segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

E em 2013


Feliz 2013

E antes que eu esqueça....


Feliz ano novo para todo mundo. Desejo um ano cheio de amor, paz, saúde, cheio de sonhos realizados.....e super light!

Com que cor vocês vão pasar a virada?

Com que cor vocês vão passar a virada?

Só para lembrar....


Eu comprei um corselet só para passar o ano novo, mas mulher é um bicho doido, tenhos tantas possibilidades que fico na dúvida. Na verdade, apesar de querer muito passar a virada em casa com meus cachorros, ainda não sei ao certo onde vou passar, recebemos alguns convites...enfim, vamos ver. 

Ontem no shopping comprei um vestido verde, e pode ser que eu o user, porque gosto do significado do verde. 

O verde, além de simbolizar a sorte, também é a cor do equilíbrio e da saúde. É três em um! É pra quem quer começar o ano-novo com o pé direito e saúde perfeita pra encarar os desafios do ano! O verde significa vigor, frescor, esperança e calma. Representa as energias da natureza, da vida, esperança e perseverança. Simboliza a renovação, fertilidade, crescimento e saúde. Verde traz paz, segurança, esperança em abundância e confiança. É para quem quer começar 2013 em perfeito equilíbrio.

É tudo o que preciso em 2013. 

Mas pode ser que eu passe de branco, amarelo, ou com meu corselet branco com dourado..... vamos ver. Amanhã Eu conto como foi!

Promessas

A para não perder a mania.....aqui estão as minhas promessas para o ano novo:


E, desta vez, pretendo cumpri-las!

Novas oportunidades

E com um ano novo........vem 365 oportunidades de fazer a coisa certa!



Vamos então aproveitar todas elas!

Ficou para 2013

Mais um ano se passou. 

E há um ano, quando 2011 virava 2012, eu me enchia de esperanças, e fazia mil promessas. Me prometia um ano cheio de realizações, cheia de força de vontade, e me prometi tanta coisa. Que agora, na virada para o 2013 eu percebo que a maioria de manhas promessas, ficaram para o ano que vem. 



Aliás, faz uns 20 anos que minhas promessas sempre ficam para o ano que vem. 

E tudo o que eu espero para este ano é que eu realize todas as minhas premessas e todos meus sonhos. Que eu tenha força e perseverança para realizar tudo, todos......até o último desejo da lista.

E que venha 2013!

sábado, 29 de dezembro de 2012

Comer e comer

Hoje de manhã eu vi um programa, que não lembro o nome e nem o canal, nem sei ao certo do que se tratava exatamente, mas algo me chamou a atenção.

Pelo que vi eram duas pessoas que tinham disturbio alementar. Um cara que comia pouco e uma guria que comia de mais. Enfim, eles teriam que passar uma semana inteira pela dieta do outro. A guria que pesava mais de 120 quilos, teria que comer o que o cara geralmente comia. E o Guri que pesava uns 60 quilos teria que passar uma semana comendo o que a guria costumava comer.

Não vi o inicio do programa e nem o final, só assisti esse pedaço que me chamou a atenção. A guria disse que fez uma dieta há um tempo, e que chegou a pesar uns 90 e poucos quilos. E ficou 1 ano inteiro com esse peso. A apresentadora perguntou o que aconteceu e ela disse o seguinte: "um dia eu saí para jantar com uns amigos, e comi um pedaço de torta de sobremesa. E nunca mais parei de comer".


Ela disse que nunca mais parou de comer, e isso não deve ser expressão. Quem como compulsivamente sabe que isso de não parar de comer acontece mesmo.

Mas o que me chamou a atenção foi o seguinte: ela tinha um peso x, e conseguiu se manter com esse peso por 1 ano inteiro (o que é recomendado para quem emagrece). Só que depois desse tempo (1 ano inteiro) a impressão que a gente tem é de que o corpo já se acostumou com a vida saudável, e manter o peso vira algo fácil. Mas ao refletir sobre essa história a gente percebe que não é bem assim. E ao refletir sobre a minha vida, eu percebo que não é bem assim. Eu passei todo 2011 com 78 quilos e depois voltei a engordar e a lutar contra balança de um jeito que estamos virando para 2013 e eu ainda estou na casa dos 80.

