça está mudando. Agora você precisa reeducar a sua alimentação e comprometer-se a se manter na linha.
  • Que tal caminhar pelo bairro? Pode ser com o seu cachorro, com uma amiga ou mesmo sozinha. No começo pode ser cansativo, mas com o tempo você aumenta a resistência e o fôlego. E vai ter pique redobrado para as atividades cotidianas.
  • Jogue fora as roupas que fazem você se sentir feia ou gorda. Aproveite que a moda dos anos 70 e 80 está em alta e invista em leggings, camisetas de malha e sapatilhas. Mas lembre-se: comprar por impulso também é uma forma de compulsão. Estabeleça um limite de gastos e não saia dele.
  • Não espere que as outras pessoas reparem que você está emagrecendo e a elogiem. Você bem sabe que os homens demoram séculos para notar qualquer mudança no visual alheio. Quando estiver arrumada e pronta para sair para o trabalho ou para um compromisso, olhe-se no espelho e diga: "Estou cada vez mais perto do objetivo que tracei. Não importa que os outros não notem. Eu me amo!"
  • Diariamente tire alguns minutos para refletir sobre o que tem aprendido nesse processo de emagrecimento. Você verá que, apesar das dificuldades, vale a pena continuar seguindo os conselhos da nutricionista, do médico ou do terapeuta. A maior vitória é você ter aceitado que tinha um problema e ter se comprometido a tomar atitudes para solucioná-lo. Vá em frente!
E aí? Vamos tentar fazer uma mudança de dentro pra fora?

Mais corselet para o natal

E para quem gostou da idéia de passar o natal de corset, e quiser comprar um igual, fique a vontade, eu não me importo mesmo. Mas vou deixar aqui também outros modelos....

Para quem gosta de passar de verde:


 E para quem gosta de passar de vermelho:



E claro que para quem não tem essa frescura de cor......tem um infinidade de opções:


É só escolher e encomendar logo, porque demora pelo menos 20 dias para chegar!

Meu corselet para o natal

Depois de tanto pensar, e apesar de ainda não ter decidido 100%, comprei meu corselet para passar o natal. Deixa eu explicar: talvez a minha família passe o natal comigo. Aí serão apenas eu, meu marido, minha mãe e meu pai. Neste caso, eu passarei o natal com um corselet lindo, vermelho.

Mas talvez a minha família não venha, e então passaremos o natal com a família do meu marido em floripa. Neste caso será mais gente e não sei se usaria o corselet na noite de natal. Eu estou torcendo para passar com a minha familia, claro, mas a minha mãe não decide se vem ou não vem. Então eu já encomendei meu corselet, porque se eu deixasse pra depois, capaz de não dar tempo.

E se eu passar com a familia do meu marido, enfim, mesmo não usando o corselet na noite de natal, com toda certeza vou achar um dia para usar ele....hehehehehe.

Resumindo a história: comprei meu corselet e ele chegou hoje!

É este aqui:


Achei ele com muita cara de natal. Lindo!!!! Coloco uma calça jeans, um salto e pronto....maravilhoso. Mas na verdadde o tom do babado não é bem esse da foto. É Branco. Mas é lindo igual e no corpo ficou perfeito!!!!

Ele tá mais para este estilo aqui:


E como eu já disse.....no copo fica perfeito!!!

Estou louca para que chegue logo o Natal!!!!

domingo, 28 de outubro de 2012

Arroz de forno

Hoje eu fiz arroz de forno.....adoro cozinhar. Sempre tento fazer algo diferente para não enjoar da dieta. E eu adoroooooo comprar livro de receita. E a regra aqui em casa é: se comprar, tem que fazer. Eu tento fazer as mais light no dia-a-dia e as mais gordinhas eu deixo para o dia de luxo.

E tem uma coleção nova da Ana Maria Braga que é ótima porque tem todas as fotos do passo a passo. É muito bom. Odeio livro de receita sem fotos dos pratos. Nem compro. Mas este, além das fotos do prato final, tem as fotos do passo a passo. E o meu arroz de forno eu tirei dessa coleção, no livro de "Cozinha Rápida".

