quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Por quê?

Outro dia estava eu deitada na cama, tentando dormir. Coisa que, às vezes, eu não consigo fazer. 


Provavelmente por que meu corpo não estava querendo ir se deitar. Mas quando são 23:30, você já comeu todo o seu cardápio do dia, e a fome começa a querer aparecer, bom, você percebe que, definitivamente, tá na hora de ir dormir. 

Não sei se foi o cansaço, o desanimo (que ainda sinto) ou a fome. Mas eu pensei numa barra de chocolate. E não em qualquer uma. Mas na pior delas: chocolate branco. 

E eu me lembrei da minha antiga vida. Que eu comprava 1 barra de chocolate, 1 pacote de biscoito recheado, 1 pacote de chips e 1 pacote de amendoim. Tinha algumas variações, mas basicamente era isso. Eu ia no mercadinho e fazia meu rancho compulsivo. Sentava em frente a TV e comia tudo de uma só vez, alternando entre doce e salgado. Essa era a minha vida. Não é a toa que sou gorda. E naquele momento eu era feliz. Claro, 10 minutos depois estava me odiando, infeliz, chorando.....mas no momento em que eu comia, eu era feliz. 

E ali, deitada na cama, recordando isso tudo, eu pensei: Por quê?

Aí vocês vibram e dizem: isso mesmo, por que comer tanta coisa? É assim mesmo, é isso que você tem que se perguntar. 

Mas não foi o caso. Como sabem, ando desanimada. E a pergunta que me fiz foi: por que não posso sentar em frente a TV e comer uma barra todinha de chocolate branco? Sim, 200 gramas de pura gordura e açúcar, eu sei. Mas por quê?


Ahhhhh, lembrei na hora do livro que estou lendo, e pensei: é verdade, sou uma viciada em açúcar. O açúcar libera uma coisa lá no cérebro que me dá uma felicidade instantânea, e é isso que eu estou querendo neste minuto. A felicidade fácil.

Mas por quê? Por que não posso ter a felicidade fácil? Por que não posso sentar em frente a TV e comer uma barra todinha de chocolate? Por quê?

Eu sei, o meu corpo tá pedindo açúcar, porque isso o faz se sentir bem. Mas por que não posso dar?

Ahhh, o livro...é uma felicidade ilusória, temporária....mas por que não posso me entregar de cabeça a uma felicidade ilusória e temporária? Por que não posso ser feliz devorando chocolate. Por quê?

Que chato esse monte de porquê. Eu sei. Mas naquela noite, foi assim que me senti, sendo chateada por um monte de porquê.

E aqui sinto a necessidade de fazer uma observação. Por que algumas de vocês podem pensar: vai, come um pouquinho de chocolate para passar essa vontade e deu. Não. O que está em jogo aqui não é um pouquinho de chocolate. Não quero uma fileirinha de chocolate. Quero um chocolate inteiro. Hoje e amanhã. E depois de amanhã. Todos os dias. 

E como sabem, adoro usar a moda para me inspirar. E como nada estava me inspirando neste momento, eu comecei a pensar em todas as roupas linda que eu queria usar. Algumas em meu guarda-roupa, outras ainda nas lojas esperando que eu fosse buscá-las. Comecei a pensar em todas as roupas lindas que eu queria usar.




Mas a Adora estava terrível naquela noite. Conhecem a Adora? Se não a conhecem, clique aqui para conhecê-la. A Adora estava terrível. Então eu me perguntei: Por quê? Por que roupas lindas te fazem tão feliz? Por que abrir mão de comer chocolate TODOS os dias, para usar uma roupa linda de vez em quando? Vale a pena? Não, não vale a pena - respondia a Adora. 

Mas eu continuava, lutando, me imaginando nas roupas lindas......e a Adora ecoava: eu prefiro chocolate. 

Naquele dia, não foi fácil dormir. E apesar de usar parte da noite para tentar chegar a algum consenso, eu não acheguei a lugar nenhum. Não consegui me convencer do porquê não poderia devorar metade do estoque do mercadinho em uma única tarde. Por que não poderia me entregar a essa felicidade, por mais efêmera que ela fosse.

For assim que peguei no sono. Travando uma batalha entre She Ra e Adora. E na manhã seguinte, ainda ouvindo todas as argumentações da Adora na minha cabeça, fiz a única coisa que realmente poderia ser feita naquele momento: acordei, tomei um banho e continuei seguindo a minha dieta. 


Não, eu não consegui me convencer a não comer o chocolate. Mas desistir da minha dieta não é uma opção. E apesar de não saber - por enquanto - por que não posso avacalhar com tudo, eu não vou avacalhar. 

E hoje, com a cabeça mais tranquila, apesar de ainda estar cheia de dúvidas, eu percebo uma coisa: a questão é que eu sempre avacalho com minhas dietas. Sempre. Sempre como algo que não deveria. Mas na ultimas duas semanas, eu estou seguindo firme e forte. Fazem apenas 2 semanas que eu não faço nada além do que eu realmente deveria fazer (considerando que o lixo faz parte da dieta). 

Isso que eu senti naquela noite foi abstinência. E é também por isso que estou desanimada. Desintoxicar o organismo não é algo fácil. O meu corpo está reclamando. Está querendo açúcar e todo aquele sentimento que o doce provoca. E neste momento, para meu corpo, não há vestido lindo que justifique, não há verão chegando que o faça pensar. Ele só quer um pouco de açúcar. 