É o que a minha nutri chama de "abrir a porteira", ela fala, "depois que você abre a porteira, ninguém fecha" (passa boi e passa a boiada). Eu como, como, como, como sem parar. 


Foi algo naquela torta de chocolate, é algo nas minhas guloseimas, é algo dentro de mim, que começa e não para mais. E continua, continua e continua.

E isso, essa coisa, precisa ser identificado, e destruído. Não tô falando que nunca mais vou comer guloseimas ou torta de chocolate. O que precisa ser destruído é essa coisa de abrir a porteira e quando vê a boiada toda passou. Isso é uma ação quase que de auto destruição. É como se eu não me amasse ou como se eu quisesse me punir por algo. Porque chega um ponto que nada mais pe gostoso, chega a um ponto que comer até dói, mas eu continuo, me entupindo, mesmo que isso não gere, de nenhuma forma, nenhum benefício. 

Por quê?

Por que isso acontece?

Foi o que me perguntei na hora em que vi o programa. É o que eu continuo me perguntando. Por quê?

Por favor, não venham me falar de amor próprio e coisa e tal, de se gostar e de se amar.....eu chego ser cria de Narciso. Se olhar a minha árvore genealógica, estará lá, em algum lugar Narciso. Não é algo tão simples assim. É algo mais profundo. É o meu outro lado. É a Adora. A Adora precisa entender que ela é bem vinda na minha vida, que ela não precisa chegar, ficar e se recusar a sair como se ela nunca mais fosse ser libertada do fundo da minha alma, como se ela tivesse condenada a ficar lá no calabouço do corpo sem ver a luz do dia. Não Adora, você terá liberdade provisória toda semana, no dia de luxo. Mas se não se comportar, aí fica difícil confiar em te deixar sair. 

Por que é que tem que ser tão complicado essa coisa de comer uma torta de chocolate?

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Look plissado - saia longa

E já que o meu presente foi saia longa plissada....vamos a mais alguns looks....só de saia longa plissada. 

Para quem ainda não se convenceu ver que....é linda mesmo!

-1-
(adorei o primeiro look)

-2-

-3-
(amei os dois looks)

-4-

-5-

-6-
(a saia azul me faz lembrar da minha. preciso de uma blusa branca para montar o look)

-7-

-8-

É para arrasar! Muito lindos!

Um pouco de moda para variar

E já que ganhei uma saia plissada longa de natal.....vamos lá, pensar em moda! Porque saia plissada está super na moda, seja ela curta, middle ou longa.

E eu acho lindo, super poético e romântico.

Vamos aos looks:

- Curtas -
 
- Middle -

- Longas - 

Lindo, não?

É só escolher qual você quer, e sair desfilando....

Precisando colocar tudo em ordem

Precisando arrumar a minha vida (e o meu quarto)!


E tenho menos de uma semana para isso...para assim começar 2013 com o pé direito!

O que queremos...

Pior que é isso mesmo o que queremos e é desse jeito mesmo que queremos.....



Então o Natal já passou

E querem saber como foi o meu Natal? O meu Natal foi assim....


Não foi só isso....mas isso resume muita coisa. 

Fomos para Ferrugem/SC. Eu, me marido, e toda família dele. 


Digamos que foi quase perfeito. Quase. Mas com tanta gente junto, um quase perfeito já serve.

O meu marido se apaixonou pela praia, simplesmente adorou o lugar.

Do papai noel, eu ganhei uma blusa branca e uma saia longa (ele achou que eu tinha poucas) plissada estampada em tons de azul. Lindas.