 
E ficou uma delícia. E eu achei bem leve. A receita original tem 242 calorias por porção. E se você substitui a margarina e o leite pelas versões light diminui ainda mais as calorias da proção.




Aqui vai a receita.

Ingredientes:
1 col. (sobremesa) de margarina
1 cebola cortada em cubos pequenos
1 xic. (chá) de ervilha em conserva escorrida
1 xic. (chá) de cenoura picada em cubos pequenos
1 xic. (chá) de minho em conserva escorrido
200gr de peito de peru defumado picado
2 xic. (cha) de arroz cozido
1 gema de ovo
1/2 xic. (chá) de leite
2 col. (sopa) de salsa picada
2 col. (sopa) de cebolinha picada
1 col. (sopa) de queijo parmesão ralado
1 col. (sopa) de farinha de rosca
1 col. (café) de páprica doce 
Sal a gosto

Modo de preparo:
Numa frigideira derreta a margarina, acrescente a cebola e frite por 2 minutos. Adicione a ervilha, a cenoura, o milho e o peito de peru. Refogue misturando bem  os ingredientes.
Retire do fogo, junte o arroz cozido  mexa delicadamente com um garfo. 
Numa tigela separada, bata a gema do ovo com um batedor de arame e junte o leite, a salsa, a cebolinha e o sal.
Regue a mistura sobre o arroz. Misture bom.
Transfira para um refratário, mas não alise a superfície. Deixe os ingredientes bem soltos. Polvilhe o queijo parmesão, a farinha de rosca e a páprica. Leve ao forno, preaquecido a 180 C por 20 minutos. Retire do forno e sirva a seguir.

Rende: 6 porções
Calorias por porção: 242 

Fica muito bom. Não dá pra fazer todo dia, mas de vez em quando para dar aquela variada....pode!!!

Luxos e luxos

Bom, eu não ando me entendendo muito bem com os dias de luxo. Falo dia, mas é apenas uma refeição. Só que o meu luxo anda durando mesmo o dia todo. 

Pra começo de conversa eu nunca sei o que comer. É bem difícil decidir entre todas as possibilidades saborosas. E eu nunca sei o quanto comer. A vontade é ir ao infinito e além. Então eu nunca sei quando parar.


Então não ter dia de luxo pode parecer uma ótima alternativa. Mas para mim não é. Tô falando exclsivamente do meu caso. Na verdade cada um tem lá as coisas que dão certo e as que não dão. E pra mim, não tem essa possibilidade de não ter luxo.

Primeiro porque o luxo é como um aviso para o metabolismo, de "olha aqui, não tá faltando comida. Eu é que quero emagrecer". Ou seja, faz parte da dieta.

Segundo, que o luxo é um alívio para a alma. Ninguém consegue passar a vida toda sem comer bolo de chocolate (e isso de dieta ou RA, é para sempre). Então, depois de uma semana seguindo bem direirinho eu já estou louca para uma guloseima e quanse chegando a conclusão de que o corpo dos meus sonhos não vale tanto esforço, tando sacrifício. É quando tem o luxo, e a alma mata sua vontade e o corpo ganha gás para mais uma semana. 

O problema é que ainda não me entendi com os luxos, eu sempre exagero e às vezes chega ao ponto de quase uma jacada. Eu preciso aprender a viver o luxo.

E este é o terceiro motivo de eu ter o luxo. Daqui a pouco, quando eu chegar na minha meta, terei o direito de ter 2 luxos em vez de 1. E se até lá eu não ter entendido o que é o luxo, vou engordar tudo de novo. Até lá, a cada semana é uma tentativa de aprender a lidar com o luxo. E mesmo as falhas fazem parte do aprendizado.  É idéia é tentar acertar sempre, e a cada semana tentar aprender a viver com o luxo consciente. Isso é ter uma vida saudável: fazer escolhas saudáveis sempre e aprender a conviver com as guloseimas de vez em quando.


