terça-feira, 19 de novembro de 2013

Minha meta

Uma coisa angustiante - pelo menos para mim - neste processo de emagrecimento é não saber qual meu peso ideal. Na adolescência eu sonhava com 68 quilos para os meus 1,78m. Eu nunca cheguei a isso. O máximo que consegui chegar perto disso foram 72. E eu estava bem magra nesta época. Então 72 virou a minha meta. Mas sendo um pouco realista, talvez eu estivesse magra de mais naquela época com 72. Então por fim minha meta virou 74. 

E eu persegui tanto esses 74 que eu não percebi que quando eu estava com 76, eu já estava muito bem. Eu já disse isso antes, eu sei, em um post que fiz para responder um comentário da minha amiga Mi.

E agora eu percebo que talvez a minha meta seja 78....mas espera. São 10 quilos a mais da minha primeira meta lá na juventude. E isso me deixa um tanto atônita. Quase que sem chão....mas deixa eu explicar. 

Primeira coisa: por que é tão importante traçar uma meta? não pode simplesmente ir até onde você se sentir bem?

Apesar de tentar me livrar da balança, e saber que não sou um número, foram anos e anos perseguindo um número. E estou pra dizer que não é fácil se livrar dessa mania. Estou tentando, é verdade, mas ainda não consegui. Então, se eu deixar por minha conta no sentido de "vai até quando você se sentir bem" eu vou parar nos 70. Sério mesmo. Eu vou querer sempre mais, querer estar sempre melhor - melhor na minha ideia distorcida - e isso não vai dar certo. Porque quando eu estiver com 76 vou achar um monte de defeito e vou tentar lidar com os defeitos da única maneira que sei: tentando emagrecer. 


Por isso sempre tento ter um plano, e seguir ele. Agora eu consigo ver de longe o que eu não consigo ver quando estou na situação. Mas este processo de: qual é meu peso ideal? É muito desgastante. 

Então vamos às fotos. De novo.

Eu com 76 quilos:


Não acho que já estou bem assim. Ainda estou barriguda. Mas é o que eu digo, neste momento eu não precisava emagrecer mais. Precisava ir para musculação para modelar.

Só que eu vasculhando as minhas fotos, achei umas outras fotos, eu também com 76 quilos. E olha a diferença de uma pra outra. 


Não sei se você conseguem ver a diferença que parece ser sutil. Mas apesar de eu estar com o mesmo peso nas duas fotos, na segunda eu estou mais magra que na primeira. E estou quase que magra de mais. Passado a linha. Eu sou alta, tenho ombros largos, que a realidade é: eu fico ossuda com facilidade. Fica com uma barriga enorme, coxas grossas de mais, mas o peito e os braços ficam estranhamente ossudos. 

E eu tenho que ter esse cuidado, porque é uma coisa que, quando eu estou ossuda, eu não consigo reparar isso. Eu só olho a barriga protuberante e as coxas grossas. Mas todo o resto repara. Alias todo o resto até tenta me avisar, mas eu finjo que nem estou ouvindo. Aí vocês podem me dizer: impressão sua. Se nas duas fotos você está com 76, como é que você pode estar mais magra?

Eu explico:

Olha esta tabela. Fui procurar nos meus registros. E achei isso. 

Na primeira foto eu estava com 76 quilos, e o meu percentual de gordura estava em 26,20%. E na segunda foto eu estava com 76, mas meu percentual estava mais baixo. Não sei com quanto eu estava, porque não tenho registrado. Dias antes, com 78 eu já estava com o mesmo percentual de gordura que eu estava com 76. Ou seja, eu devia estar com uns 25% pelo menos. Apesar de eu estar numericamente com o mesmo peso, eu estava mais magra na segunda foto.

Eu não quero estar mais magra que nesta segunda foto. Não mesmo. Então a minha meta será mais ou  menos assim: 76 quilos ou 25%. O que chegar antes. E essa porcentagem é da minha médica, a Dra. Débora. Porque a % calculada pela nutri é diferente e então não a poderei usar como base.

Só que eu tenho uma outra meta ainda: entrar no vestido preto ali de cima, da festa. O modelo é mais ou menos esse:


Eu quero entrar nele, mas sem ele estar esturricado na barriga. Quero que ele caia perfeitamente. E então, com o vestido entrando em mim eu vou para com a neura quanto a emagrecer, e vou para musculação. E então vou focar na minha meta numérica de 76 quilos ou 25% de gordura. O que vier antes. 

Essas coisas - são muitas informações - eu ainda estou trabalhando na mente. Mas eu preciso. Preciso ter um foco. Que me mantenha na realidade e não me faça passar do ponto. Vai levar um tempo para eu assimilar tudo isso, mas eu já descobri até onde eu quero ir, e isso já é alguma coisa. Agora é focar no que eu quero e batalhar por resultados. Vamos nessa!!!!

6 comentários:

  1. Obrigada por me citar no seu post! E fico muito, muito feliz por meu comentário ter sido tão bem interpretado por você, pois fiquei realmente com medo de ter sido "atrevida" demais...

    Bom, eu já disse, tenho 1,57m. Não tenho fotos de quando eu pesava 51kg (que, na minha cabeça, era lindo), mas sei que já pesei 47kg (quando tive uma fase depressiva) e me disseram que eu ficava horrorosa tanto com 47 quanto com 51kg. Confesso que não via assim... Até ontem de noite!