E eu dei para meu marido uma bermuda branca, uma camiseta, um chinelo de couro e uma carteira nova.....eu sou sempre exagerada nos presente. Mas estes foram os presente que eu levei para praia. Porque o presente dele mesmo foi um relógio novo, porque o dele de ir trabalhar já estava bem surradinho. Tenho até que mandar acertar....mas agora ele tem um novo e lindo relógio que ele mesmo escolheu:


Este foi o meu Natal. Mas em resumo eu poderia mesmo dizer que ganhei peso. Simples assim. Na última consulta com a nutri eu tinha engordado 2,3 kg e fui parar nos 82,5kg. Mas voltei do Natal com 84,5kg. Voltei na quarta. Na quinta (ontem) eu tinha uma nova consulta com a nutri. Mas desmarquei. Vou só no ano que vem.....ou seja, na próxima semana. E até lá.....bem que eu queria voltar aos 82,5....bem que eu queria!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Por isso que eu amo a minha balança

Depois de ficar uns 3 meses sem a minha balança, e a minha nutri me pesando de costas sem me dizer o peso - e quero deixar claro que isso ajudou sim - eu resolvi revindicar minha balança de volta. E simplesmente fui lá e peguei

Peguei mesmo! Preciso dela neste momento. E amiga é para isso, para ficar ao seu lado quando você mais precisa dela. Sim....já tô chamando a minha balanda de amiga.

Por que preciso. Porque estou desmotivada. Apesar de ter chegado a 87 kg faz pouco tempo e agora estar bem perto dos 80, ando chateada e desmotivada. E, neste momento, a minha balança está me motivando. 

Esse meu find não foi nada perfeito. Comi batata frita na sexta de noite (isso não estava nos planos), comi pizza sábado de noite (isso sim estava nos planos) e ontem, domingo, o vizinho me veio com bolo de chocolate. Tive que provar. 1/3 de uma fatia, mas provei. 

Se eu não tivesse com a minha balança eu pensaria assim: "já que" tá tudo perdido mesmo, "já que" esta semana será ruim de qualquer jeito, vou enfiar o pé na jaca. 

Mas não. Quando subi na minha balança hoje, ela me olhou nos olhos e me disse: 81,1kg. (isso é peso de manhã, que é  diferente do peso que tenho de tarde que é o horário da nutri). 


Imagina.......vamos recaptular:

- quinta passada: 82,5 kg
- ontem de manhã: 82,5 kg
- hoje de manhã: 81,1 kg

E isso depois da batata frita, pizza e bolo de chocolate. Claro, sábado fui passear no shopping (o que gasta calorias) e ontem ajudei o marido a cortar a grama (o que gasta muitaaas calorias). E isso, sem dúvida, me ajudou.

Mas o fato é: aproveitando que estou com 81,1 kg, aproveitanto que é segunda-feira, aproveitando que hoje não teve aula......já fui para academia de manhã e redobrei o cuidado com a alimentação.

"Já que" o universo tá me ajudando tanto, vou me ajudar também. Isso sim é um "já que" que vale a pena!

domingo, 16 de dezembro de 2012

Calça Branca - Look

E para quem não acredita que calça branca é chiquérrima.....aqui vão alguns looks.

-1-

-2-


-3-

Lindo, não é mesmo?

Calça branca

Desde o dia que eu meu marido viu uns looks na internet comigo, eu ando namorando uma certa calça pantalona branca. Não só por que ele gostou da calça, aliás não só por que ele amou a calça, mas também por que eu também me apaixonei pela calça. 

Eu acho calça branca muito muito muito muito chic. Aliás acho chiquérrimo. Mas calça branca não é para qualquer um. Então eu fui na loja provar a calça ums mil vezes, já até reservei, e depois desisti, mas nesta semana eu criei coragem e fui comprar a minha calça branca. Ela ainda estava lá me esperando, tinha que ser minha.

Eu tive medo de comprar a calça porque calça quando es estar emagrecendo é complicado, é algo que você perde e tem que mandar fazer ajustes. Saia não....a saia só fica com um caimento ainda melhor (estou falando de 8 quilos a menos). Agora calça...tive medo. Mas essa semana eu me enchi de razão e fui pegar a minha calça. Depois mando ajustar se for o caso. 

Olha só a minha calça branca.......