E é por isso que não posso ficar sem meus luxos. Tenho mesmo é que aprender a conviver com eles, da melhor forma possível.


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Resultado terceiro mês

O resultado do terceiro mês:



O mais triste é que quando a Jú saiu de férias eu estava com 83,6kg. Ela voltou, eu tinha engordado e 1 mês depois eu não consegui nem mesmo recuperar o que ganhei nas 3 semanas de férias dela. Triste!

Triste

Estou muito triste.....pela segunda semama consecultiva uma notícia ruim na nutri.


Na semana passada eu reclamei de ter emagreciso 300 gramas, mas nesta semana foi ainda pior: emagreci 100 gramas. Repito: 100 gramas.

Isso que dá ter luxo além da conta. Eu preciso parar. 

E tanto torrei a minha nutri que ela me passou o meu peso:

27/09/2012 = 87,4 kg
04/10/2012 = 86,3 kg
11/10/2012 = 85,2 kg
18/10/2012 = 84,9 kg
25/10/2012 = 84,8 kg

Nas duas primeiras semanas eu emagreci 1,1 kg. Na terceira 300 gramas e na quarta 100 gramas. 

Eu pedi a ela para saber, porque eu precisava saber, precisava rrespirar fundo, juntar forças e recomeçar, para ver se consigo emagrecer mais que algumas gramas. 

Estou muito triste com essa situação toda. Também porque estou dando uma arrumação no meu guarda-roupa e lá só tem roupa para uma versão magra de mim mesma. E saber que até algum tempo atrás aquilo tudo dava em mim, e que atualmente nada fica bem, é desanimador. 

E agora tem algo que me desaminou ainda mais: Estou com 84,8. O mesmo peso que estava na primeira consulta com a nutri. De lá pra cá se passaram 4 meses e eu já paguei 3 pacotes. Para estar na mesma estaca zero. Eu sei que se não tivesse com am nutri eu estaria ainda pior hoje, mas mesmo assim é muito desanimador.

Agora é respirar fundo, esquecer o passado, fingir que estou entrando no consultório da Jú pela primeira vez e começar de novo, com forças novas. 

Seguir em frente, sempre!!!!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Inspiração

Só para inspirar......porque agora é FOCO total!!!!


Corpão!!!

Terceira semana de academia

Estou na terceira semana de academia.

Depois do meu recesso forçado, voltei com tudo e já estou na terceira semana.


Realmente às vezes tenho vontade de ficar em casa. Mas não dou ouvido à minha vontade. A minha história está sendo bem diferente, porque eu estou indo com tudo. E viva à força de vontade!!!

Calorias eliminadas

Estou firme e forte na academia. Pelo menos de segunda a sexta estou indo todos os dias. Esta semana quero fazer transport 3 vezes e esteira 2 vezes na semana. 

Ontem eu fiz transport e hoje fiz esteira. 





Na priemeira vez que fiz esteira, fiz numa das máquinas antigas, e com 6,5 km/h em 40 minutos eliminei 300 calorias. Isso segundo a máquina. Mas depois disso comecei a fazer nas máquinas novas,  com 45 minutos andando a 7,5 km/h, a máquina só marcou 225 cal gastas. Não sei qual máquina registra o gasto mais precisamente. Mas 225 em 45 minutos é a metade do que eu consigo no transport. 

Por mim, eu faria transport todos os dias, mas não quero exagerar como antes, não quero sobrecarregar nenhum músculo. Por isso quero variar nas atividades.  Mas gostaria de saber precisamente o quanto estou eliminando com todo meu esforço. 

Mas vou continuar com o plano.....malharndo, comendo certo e esperar o resultado!!!!



Água

Todas nós sabemos da importância da água. E sabemos que precisamos beber 2 litros por dia. Mas a verdade é que se a gente não fica com uma garrafinha ao alcance da mão, sempre deixamos o gole de água para daqui a pouco.

