quarta-feira, 19 de junho de 2013

1 ano de nutri

Ontem eu fui na nutri. Meu dia de ir às consultas é nas quintas. Mas é que ontem foi um dia especial. Ontem fez 1 ano que fui na nutri pela primeira vez.


Parabéns pra gente.....ou nem tanto assim. Na verdade esse ano foi um desastre. Por minha culpa, é claro, que fiz tudo errado, que fiz tudo o oposto do que a Jú me aconselhava. Ter uma nutricionista é um investimento alto, ainda mais se você não vai obedecer. Eu sei. Mas vou me dar mais um ano de presente. Quero dizer, quero mesmo é me dar o resto da vida de presente, com acompanhamento nutricional. Mesmo porque isso é pra vida toda. Mas não posso passar o resto da vida indo à nutri e não fazendo o que precisa ser feito. Eu vou dar mais um ano de presente pra mim, para que eu mude essas minhas atitudes destrutivas e consiga fazer o que precisa ser feito. E, Dona Fernanda, se neste ano você não mudar, desista de tudo e vai vier gorda que nem uma porca, porque não aguento mais esses altos e baixos.

Vamos aos números vergonhosos do último ano:

Em 18/06/2012 eu cheguei na nutri com 84,5kgr
Em 18/06/2913 eu estava com 89 kgr

Ohhhhh, mas não foi tipo um aumento gradativo em 1 ano, foi tipo: neste ano eu estive com 82, 84, 81, 80, 83, 87......89 e todos os número imagináveis entre 80 e 89.

Só para efeito de registro, me dei ao trabalho de fazer um gráfico:


Quando eu falo que estou cansada dos altos e baixos....é literalmente.

Eu sei que agora é esquecer o passado e seguir em frente. Mas, pessoalmente, eu não concordo com essa coisa de esquecer o passado. Porque eu preciso lembrar dele. Preciso lembrar do que acontece quando não levo a dieta a sério. Não posso esquecer que tudo o que vou fazer de agora em diante, se tivesse feito há 1 ano, já estaria na minha meta. Não posso esquecer que agora eu preciso levar à sério, porque eu já levei tudo na brincadeira e, definitivamente, não deu certo.

Mas uma coisa é inevitável: aceitar isso como um novo ponto de partida.

E que ponto de partida mais horroroso. Mas é o que eu tenho: 89 kgr.


Só de pensar que na festa da empresa do meu marido, em 5 de abril (há um pouco mais de 2 meses) eu estava com 81,5kgr. Depois da dieta do sofrimento e dos lasix. E agora com quase 10 quilos a mais......quase 10 quilos.......não dá pra querer. 

E por mais que nisso tudo simplesmente conseguir manter já seria uma vitória, estou mesmo pesando em voar mais alto. Estou pensando em traçar metas apertadas para que eu me obrigue a ficar na linha. Tá, eu entendo que já estou encarando a vida como um grande problema para querer me dar outro, mas é o que vou fazer. Traçar uma meta de 1 quilo por semana. Eu sei que nem sempre isso é alcançado, mas também sei que às vezes vai além disso. Mas neste momento, tentar simplesmente não engordar é se acomodar de mais. Eu ainda tenho metade do ano e vou aproveitá-lo.

Me darei uma meta de um pouco mais de 3 meses, tentando emagrecer 1 quilo por semana. Mas sabendo que se as metas não forem batidas com perfeição, ainda terei mais 3 meses antes do ano terminar para que tudo seja plenamente alcançado. 

Mas por enquanto, essas serão as minhas metas:


E por mais que emagrecer não seja meu único objetivo de vida, vou tentar - de alguma forma - focar nisso. Pelo menos nisso. E vamos ver o que eu consigo fazer em 3 meses. A meta é 74 kg.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...