Eu avisei as gurias da loja, disse que vou ficar pensando nos 30 dias de direito de troca. E se for o caso, troco mesmo. Mas quando provei para meu marido ver.....ele amou! acho que esta aí, vai ser minha mesma. 

Mais uma roupinha nova para meu guarda-roupa!

Só para inspirar

Só para dar aquela inspirada.....porque o verão está chegando!



Agora vai ser assim

Cansada de perder nessa vida....A partir de agora, só vou perder peso.


Balança de volta.....seja bem vinda!

Com os últimos acontecimentos......engordando 2,2 kg na última semana e comendo coisas além do combinado.....eu tomei uma decisão: bati na casa da vizinha e peguei a minha balança de volta. 

A minha nutri pediu para eu entregar a minha balança para eu não ter acesso a ela. E a minha vizinha gostou tanto que no mês passado, quando fui pegar minha balança de volta não ficou na minha casa nem 3 dias. A Jacque veio e pegou ela de volta.....

Mas desta vez não....nessas festas de fim de ano, tenho que monitorar o meu peso, para não levar um susto lá na nutri.


Seja muito bem vinda, balança querida, e se depender de mim, vai ficar na minha casa para sempre!

E hoje, quando me pesei, deu 82,5 kg. 

A mesma coisa que estava na quinta, mesmo depois da batata frita na sexta, e da pizza no sábado. Isso é bom. E agora é seguir em frente, e conquistar um resultado melhor até quinta!

Meu estilo Pin Up de ser

Bom, eu adoro as Pin Up. Adoro!!! E eu adoro coselet. Adoro!!!

E juntando uma coisa com a outra, outro dia eu vi uma foto que me fez sorrir......


Olha que lindo. Eu queria um desses só pra sair e tomar um milk shake, no estilo mais Pin Up que poderia ser. Tanto queria que comprei. Olha o meu mais novo corselet da minha super coleção de corselet.


Não é exatamente igual, mas é mesmo bem parecido. Agora só falta mandar fazer a saia e sair para tomar um milk shake. E até lá, na primeira oportunidade, usar ele com jeans.


Lindo! Agora chega, né? Pelo menos por um tempo!

Porque tragédia pouca é bobagem

Agora vou não só explicar, mas dar um exemplo, para que entendam porque em 2013 eu quero ser mais egoísta. E esta é mesmo a minha meta para 2013. Porque tragédia pouca é bobagem, então meu marido escolheu esta semana, logo esta semana, para reclamar e revindicar mais parceria.


Segundo ele, eles está SOFRENDO com o fato de eu estar fazendo dieta. E ele reclamou para uma amiga minha "não tenho mais parceria para comer bobagem". Ai vida! E eu morro de pena e me deixo levar por essa coisa. Ele faz aquela cara de menino perdido. Me parte o coração. 

Resultado disso? Bem, na sexta (lembrando que na quinta fui na nutri e ela me contou a tragédia de ter engordado 2,2 kg na semana de festa de aniversário da vó e coisa do tipo. E lembrando que isso é um prejuízo de 3 semanas) fomo com essa mesma amiga com quem ele reclamou pegar a chave da casa dela. Eu explico. Ela chegou em casa e se deu conta que tinha esquecido na chave dela dentro de casa. E logo no dia o marido dela tinha um evento e ia chegar tarde em casa. Fomos, eu e meu marido, com ela no tal evento pegar a chave com o marido dela. Depois que pegamos a chave, o meu marido parou no shopping para comer um baita de um chis. E pedimo uma batata frita para o Bê - filho de 2 aninhos da minha amiga. Quem comeu a batata? meu marido, minha amiga (a Jacque) e eu. Sim, depois de ter sido cobrada por mais parceria.....eu. E depois teve milk shake.

Até aí, tudo bem, eu podia considerar este sendo meu luxo e bola pra frente. Aliás era este o plano. O meu plano. Não o do meu marido. 