Até sentimos sede, mas aí pensamos: "vou terminar de fazer o que estou fazendo e já vou lá beber água". E o nosso daqui a pouco acaba demorando por de mais. 

Então a dica é: tenha sempre uma garrafinha de água na mão.


Se vai sair, coloque na bolsa, se vai ficar em casa, tenha sempre por perto. E não adianta deixar na geladeira, é pra ficar com ela o tempo todo. E aí sim, toda vez que sentirmos sede, é só virar. 

E se sua garrafinha tem 500 ml (as boas são as de 500 ml, porque tem um tamanho bom. Dá pra ficar fora da geladeira, ou seja, bem pertinho,  e não dá tempo da água ficar quente), então temos que tomar 1 garrafinha de manhã, 2 a tarde e 1 a noite. Isso dá os 2 litros. Mas se a garrafa fica pertinho, tomamos ainda mais. O que é ótimo. 

Que precisamos tomar água, todo mundo sabe. O que muita gente não sabe é que não podemos tomar tudo de uma vez só. Não podemos chegar de noite, perceber que não tomamos água o dia todo e beber 2 litros num só momento. O ideal é beber água o dia todo, em pequenos goles, e assim, manter o corpo hidratado sempre.

Muita água, de uma vez só, pode até gerar problemas de saúde. O ideal é o equilíbrio e a moderação. E no caso da água, a constância!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

O verão bate à porta

Hoje o verão bateu na minha porta.

Há um mês comprei umas cangas para mim e para minha mãe no brands club. E as cangas chegaram hoje, me dando um choque de realidade: o verão está chegando!

E se quero mesmo ficar linda nas minhas cangas e desfilar na praia, tenho que me dedicar mais. E eu comprei várias. É que achei muito barato. Por R$ 9,90, comprei 9 cangas. Algumas vieram com a estampa errada. E eu pederia trocar, mas não vou, gostei até mais das que vieram erradas. 

Olha algunas das minhas cangas novas:







E quando elas chegaram....são mais lindas que na foto. Adorei. E por 10 reais.....Já estou me preparando para o verão. Agora é se empenhar mais em preparar o corpo. Quero um corpo lindo para combinar com minhas cangas novas!

Dia de Luxo.....Lixo

Essa semana o meu luxo foi tão....tão.....pra mais. E deveria ser pra menos. O que eu quero dizer é: eu exagerei. Para variar. Estou mesmo tentando fazer meus luxos ficarem menores, mas na hora H, quando estou eu e a guloseima.....a alma gorda fala mais alto. 

Eu comprei uns capcakes no Peixe Urbano que iam vencer, então aproveitei que a irmã do meu marido está de aniversário na próxima quinta, e encomendei para comemorarmos no fim de semana que passou. 


Eu já comprei esses capcakes antes, da Cupcake Store de Porto Alegre, mas desta vez eles me decepcionaram. Porque pra mim, eles eram os melhores cupcakes da cidade. Mas não está mais lá essa coisas.

E mesmo assim, comi 3 cupcake e 2 pedaços da torta. Para quem ja tinha comido doce na sexta, no meu surto psicótico (para quem não sabe do que estou falando, basta ler aqui). Alías, seria muito de qualquer jeito. 

Então foi o meu luxo.....mas eu preciso aprender a viver meu luxo para que ele não vire um Lixo propriamente dito. Toda vez que é dia de luxo eu exagero e por pouco não é perda total. Não dá mais para ser assim. Preciso me policiar.

Na semana que vem terá uma nova tentativa. Vamos ver no que dá!

domingo, 21 de outubro de 2012


E uma saia nova também......pode mudar uma vida!!!

Encontro gastronômico com amigos

Bom, para quem não entende porque a minha nutri não me diz o meu peso, talvez com essa postagem entenda. 