Mas eu não dei. Faltam 10 semanas para a virada do ano. E ainda estou a 13 quilos do que eu queria estar. E 10 semanas e 13 quilos são coisas que parecem não combinar. E isso me deixa - também - desanimada. Mas eu sei que afogar as minha mágoas no chocolate não vai resolver. Não vai. E apesar de eu querer muito, provavelmente não estarei no auge da perfeição quando 2014 entrar. Mas uma coisa eu garanto, e é por isso que não sucumbi ao chocolate: estarei muito melhor do que estou hoje.

8 comentários:

  1. Conflitos pessoais existem, e é exatamente o que você falo, abstinência, vício por comida é igual vício por droga, exatamente a mesma coisa, você não da ao corpo ele reclama, e acredite ele tem e usa de artifícios para conseguir o que quer. Mas mostre pra ele que você é forte! E que você não faz a vontade dele e sim ele faz a sua vontade! Beijos amiga e saiba que estamos aqui viu :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Joyce. Valeu mesmo. Essa coisa de ser forte em relação a comida, para mim, é algo novo. Estou aprendendo a trilhar este caminho. Mas vou seguir em frente.

      bjs

      Excluir
  2. She! Eu já me peguei falando assim: "Quero correr treinar pra correr uma maratona só pra poder comer chocolate todo dia!" ... Que absurdo pensar assim! Querer aumentar o gasto calórico de tal forma que possa comer chocolate sem culpa...
    Seus posts tem me ajudado a reconhecer e eliminar comportamentos compulsivos e viciosos!
    Obrigada! Estamos juntas firmes e fortes!!
    Melhores que ontem!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhh Guria, este é o meu sonho...kkkkkkkkkk
      Coisa de gordo, né, eu sei. Mas já me peguei pensando assim: Se eu ganho na loteria ( e não preciso fazer nada da minha vida) eu malharia a manhã inteira, só para poder comer mais no decorrer do dia.....imagina, coisa de gordo mesmo isso. E vc não é a única. Eu também penso assim.....mas o problema é que o chocolate branco, por exemplo, que nem cacau vai, leva é manteiga de cacau, mesmo que vc malhe muito, se exagerar nele, pode ser prejudicial, não somente te dar uma fome descontrolável por açúcar, mas também a questão de colesterol e tudo mais. Tem coisas que não adianta, não é saudável de jeito nenhum. Mesmo que eu malhe 4 horas por dia, não dá pra almoçar batata frita todos os dias. Infelizmente.

      Outro dia no The Biggest Loser, tinha uma participante que passou 2 semana manipulando o jogo. Em uma emgordou 500 gramas e na outra emagreceu 500 gramas. Os treinadores ficaram furiosos. E um deles disse: "pra você malhar do jeito de malha e só emagrecer 500 gramas por dia você precisa consumir o quê? 7.000 calorias por dia?"

      7.000 calorias por dia. Nem preciso dizer no que pensei, né? Mas eu digo....."é isso aí que eu queria fazer"......kkkkkkkkk

      O que precisamos mesmo é nos libertar da alma gorda!

      Excluir
  3. Continuando...

    E aí eu como um chocolate, coloco minha insulina lá nas alturas, que varre a glicose e que me deixa com vontade de MAIS, MAIS MAIS! Cansa isso. Sério.

    Quando resolvi diminuir os carbos, tive tanta crise de abstinência que a única coisa que justificava tanto sofrimento foi o pensamento insistente de que do jeito que estava era ruim, mas poderia piorar se eu voltasse aos velhos hábitos. E assim foi. E assim ainda é!

    Acha que me livrei dos doces que destroem minha dieta? NÃO! Pelo simples fato de, um dia, no aniversário da minha irmã (em 20/07!!!!) eu comi doces, e depois disso não consegui mais parar!

    Vício. É isso mesmo. Vicia como só Deus sabe como. Depois fazem campanha anti-cigarro, anti não sei o que, mas deveriam nos alertar sobre o perigo escondido no açúcar e todas as suas ligações neurais que nos fazem querer, querer e querer.

    Mas quer saber? TU É GUERREIRA! Parabéns por ter resistido! Não, isso não vai aliviar sua angústia e a saudade pelo doce viciante, mas acredite: um dia vai passar. Tem que passar... É só a desintoxicação do corpo viciado em coisas que não faz bem a ele.

    E uma diquinha: uma omelete na manteiga, com brócolis, cebola e tomate, lá pelas 8 da noite, vai te deixar satisfeita até lá pelas 7 da manhã do dia seguinte. É garantido! rsrsrsrs

    Beijos e PARABÉNS por resistir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mi. Valeu mesmo pela força. Quando tenho tanto apoio assim parece mesmo que tudo vale a pena.

      Sobre o omelete, é uma das minhas opções de janta. Não é a única, porque eu nem gosto tanto de ovo (na verdade não gosto muito da gema, pois é, a gema). Mas pelo menos 1 ou 2 vezes na semana, a minha janta é um belo omelete. E o meu é assim mesmo, cheio de coisa verde.

      Agora sobre o chocolate....é bem por aí, porque mesmo estando há um tempo sem comer chocolate, depois que come o primeiro, e você lembra de tudo o que estava tentando esquecer, e quer mais, mais e mais........eu vou ter que dar um jeito nisso. Penso seriamente em abolir o chocolate branco e ao leite. Quando comer, ficar com aqueles 70% cacau, que não são tão doces e ainda fazem bem.

      Mas para isso, eu preciso me esquecer o quanto é bom um belo Opereta em frente à TV....

      bjsbjs

      Excluir
  4. Amiga, adorei seu blog. Me identifiquei com vc. Adorei como vc escreve. continue, preciso me motivar com a sua caminhada e começar a minha. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tão bom receber elogios......e é melhor ainda saber que o que eu escrevo motiva outras pessoas. Obrigada, valeu mesmo!

      E volte sempre :D

      bjsbjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...