Sábado já tinhamos combinado de sair com meu sogro e fomos na pizzaria. Aproveitando que eu não sou muito de pizza.....pedi salada. Nem tinha no cadápio, mas a garçonete gentilmente me arrumou uma. Mas quando chegou a pizza, meu marido começou com "só um pedaço...vai". Comi uma fatia de pizza de queijo às 20hs. Uma fatia de pizza de queijo não é um problema, mas às 20hs é um problemão. E como tragédia pouca é bobagem, chegou a hora da sobremesa, e ele pediu 2 pra 3 pessoas. Comi, né?

E como tragédia pouca é bobagem...durante a semana temos um cupom do peixe urbano para gastar, e advinha quem vai ter que comer.....EU

E como tragédia pouca é bobagem...quinta já começa as festanças de natal da família do meu marido, e advinha quem não vai conseguir comer nos horários.....EU

O meu marido, comilão por natureza e magro de ruim,  revindica parceria por realmente sentir falta disso, por achar que isso, de ter parceria na hora de comer besteira, une o casal e faz nosso casamento um pouco mais feliz. 

Mas ele não está olhando o outro lado da moeda. Acho que ele não está nem percebendo o outro lado da moeda. Mulher, quando consegue seguir uma dieta bem certinha, fica tão feliz consigo mesma, por conseguir e tão feliz com os resultados, que ela fica mais feliz. Felicidade para mulher é entrar na calça jeans que não serve há anos. E uma mulher feliz, faz um casamento mais feliz. 


Mas depois de comer batata frita e pizza, a mulher fica tão triste. Ela se sente incapaz. Ela se sente fraca. E depois que ela percebe que aquela calça jeans que entrava perfeitamente ficou apertada, ela fica num mal humor terrível. Ela briga por tudo. Ela não quer falar, não quer fazer nada, só abrir um buraço do chão e se enfiar lá.

Então Sr. Maridos, então Sr. Meu Marido, se quer um casamento feliz, se quer uma esposa feliz, deixa ela comer alface. Aliás, vá no super, e compre um alface enorme e leva pra ela de presente. Leve ela na pizza, mas deixa ela ficar só na salada. É um pazer para ela ir contigo num lugar que você gosta e resistir à comelança. Com isso ela fica feliz por um mês inteiro. Ela se sente forte, se senta capaz, ela junta força. Chama ela para comer um chis, mas deixa ela ficar só no suco de laranja. Isso não é sofrimento. Pelo menos pra mim. Isso é felicidade. Você ver teu marido comer um baita de um chis e ficar só no suco de laranja....a sensação é como tirar a espara e gritar "pela honra de greiscol". É nessa hora que a Adora se transforma em She RA.

Para tentar explicar melhor isso para os homens, a sensação de do teu time fazendo gol, jogando na casa do adversário. É como atingir o céu. 

Então se quer uma mulher feliz em casa....dê alface para ela. A convide quando for comer uma fritura enorme. Ela gosta de participar. Mas deixe ela só na salada. 

Agora, se você, querido Sr. Marido, estiver naqueles dias em que se sente sozinho, e quer uma parceria. Quer muito ver sua esposa comendo contigo.......você tem duas e só duas opções: ou você agenda isso para o único dia da semana que ela pode comer. Ou você agenda isso para antes das 18hs.

Atualmente, esta é a fórmula de um casamento feliz!

Morri....

É assim ir na nutri e ver que engordou em 1 semana o equivalente a 3 semanas de dieta!


Resultado do quinto mês de nutri

Bom, pra começo de conversa e só para atualizar a situação, quero lembrar que em 27 de Setembro (há  2 meses e meio) eu estava com 87,4 kg. E de lá pra cá, semana a semana, eu estava só emagrecendo, mesmo que muitas vezes apenas algumas gramas, estava emagrecendo semana há semana.

Até que em 22  de Novembro (quase 2 meses depois disso) eu estava com 81,8 kg. São 5,6 quilos eliminados. Depois disso fui 2 vezes na nutri mas ela não me contou o peso. 

Agora que já fiz a restropctiva, vamos aos novos fatos. 

Fui na nutri quinta-feira.