Esse find vai ser de pura comilança. Mas já deixei todo meu cardápio pré combinado com a nutri. Na sexta por exemplo tinha uma aniversário no Applebee's. E a minha nutri disse: "você vai comer a salada de camarão. Não é o ideal, porque não será seu luxo (que será no domingo com uns cupcake que eu amo), mas é o que dá pra fazer". 

Mas eu acordei na sexta super chateada com os 300 gramas. Fui para academia de manhã e tomei a péssima decisão de experimentar a bicicleta horizontal. Fiz 45 minutos, e saí de lá com a sensação de não ter feito nada. 

Cheguei em casa, tomei banho e fui ver o que eu ia vestir de noite. E no meu guarda roupa lotado, nada ficava bem em mim. Chorei de me acabar. Acho que também pelos 300 gramas. Aí fui limpar a cozinha, para ver se eu esquecia aquilo tudo e quando cheguei na cozinha e abri um potinho para lavar, achei um bolo de banana e rocambole. Que era para meu marido dar um sumiço, mas ele deixou ali dando sopa. Nem preciso dizer que comi. Comi. Quase que em transe. E fui acordado pelo som do telefone tocando. Pensei: "meu marido....agora ele vai me ouvir, não tinha que ter deixado o bolo aqui"

Mas não era. Era a guria da loja da Enjoy. Tinha chegado lá a saia que eu tanto queria. E já que eu ia sair de noite mesmo para ir no Applebee's, combinei de passar lá antes para ver a saia. (eu sei, este post tá ficando longo e dramático, mas vamos lá). Mas quando desliguei o telefone o rocambole continuava a me olhar. E como um estalo eu percebi: "é isso".

Bem, eu comi o bolo já era 11:30. Então...me arrumei correndo e parti para o shopping. Tentei compensar as calorias não almoçando, e fui lá comprar a minha saia. A blusa para o look que eu tanto queria já tinha comprado, mas mesmo assim comprei uma outra blusa mais casual, para o caso de eu achar o meu look muito para o evento. Voltei para casa. Cheguei já era 14:30. E continui o meu cardápio a partir do lanche da tarde, comendo uma fruta. 

E de noite, fui no aniversário do colega de trabalho do meu marido, no Applebee's.


E fui......maravilhosa. Fui mesmo com o meu look pelo qual eu tinha me apaixonado:


Eu fui com essa blusa, essa saia e este cinto.....

E como o combinado, eu comi a salada, a tal salada. Caraca....que coisa mais maravilhosa do mundo. Claro que custanto 34 reais, ruim não poderia ser. Mas é perfeita. Se um dia vocês forem no Applebee's e não for o dia de luxo.....gente, eu vou de novo qualquer dia desses, só para comer aquela salada. É a Oriental Salad. Tem com frango empanado e com camarão. A nutri disse para eu pegar a com camarão....e eu amo camarão. Ela mesmo disse, que não era o ideal, mas que era a melhor opção para mim. E a salada é uma "original combinação de folhas, amêndoas tostadas e rice noodles, banhada por um delicioso molho agridoce e coberta com camarões grelhados", palavras do site. Mas é isso mesmo. Eu chamaria de sulreal!

Ainda estou chateada com os 300 gramas. Mas estou mesmo tentando retomar para o caminho certo. E eu não vou mentir.....a minha saia nova, com completou a minha blusa me ajudou um monte. Pode parecer futilidade, mas só quem tá em casa, tendo que sair com os amigos do marido e não tem nada para colocar sabe o que quero dizer. E foi assim que me apaixonei pela minha caminhada novamente.

sábado, 20 de outubro de 2012

(más) notícias da nutri

Bem, fui na nutri esta semana. E novamente não sei com quantos quilos eu estou. Me pesei de costas. Mas desta vez ela me disse: "é.....você não foi tão bem". E ela me deu essa notícia em números: "esta semana você só emagreceu 300 gramas". 


