quinta-feira, 18 de abril de 2013

Programando a dieta

Bom, fazer dieta não é fácil, mas tem épocas que estamos determinadas e isso faz toda a diferença. O que não é o meu caso. Não este memonto. E quando estamos desmotivadas, tudo é motivo para jogar tudo pro alto na primeira oportunidade. Então...não podemos deixar essas oportunidades aparecerem. Devemos lutar contra o imprevisto. 

Então ontem eu conversei com meu marido. E disse a ele que preciso programar mais a minha vida, e principalmente as refeições. E ele me disse: "que coisa chata, ter que programar tudo e não deixar as coisas acontecerem". E ele tem razão. É mesmo muito chato. Mas é do que eu preciso neste exato momento. Porque - eu já disse isso - se eu deixo para resolver de supetão, eu opto sempre pela coisa errada. Porque quando é assim, de surpresa, eu em primeiro lugar ouço aquela voz que diz "ahhhhh, quer saber, vamos de pizza".E para eu não obedecer essa voz, eu tenho que pensar muito, tenho que me convencer, tenho que fazer uma combinação comigo mesma. Quase que uma promessa. E não dá pra fazer isso de supetão.

É claro que nunca que vou conseguir programar 100% da minha alimentação. Mas se eu colocar isso como meta, talvez eu consiga programar aí uns 90%, e com isso, pode ser que eu tenha boas decisões nos 10% não programados, só para não estragar tudo. 

Então é isso que eu vou tentar!


Vou começar a semana já com tudo programado. E vou fazer as compras no mercado em cima da minha programação, e para os imprevistos, bom, terei sempre uma sopinha sem carboidrato congelada, bife de frango congelados individualmente, e salada pronta na geladeira.

Acho que isso vai ajudar muito. Porque na hora de comer, não terei que pensar no que vou comer. Se eu penso muito no que vou comer, se me permito pensar "no que será que posso comer agora?" a primeira opção que aparece sempre tem mais de 1.000 calorias. E é isso que quero evitar.


Já vou ter tudo escolhido e separado.

Se isso vai durar para sempre, eu não sei. Se um dia as coisas vão melhorar, eu não sei. Se um dia eu farei escolher boas no impulso, eu não sei. Mas não quero me preocupar com o amanhã. Quero me preocupar com o agora. Preciso me concentrar no que eu preciso agora. Viver um dia de cada vez e a cada dia fazer o que for preciso.

Quando a gente vê fotos no google sobre dieta, as mulheres parecem tão felizes e parece ser tão divertido. Mas a realidade é outra. Deixar aquele pedaço de bolo de chocolate pra lá, não é fácil. Mas uma coisa que todas nós sabemos é: vale muito a pena.

4 comentários:

  1. Boa sorte gata...vai com fé...eu sei o quanto é duro mesmo,já pesei 92 kilos,agora estou com 68,tenho 1.62 de altura,e quero perder 10 kilos,mas o que me mata são os horários das refeiçoes,as vezes só como a noite,trabalho e estudo o dia todo,que não tenho tempo nem pra mim,quase diariamente chego as 11 horas e vou jantar,aí chego faminta e já viu,como comida mesmo,as vezes super calóricas e vou dormir,quero mudar minha rotina alimentar,está horrível..to ficando doente por causa disso...
    Bjinhos flor...fica com Deus e boa sortee!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, imagino como deve ser pra você. Jantar às 11 da noite.....olha, se você conseguir mudar isso vai até conseguir dormir melhor. Sorte pra vc também!!!!

      Excluir
  2. É isso aí!!! Vou aderir sua idéia, gostei!!!!!!!
    Bjosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo para não se dar a chance de pensar em comer o que não está na dieta.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...