E depois do fim de semana pra lá de exagerado, eu sabia que ia ter uma semana ruim. E tive mesmo. Pela primeira vez, depois de 2 meses e meio só eliminado gramas, eu engordei. Droga! Quando a gente está de dieta, o corpo meio que fica em alerta. E qualquer coisa que ele tem a mais, ele faz a festa. E nesta semana dei muita coisa a mais para ele trabalhar. Resultado? Foram 2,2 kg a mais na balança.

Esta semana eu tive 3 dias perfeitos e 4 dias comendo coisas que não deveria. De 7 dias, eu mais comi errado do que certo. E o resultado é que engordei uma quantidade em 4 dias que vou levar de 2 a 3 semanas para eliminar. Sim, em 4 dias perdi quase que 1 mês inteiro.

Olha como foram as últimas 3 semanas:


E a notícia ruim? Estamos em plenas festas de fim de ano. Não podia ser pior. Agora a minha meta (que antes era de 77,5 Kg no natal) é chegar em 2013 com os 80,3 kg que eu estava na semana passada.

Não dá pra dar folga. Dieta não tem feriado, não tem fim de semana, não tem festas de fim de ano....é quase que um trabalho contínuo.  


É voltar para linha nessas 2 últimas e difíceis semanas do ano, e chegar em 2013 o melhor possível. E então retomar a minha vida de alimentação perfeita e ter o corpo que tanto desejo! E em 2013 está de pé aquele meu plano, aquela minha meta: serei mais egoísta e vou pensar mais em mim, no que eu quero pra mim. Seja o que Deus quiser!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O ano já está acabando

Então, já é mesmo Dezembro.....




Aliás, Dezembro está mesmo chegando ao fim. O ano está acabando. E apesar de eu não querer pensar no "ano que vem", o ano que vem já está aí.

E muitas coisas foram deixadas para trás por escolhas ruins, muitas coisas foram esquecidas, muitas coisas foram desistidas. E há duas semanas de 2013, é impossível não desistir de 2012. Eu desisti. Adeus 2012. 

É claro que vou ter as duas últmas melhores semanas do ano que eu posso ter. Vou tentar fazer meu 2012 ter valido a pena em duas semanas. Vou passar o Natal e o Ano Novo da forma mais saudável possível. Mas metas e objetivos e desejos.....vou guardar todos para o ano que vem.

Eu me preocupo tanto em mantar as promessar que faço aos outros, que esqueço de manter as promessas que faço a mim mesma. E quanto tentamos pensar mais na gente, no nosso EU, somos acusadas de sermos egoístas. Pois bem, em 2013 eu vou tentar ser mais egoísta. Vou tentar pensar mais em mim, no que eu quero para mim, no que eu planejo para mim. E não vou deixar ninguém estragar meus planos, nem mesmo eu. E farei isso da forma mais egoista possível!

Dezembro não chegou nem na metade, mas estou louca para que ele acabe! De repente podia virar Janeiro!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Mais uma saia longa

Eu tenho deslombramentos que pão além da paixão por algumas coisas. E nos últimos tempos estou assim pela marca Enjoy. É cara, mas é linda.

E depois que meu marido viu o lookbook comigo na internet, ele é que se apaixonou por uma saia. Esta aqui:


E desde então eu tenho torrado o pessoal da Enjoy daqui para conseguir a saia para mim, tem semanas que eu ia lá duas ou três vezes. Porque segundo a vendedora essa saia ja veio e já foi vendida e a marca não repete as peças que manda. Eu mandei e-mail para empresa e movi o mundo. Tanto fiz que eles conseguiram a saia para mim. 

Chegou a minha saia na loja, e claro que eu a comprei.

Mas confesso que achei ela mais bonita na foto. Ficou linda em mim, mas na foto ela parecia de um material mais gosso, e na realidade ela é de malha, e o caimento fica outro. Mas ficou linda também.

E agora eu tenho uma saia longa nova....mais uma. Agora chega, né?

Eu sei que já disse isso antes, mas o que eu posso fazer se me apaixono? Aliás me apaixono fácil de mais!

Um fim de semana exagerado

Eu tive um fim de semana exagerado em todos os sentidos. Até mesmo na duração dele. Credo. Mas vou contar como foi. 