Quase morri. Eu sei que meu luxo foi um lixão, mas eu não esperava tão pouco. A Clara Lamer outro dia postou uma lista assustadoura de coisas que comeu e ficou "triste" por ter emagrecido só 200 gramas. Triste maneira de dizer, porque claro que comparado com tudo o que ela tinha comido, ela ficou feliz por ter pelo menos emagrecido. Tá vendo Clara? 

O meu não, foi um lixãooooo, mas foi só um dia em que comi bolo de aniversário e rocambole de mais. E o resto dos dias foram de pura dedicação.....muita academia e muira RA, para chegar no final das contas e ter emagrecido só 300 gramas? Isso sim é triste. A nutri acha que ainda pode ser da TPM, mas vai explicar isso para o meu coração que queria ter visto um resultado melhor. Droga!!!

Tá, mas uma coisa eu aprendi disso tudo: não dá pra fazer um luxo exagerado. Porque para fazer certo, no dia do luxo você tem que chegar só nas 2.000 calorias diárias e não engordar. E no resto dos dias emagrecer. Mas se o seu luxo é exagerado e você engorda, você perde um monte de dias por conta do prejuízo. 

Então a minha nutri pegou o meu dia de luxo e calculou as calorias ingeridas.......chegou quase nas 3.000 calorias. Eu com toda certeza engordei no dia, e levei uns 3 dias para compensar. Por isso o resultado foi só 300 gramas. 

Mas quando vou na nutri e levo meu diário da semana, e ela avalia. Para cada dia perfeito eu ganho um "V", e para cada dia ruim, como o dia do luxo, eu ganho um "X". E a combinação nossa é que só posso ter um "X", que é o dia de luxo. E ainda tem o "+ ou -". Mas a semana é perfeita quando ganho 6 "V" e 1 "X". Então, pensando nisso, eu faço na semana 6 dias perfeitos, mas nos dias do luxo eu exagero, pensando, "se é pra comer isso que seja no dia de luxo". Mas isso não me resolve....sabe, para eu ter a semana perfeita mesmo eu tenho que me comportar no meu luxo e não deixar que ele passe das 2.000 calorias. Isso sim é uma semana perfeita. E eu preciso, o quanto antes, entender isso. E definitivamente.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Iogurte Grego Nestlé

Quem olha esse post logo pode imaginar que lá vai mais uma pessoa falar do Iogurte Grego. Mas não é bem o que vou fazer. 

O Iogurte Grego é uma delícia, chega ser sulreal de tão gostoso que é. Mas os elogios param por aí. Se você está procurando um produto saboroso, achou. Mas se seu desejo vai além do sabor e você quer realmente um produto saudável. Bem, vai ter que pensar duas vezes. 

Eu explico. E vou explicar do começo.

Há um tempo eu provei um iogurte da Nestlé simplesmente maravilhoso. O Cremoso. 


 Muito bom. Bem parecido com o Grego. Olha, ainda acho que o produto é o mesmo, mas com roupa diferente. Eu liguei para Nestlé (sim, esse post me exigiu pesquisa) e eles disseram que são produtos diferentes. E que o Cremoso saiu de linha. E que o Grego é um produto novo. Então não sei se a composição é a mesma, mas esse Cremoso me parecia mais saudável. Pode ser impressão. 

Então vamos agora falar do Grego. Eu e minha nutri fomos investigar esse tal de Grego. Porque tava todo mundo falando bem dele, porque ele é uma delícia e porque eu queria saber se poderia comer ele na ceia (na minha ceia não pode ter carboidrato e nem açúcar). 


E descobrimos algo que todo mundo precisa saber. Pelo menos todo mundo que está de dieta. A fonte é a Folha de São Paulo. Mas vou resimir a matéria aqui: O iogurte Grego tem mais açúcar e mais gordura que o iogurte normal.

Não sei se vocês costumam ler os rótulos, mas quem quer ter uma alimentação saudável os rótulos são uma leitura obrigatória. Porque às vezes a gente acha que tá comendo uma coisa, e está comendo outra. 


