sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Faça seu próprio iogurte natural

Por uma dica de uma amiga do face (a Eli Ra), e seguindo a minha onda natureba,  esta semana fiz meu próprio iogurte natural. Meninas eu nunca coloco uma receita aqui sem antes testar. Eu testei e ficou ótimo. 


Mas antes que me perguntem, deixa eu explicar: não é o iogurte grego. Iogurte grego é uma coisa, o natural é outra. O grego é cheio de açúcar e gordura, por isso faz tanto sucesso. O natural é aquele mais firme e azedinho. 

Dito isso....vamos à receita:

Você vai precisar:
- 500 ml de leite integral
- 1 colher de sopa de iogurte natural pronto
- 2 colheres de sopa de leite em pó (opcional)

Tá, a receita é muito simples mesmo, mas tem um monte de coisinha para explicar. 

Para o primeiro iogurte que você vai fazer, precisa ter um pronto. Desses comprados. Tem de várias marcas.


Mas os próximos, você já usa o próprio iogurte que você fez. E não vai mais precisar comprar. Ou seja, fica um iogurte super barato. 

Eu usei leite integral porque acho que a gordura ajuda no processo. Dizem que se fizer com o leite desnatado o iogurte fica bem sem graça. Mas eu não sei. O meu, eu fiz com leite integral. E eu coloquei as 2 colheres de leite em pó, mas quem não quiser, não precisa. Usa só o leite e o iogurte.

Outra coisa, o iogurte é só 1 colher mesmo. Se não ele fica muito ácido. 

Vamos lá pra o modo de fazer:

Pegue uma garrafa térmica de metal (que não pode ter gosto de café e nem de chá. Tem que ser uma que não tenha gosto de nada):


E foi ela que usei de "iogurteira".

Esquente metade do volume de leite (250ml). Não é necessário ferver completamente, o ponto é quando aparecer os primeiros sinais de “bolhas” de fervura. Junte o leite quente a outra metade, mexa. Teste a temperatura, experimente o leite no lábio. Você deve suportar o calor do leite, caso esteja muito quente deixe ficar morno. Pense....se você não suportar, o fermento lácteo do iogurte também não irá.

Acrescente, se quiser, as 2 colheres de leite em pó e mexa bem. Então, acrescente 1  colher do iogurte e mexa bem. Transfira para a garrafa térmica e feche bem. Deixar fechada com todas as tampas por 3 horas em temperatura ambiente, então, retire a tampa interna de vedação e deixar apenas com a tampa externa. E levar para geladeira. O leite irá esfriar lentamente, e se transformará no iogurte.

Deixe de um dia pro outro e passe o iogurte para o recipiente que quiser.  O aconselhável é usar até 1 semana. 

Quem quiser ver o site de onde tirei a receita, clique aqui.

Com esse iogurte dá pra fazer um monte de coisa, dá pra fazer receitas (veja aqui a receita de torta de frango), ou comer ele com frutas, ou mesmo bater ele com uma fruta para adicionar mais sabor. 


Eu calculei mais ou menos as calorias dele, e a cada 100ml tem umas 64. 



Em termos de calorias, ele tem uma certa diferença do Molico firme da Nestlé que só tem 65 calorias o pote de 160 gramas. Desse que fiz terei que comer menos. Mas ele não tem adição de adoçante e nem de conservantes. Ou seja, um pouco mais saudável. Mas comparado com o iogurte natural tradicional, que 170 gramas tem 126 calorias, o feito em casa é melhor. 

Eu fiz e adorei!!! E quem fizer, depois me diz o que achou!

6 comentários:

  1. Obrigada pela receita. Em outra época, eu fazia iogurte em casa. A receita era parecida, mas não tinha tantos detalhes. Essa parece bem melhor e mais completa. Tem tudo para ficar bom. Também acho legal misturar com frutas e criar novos sabores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiz e super adorei...recomendo!
      Depois me fala como ficou!

      Excluir
  2. Amooore, oi!
    Eu faço iogurte em casa há milênios e sempre faço com leite desnatado (ou semi, ás vezes). Fica super bom com o desnatado e a textura dele depende do iogurte base que vc usar (compro os mais durinhos para fazer) e preparo já 2 litros de leite com 1 copinho de iogurte. Não refaço, sempre compro 1 copinho a cada 10 dias para manter a textura durinha de que gosto, senão ele vai "amolecendo". Bom, gostoso, barato, fácil, saudável, cansei rsrsrs
    Beijos no Coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Priscila, ótima dica. Da próxima vez eu vou fazer então com leite desnatado e ver como fica......valeu mesmo. Bjs

      Excluir
  3. Eu não vou poder testar pois tenho intolerância à lactose e o negócio me deixa igual baiacu! Mas acho muito legal esse lance de fazer a própria comida, participar do processo, saber de onde veio tudo!

    Não se importe com calorias e afins, é comida de verdade, comida saudável e foi você quem fez! Quer coisa melhor que isso?

    Beijos!


    OBS: vi um comentário na postagem anterior, sobre o livro do Michael Pollan. Eu tenho, já li e super recomendo. É maravilhoso! Eu tenho o "Em Defesa da Comida" e estou doida pra comprar "O dilema do onívoro".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou recebendo várias sugestões de livros, e estou pra dizer que estou super a fim de ler todos. Mas o próximo será A Dieta da Beleza, que já está comprado. Mas devo confessar que esse último, O Dilema do Onívoro.....me deu medo. Eu tenho medo de ler essas coisas e não conseguir comer mais nada....mas enfim, tá anotado também, quem sabe lendo os outros antes, eu crio coragem :D

      Valeu pela dica!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...