Fui na nutri quinta, e recebi os parabéns! Emagreci a mesma quantidade que na semana anterior. E pela conversa que tive que a Jú, acho que já estava na casa dos 70.....tipo 79 e alguma coisa. Saí de lá prometendo me comportar no fim de semana. 

Aí chegou a sexta. Tive um churrasco com uns amigos do meu marido. 


E me comportei super bem. Usei uma roupa que não usava faz tempo, mas a tal roupa (uma calça pantalona e uma blusa tomara que caia) finalmente tinha tinha caído bem em mim. Então fui me achando a última bolachinha do pacote. E não tô falando daquela bolacha toda esfarelada. Tô falando da última e perfeita bolacha que você come quase que com um sentimento de "adeus coisa boa". Imagina, eu amo a minha calça pantalona, e não a estava usando porque não tava ficando legal. Mas na sexta eu a levei para passear. 


E meu look foi bem pareciso com esse, só a blusinha que era preta.

Eu como eu disse antes, me comportei maravilhosamente bem. 

Aí chegou o sábado. Eu passei quase toda semana preparando o aniversário da vó e do meu sogro, que foi comemorado juntos. Foi um churrasco no final da tarde, eu eu cuidei de toda decoração. Costurei as toalhas, fiz pinturas em caixinhas de MDF, prepatei uma mesa de café (porque eles adoram tomar um cafézinho depois da comilança). E no sábado tinha um monte de coisa ainda para ser feita. Eu quase não tive tempo de comer. Mas tudo ficou pronto, e festa foi um sucesso. Reunimos a família e alguns amigos e fizemos um churrasco para lá de estiloso. 


E quando fui me arrumar para festa, eu fiquei me achando mais um pouquinho. Porque usei uma roupa que já tinha usado antes, mas desta vez ficou muitooooo melhor. O estilo foi este aqui:


Não foi bem assim, a blusa e o cinto foram diferentes, mas o estilo foi esse.

Não sei vocês, mas eu fico em êxtase quando coloco uma roupa e ela fica perfeita porque o seu corpo já está bem melhor do que era antes. Eu gosto tanto de moda, que acho que quero emagrecer principalmente para poder ficar linda em tudo que é tipo de roupa. Então, neste dia (apesar de estar há uns 5 quilos da minha meta) eu já estava me sentindo "a magra". E isso é um perigo!

Mas eu me comportei, foi o meu dia de luxo e eu comi o bolo e os docinhos, mas tudo na moderação. 

Então até aí o meu fim de semana foi perfeito. Mas chegou o domingo, tinha que chegar o domingo. De manhã, ficamos de papo com os vizinhos, e acabamos na piscina da casa deles. Um calor de matar, e fomos nos refrescar na piscina. Tá, não tô com tudo para ficar usando biquini por aí, mas tudo bem. 


Coloquei meu biquini, e ficamos (eu e me marido) de papo na piscina, acabou que almoçamos por lá, um strognof de camarão maravilhoso. Quando cheguei em casa, foi tomar banho e ir para o show. Mas piscina cansa. E cansa muito. Chegamos na casa da minha sogra, para buscar minha cunhada, e me deparei com os docinhos da festa do dia anterior. Imagina, só tinha tomado café e almoçado, não comi nada mais. E já eram quase 18hs, eu ia pro show e não ia comer o sanduba e nem jantar. Me achei no direito (e aquela sensação de "já estou magra" ecoando na minha cabeça) de comer uns docinhos do aniversário anterior. E comi. E fiz a besteira de comer. Porque é assim que eu entro no circulo vicioso do "já que". Comi uns docinhos (não muitos) e fui para o show


Dancei que me acabei depois de esperar 6 horas em pé. Saí de lá morrendo de fome. Só que isso já era perto da meia noite. E "já que" tinha comido os docinhos, "já que" tinha queimado calorias no show, "já que" tava morrendo de fome.....eu e meu marido passamos no Drive do Mc, e eu comi um Mc chicken jr e roubei metade das batatas do meu marido. Isso às 00:30, pouco antes de ir dormir para meu corpo acumular tudo na barriga em forma de pneu. Já começou a desandar aí. Mas isso foi só o começo.