Olha o que diz a reportagem:
O que garante a textura diferente é a gordura --o da Vigor tem creme de leite na fórmula. E todos já vêm adoçados, com açúcar mesmo. "É um iogurte pesado", afirma a nutricionista Lucyanna Kalluf, especialista em nutrição funcional. Para ela, a novidade só tem desvantagens. "Por ser um derivado lácteo, presume-se que seja saudável.

"Tem que tomar cuidadoporque, em comparação com o normal, só aumenta o que é ruim: açúcar e gordura. E é a pior gordura que tem [a saturada], de origem animal."

Eu não tô dizendo que é para parar de tomar o Grego. Claro que não. Eu vou continuar tomando. Mas é importante sabermos o que estamos comendo, para fazermos melhor nossas escolhas. Por exemplo, não dá para tomar na ceia. É o tipo de coisa que dever ser evitado de noite. E também não dá para tomar todo dia. Mas, para variar, acho super válido. Chama o marido para ajudar, corta duas banana, e coloca o iogurte grego por cima. Fica maravilhoso. E no final das contas, você terá comido 1 banana e 1/2 potinho do iogurte. Ou come sozinha o iogurte puro. Ele não precisa de complemento. 

Mas o que precisamos entender é que não se trata de um alimento saudável. E portanto não podemos abusar. 

Mas o que mais me chamou atenção na reportagem foi a resposta da nestlé. 

Por meio de nota, a Nestlé informou que o iogurte grego faz parte de uma nova categoria, "voltada para quem busca como principais atributos sabor e textura". O produto não é vendido como sendo de baixa caloria, lembra. 

É verdade, em nenhum momento eles dizem que o alimento tem poucas calorias. Mas a cara e a apresentação do produto....ele parece saudável. Coisa que não é devido ao açucar e gordura.

Se quisermos emagrecer...temos mesmo que começar a olhar os produtos que consumimos mais profundamente.

Contagem regressiva

Bem....eu continuo comtando!!!


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Meu cardápio

Como tem muita gente perguntando do meu cardápio ( e eu adoro isso), resolvi fazer outro post explicando tudo, tim tim por timtim. Eu sei que já postei meu cardápio antes, mas além dele ter sofrido algumas mudanças, eu quero explicar ele melhor. 

A minha nutri calculou meu gasto calórico diário, que é de 2.436 calorias, levando em consideração os exercícios que eu faço. E segundo ela um emagrecimento saudável seria diminuir 550 calorias no consumo. Que daria 1.822 cal diariamente. Então ela me passou um cardápio de 1.500 calorias, colocando uma margem de erro de 300 calorias na contas. O quer quero dizer é, para você saber se esse cardápio serve para você, é preciso calcular o seu gasto diário. Se o seu gasto diário for igual ou maior que 2.000 calorias. Este cadápio serve para você. Se for menos, ele terá que ser adaptado, para que sua dieta tenha pelo menos 550 calorias a menos do que seu corpo precisa.

E para calcular o quanto seu corpo precisa, vai neste site aqui: Dieta e Beleza

Lá, você informa seu se é homem ou mulher, sua idade, seu peso e sua altura. Mas preste atenção, a sua altura você coloca em cm, ou seja, sem ponto e sem virguta. Eu que tenho 1,78m, coloco 178cm. E também, você informa o nível de atividade física, segundo uma classificação do próprio site.

Eis a tabela e a classificação da AF:


Aí é só pedir para calcular para ver o quanto seu corpo precisa. 

Como eu disse,  a minha nutri me pasou um cardápio de 1.500 calorias. Mas isso foi no começo. Agora que ela me liberou o café com 3 biscoitos às 16:00 hs, o meu cardápio aumentou em mais ou menos 70 calorias. Atualmente ele é de 1.570 calorias. Mas caso você queira um cardápio de exatamente 1.500, é só tirar o segundo lanche da tarde. 