    Ontem eu estava desentralhando as fotos no computador (a faxina segue solta! kkkkk). Ai vi umas fotos de 2010. Eu acho que eu estava pesando uns 65/66kg na época. Relativamente pouca coisa de diferença de hoje em kg - uns 4kg mais ou menos. Mas no corpo, na foto... eu pareço 10kg mais gorda!!! Ok que na época não tomava hormônios tireoidianos então eu era inchada por natureza, mas putz... Que diferença!

    E aí eu digo, sempre direi: números. Números são sacanas, irreais... Servem de parâmetro sim, lógico e claro e evidente! Mas veja... Você disse nesse post que já teve o mesmo peso e percentuais de gordura diferentes! Não é louco??? Eu acho!

    Tenho percebido uma certa paz nas suas postagens, um foco mais tranquilo... tô amando! Você sabe que consegue, só precisa acreditar nisso, respirar fundo, ficar calma e fazer!!! rsrsrs (só isso!!!). Enfim... Força!!!

    Beijossssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente aquele comentário seu no meu post, rendeu. Vc nem imagina quanto. Eu não cheguei ainda a uma conclusão livre de loucuras, mas estou no caminho.....kkkkkkk

      Eu acho bem louco mesmo, isso de pesar a mesma coisa e ter % de gordura diferente. Antes disso acontecer comigo eu achava que isso não prestava. Não importa se o % aumenta ou diminui, o que eu queria era ver os numero na balança cair. Até que aconteceu comigo, nesta época da segunda foto. Fui na médica me pesar e na balança os número tinha caído tipo 2 quilos, mas no % de gordura, é como se eu tivesse emagrecido 4....imagina. Só naquele momento é que fui entender que isso conta sim, e muito. Lembro de ter ficado mega feliz.......mas o engraçado é que ninguém me perguntou o que eu fiz para isso acontecer. kkkkkkkkkkkkkkk

      Porque não é tão simples. Você emagrece e - normalmente- os número vão caíndo parelho. Peso e % de gordura. Mas em um mês fiz o peso cair e o % de gordura despencar......kkkkkkkkkk

      Bom, isso é assunto para outro post, mas por conta disso, devo adiantar aqui: estou mais louca e estressada do que nunca...kkkkkk

      Claro que muita coisa eu entendi na minha cabeça. Estou mais leve, menos exigente, não procuro uma perfeição absoluta. Apesar de ainda me inspirar nela, eu sei que o corpo é diferente, único e por isso haverá diferenças e isso não é ruim. Mas em termos de emagrecer (dieta e atividade física), estou mais neurótica do que nunca. Afinal, faltam 5 semanas para o natal (ou nem isso). Eu sei que o processo não será até o natal, vai durar a vida toda.....mas aí tb tem outro porém, que contarei em outro post. Parece que to cheia de segredinhos, mas não é isso, é que se não isso aqui vai ficar imenso. Ando muito sem tempo, mas vou tentar detalhar tudo ainda esta semana.

      bjsbjsbjsbjs

      Excluir
  2. ual você é bem alta... realmente com 68 você deveria estar magérrima! Eu com 70 já fico feliz, na verdade preciso chegar lá primeiro pra ver como meu corpo vai estar, se necessitar perco mais uns kg mais não quero estar abaixo dos 65...
    Boa sorte amiga e vamos lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o certo é isso, esperar pra ver como vai ser, com qual peso vamos nos sentir bem, mas eu enlouqueço, quero sempre mais, nunca fico satisfeita....um problema. Queria eu ter a tranquilidade de uma vida simples....mas um dia eu chego lá!!!!

      Excluir
  3. Oi Linda,
    Vc me fez uma visitinha em julho e eu não sei se retribui, pq foi período de férias e dei uma afastada do bloguinho, mas estou de volta e firme na Dukan.
    Meninas esta questão de peso é complicada né, qdo comece a R.A em 2011 minha meta era chegar nos 75, hj estou com 74 e minha meta agora são os 60kg...kkkkk cada dia queremos menos, mas penso como vc não quero ficar muito magra pq já pesei 55kg e fiquei horrorosa esqueletica, parecia doente, isso eu não quero.
    Espero que vc me visite e continuemos mantendo contato.
    Um beijo no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso....a gente quer sempre menos. Quando estamos, sei lá, com 90, a gente senta para traçar a meta e pensamos: 70 quilos (só um exemplo). E aí pensamos, nossa, 20 quilos, não sei se vou conseguir. Mas aí, quando chegamos aos 70 vemos que é possível. Difícil, mas possível. Então queremos mais e mais, ou melhor, menos e menos. E o perigo é o seguinte: como a gente perde gramas por dia, a gente vai ficando magra sem notar a grande e enorme diferença. Sò nos damos conta quando vemos uma foto antiga. E ao mesmo tempo, e justamente por esse mesmo motivo, não nos damos conta quando ficamos magras de mais. E aí vem as pessoas e avisam. E vc pensa: é verdade ou é inveja?

      Este assunto parece simples, mas não é não. É complicado.

      Mas estamos nessa juntas. Vamos que vamos!!!

      E obrigada pela visita.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...