Fui dormir mesmo eram quase 2 da madrugada, e no dia seguinte nem fui para aula. Acordei às 11hs da manhã e com uma preguiça maior que o mundo.


Eu tinha a casa toda para limpar ainda com a sujeira da festa do sábado. Das coisas que fiz e não tinha arrumado no domingo. Eu estava super cansada, super sem energia, e no meio da arrumalção do dia, descobri na geladeira uns mouse de limão que esqueci em casa, que fiz para festa. Eu levei os mouses, mas não todos, alguns ficaram perdidos no fundo da geladeira. E entrou aqueles pensamentos do "já que". E juntou o "já que" preciso de energia....o resultado foi: comi uns mouse de limão. Falo "uns" porque eles estavam separados em potinhos bem pequenos, e claro que eu não comi um só. A minha sorte é que tinha poucos.Mas aí entra os "já que" e todo o dia fica comprometido.


E no dia seguinte - na terça (ontem)- eu achei a massa dos cupcakes de chocolate que fiz para festa e que sobrou. Droga! Cheguei da aula super animada e morrendo de fome. Fazendo uma massa para eu almoçar, e acho o tal bolinho...."ja que".....comi o bolinho. E com isso o meu dia fica sem horários e as porções ficam maiores do que deveria ser. Quando percebi, no final da tarde, que com essa coisa de "já que" eu estava jogando fora todo o meu mês de esforço. Porque é assim, em uma semana a gente recupera o que conquistou em 1 mês, e na hora de voltar para linha, levamos mais 1 mês para eliminar aquilo que acumulamos em 1 semana. Então, no final das contas, perdemos 2 meses. Era isso que eu tava jogando fora nesses 3 dias de surto. Falo surto porque ainda chegou a TPM, aí, imagina só onde eu ia parar. Eu estava perdendo 2 meses da minha vida. Isso se eu já não perdi. Porque como a minha balança foi confiscada pela nutri, não faço idéia do tamanho do prejuízo. 

Enfim, ontem mesmo eu voltei para linha, rezando para ter voltado a tempo. A resultado de todo esse meu desleixo só vou saber amanhã, na nutri. Mas acho que nesta semana não vou ter emagreciso nada. Aliás vou ficar contente se não tiver engordado. Mas não tô preocupada com isso. Não quero pensar nisso. Vou fazer tudo certo e pensar no que posso produzir para semana que vem. Mas a minha meta de 77,5kg até o natal, foi para o espaço. 

É trite toda essa história, mas que bom que voltei para minha vida saudável.


É claro que preferia ter deixado para amnhã, é claro que preferia ter passado mais um dia, ou vários, comedo sobremesa. Mas um dia eu preciso voltar para RA, se quero ser magra, um dia tenho que voltar. E o quanto antes eu voltasse, menos eu iria sofrer no processo, menos tempo ele ira levar, e mais feliz eu iria ficar. Porque nesses dias eu estava insuportavelmente chata e mal humorada. A RA me faz feliz. Então voltei. E nem esperei o dia seguinte. Voltei ontem mesmo. E hoje, apesar de estar louca por um doce (é assim mesmo, quanto mais comemos, mais queremos comer) hoje passei o dia firme e forte. Daqui uns dias o corpo se acostuma de novo com a vida saudável e fica tudo fácil. 

Mas daqui a pouco é natal, é ano novo....e a minha meta é me comportar nas festas de fim de ano. Essa é minha meta atual: passar as 3 próximas semanas perfeitamente saudável. Depois disso entra 2013, novas esperanças, novos objetivos, e eu tenho um ano inteiro para mudar a minha vida. E vou usar só 1/4 dele para chegar na minha meta. Vou usar 2013 assim: 1/4 para chegar na minha meta e 3/4 para ensinar o meu corpo a se manter na meta. Depois disso entra novos objetivos de vida: se mãe e coisa e tal. Até lá, é viver cada dia da melhor forma possível!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...