E aqui está o meu cardápio:

 Não vou mentir, não é fácil não comer biscoito recheado. Não é fácil evitar a pizza. Não é fácil. Mas fome, não dá pra passar com este cardápio. Muito pelo contrário. Nos fins de semana, que o meu marido fica em casa, ele sempre pergunta: "você vai comer de novo?". Pois é, só de tarde são 3 lancher. Dois pequenos e um lanche grandão. E eu acho que vale muito a pena emagrecer de forma saudável. Ou seja, comendo bem. 

E é claro que além dessas substituições que tem no cardápio (eu coloquei ali as que eu mais faço), tem outras, que a gente vai aprendendo com o tempo. O importante é ter em mente que é para evitar gordura e açucar ao máximo.  Então se você vai petiscar com amigos no sábado de tarde, procure petiscos assados (fritos não), e substitua pelo sanduba (mas fique de olho nas calorias). Ou o almoço é lasanha, coma apenas com salada, e assim substitua o almoço. O cardápio não é fixo, isso é só uma base. Claro que não vale comer lasanha todo dia. Mas eventualmente dá pra fazer essas trocas. 

E antes que eu me esqueça de dizer, o que você vai conseguir com esse cardápio, vai depender da frequencia com que se exercita, do seu metabolismo e coisa e tal. Pode variar entre 2 a 4 quilos por mês. Mas falar verdade, eu consigo eliminar ainda mais, porque eu me dedico muito à AF. Prefiro comer tudo isso que eu posso, chegar nos 1.570 calorias diariamente, e malhar mais para eu conseguir emagrecer mais. E quando falo em malhar mais, é 45 minutos todos os dias. Já foi mais, mas hoje em dia, nem é tanto. 

E além desse cardápio, semanalmente eu tenho um dia de luxo. Na verdade é uma refeição de luxo. Que é assim, neste dia eu posso comer coisas que eu normalmente não como: fritura, salgadinho, biscoito recheado, bolo de chocolate, farinha láctea.... Mas neste dia o meu total não pode ultrapassar 2.000 calorias. 

Então se eu como tudo o que tá no meu cardápio, o meu luxo só pode ter 430 calorias, mas se eu como meu luxo na hora do almoço, aí ele pode chegar a 880 (430 do luxo + 450 do almoço). Se eu como na janta e não como o sanduba no dia, ele pode chegar a 1.030 (350 do lanche 3 + 250 da janta + 430 do luxo). Ou seja, dá pra fazer muita coisa. Mas é só 1 vez por semana e não pode ri além das 2.000 calorias diárias. 

A idéia é vir numa constância de consumo e 1 vez na semana você elevar esse consumo, para que o corpo entenda que não tá faltando comida no mundo, é você que quer emagrecer. 

Escolha um dia para fazer a contagem semanal. Por exemplo, a minha é na quinta, então de uma quinta a outra eu só posso ter um luxo. Não vale fazer luxo na sexta e depois no sábado, para a próxima semana. O dia de luxo não precisa ser num dia fixo, ele pode variar, mas é nescessário ter un intervalo de dias entre um luxo e outro.

O bom desse cardápio é que você emagrece, não passa fome, aprender a comer direito, e esses quilos que vão embora, não voltam mais. 

E dpeois que tiver emagrecido tudo, já estiver na sua meta, você continua usando este mesmo cardápio, com essas mesmas qantidades, só que em vez de ter um luxo só, você va poder ter 2 ou 3 (depende do quanto você malha, seu metabolismo e coisa e tal). Ou seja, você segue a dieta a semana toda, e no fim de semana, pode ter um luxo no sábado e outro no domingo. Mas isso depois de ter conquistado o corpo que tanto quer. Por enquanto é seguir esse cardápio e ter direito a apenas 1 único luxo na semana. 

Vai no site, veja se esse cardápio te serve, siga ele por 1 mês e depois me conta como foi. O melhor de emagrecer é aproveitar o processo como um aprendizado. E ir com paciência para que os quilos sumam e nunca mais voltem.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...