segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Churrasco com amigos

Sábado teve um churrasco na casa de um colega de trabalho do meu marido. Aliás, este foi meu lixo. 


Enfim, o churrasco era só pra gente. Eu, meu marido, e os anfitriões da casa. E foi bem legal. 

Mas nem preciso dizer que quase surtei quando meu marido disse que tínhamos sido convidados para um churrasco na casa de fulano-de-tal. Sim, eu devo confessar, os amigos de trabalho do meu marido são sempre um tabu pra mim. Eu tô sempre neurótica com isso. 

Há um tempo, eu vi uma foto no face e um encontro entre 3 dos colegas de trabalho do meu marido com as respectivas esposas. Na época, eu com 93 quilos, quase surtei. Porque percebi que o fim do ano estava próximo, e era inevitável: daqui a pouco vão inventar de fazer algo e vão me chamar. E nesse encontro que vi as fotos, não me chamaram por um milagre. 

A tal foto chegou a me dar calafrios. Eu decidi, então, que quando me convidassem para algo, eu estaria pronta. Chega dessa história de entrar em dietas emergenciais porque fui convidada para um evento com os colegas de trabalho do meu marido. Chega.

Tá, mas por que este tabu com os tais colegas de trabalho?

Há muito tempo, quando o meu casamento entrou em crise, alguns colegas de trabalho dele bem que fizeram força para a gente se separar. O tempo passou, os problemas se resolveram, mas a mágoa ficou. Eu sei que já tinha que ter superado isso, porque agora eles são minoria no grupo. Outras pessoas entraram na empresa, e esses tais chegam a ser insignificantes. Mas, como eu disse, a mágoa ficou. E, por uma questão de orgulho, eu faço questão de me sentir plenamente segura perto deles. E mulher é assim, só tá segura quando se sente linda.

Então, nesta semana fui convidada para um churrasco na casa de um colega que entrou a pouco tempo na empresa - ou seja, não fez parte dessa história em época de crise. Mas, mesmo assim, eu queria muito estar na minha meta, plenamente linda e feliz. Mas realmente não deu. É claro que meus atuais 87 quilos são bem melhores que os antigos 93. Mas eu sou mulher, e como toda mulher, eu queria era mais.....

O jeito foi investir em um look lindo, que disfarçasse tudo o que eu não gosto em mim e caprichar no visual para que ele enxerguem só as coisas boas. E eu fui mais ou menos assim:


Deu certo. O churrasco foi ótimo, eu me senti bem, e tudo foi (quase) perfeito.

Mas chega, né? Até eu estou me cansando disso. Sempre a mesma história. Da próxima vez quero estar maravilhosa. E não para os colegas de trabalho do meu marido. Mas para mim. Para eu me sentir do jeito que toda mulher merece se sentir: fabulosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...