terça-feira, 30 de julho de 2013

Preparativos

Enfim comprei a passagem para ir ver minha família. E já estou cuidando de todos os preparativos. 


Como eu já disse.....péssimo momento para viajar, mas quando a família pede auxílio, todo o resto tem que ficar para segundo plano. Mas não vou desistir assim. A luta continua. Vou viajar de 10 de Agosto (esse ano vou passar o dia dos pais com o meu pai) e volto dia 26 de Agosto (também vou passar o aniversário do meu pai, que é dia 25, com ele). Ou seja, tenho 2 semanas antes da viagem e passo 2 semanas no ES.

Daqui duas semanas estarei no aconchego da minha familia.





 Mas - como eu disse- não me entrego sem lutar. Já estou fazendo uma listinha de coisas que vou levar daqui e uma outra listinha de coisas que vou comprar por lá. E tem coisas que eu poderia comprar por lá, mas como não quero correr o risco de ficar sem, mesmo que por 1 dia, então vou levar daqui, por exemplo a canela. E também não vai pesar nada na mala. 


Agora é se concentrar nos preparativos, para que nada saia errado. Quanto mais planejado for a viagem, menos corro o risco de me atolar com comelanças. Eu sei, pode ser que não dê certo, mas quer saber? Eu vou tentar. É o mínimo que posso fazer: planejar e tentar fazer a minha viagem ficar bem light.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Cultive flores na sua vida.....


"Desta vez será difetente...."

Eu passei o fim de semana cuidando da minha casa e fazendo planos.....vários planos. 

Há um tempo eu pintei uns vasinhos de pendurar na parede para colocar do meu quintal. De dois lados do quintal. 

(foto meramente ilustrativa.Os meus vasos não são exatamente assim. Mas a ideia é essa)

De um lado pega sol e sereno, mas de outro só pega sol. Como tem um telhadinho em cima, não pega sereno, e isso faz uma enorme diferença, porque eu sempre me esqueço de molhar. Resultado: as plantas que recebem sereno conseguem sobreviver. As que ficam embaixo do telhado, não.

E as plantas são umas folhagens que são mudas aéreas. Você pega as mudas e plantam na terra e ela gera uma nova planta. É essa aqui:


Resumindo, no domingo eu peguei as mudinhas e plantei novamente nos vasinhos que ficam em baixo do telhado (pela milésima vez). E enquanto eu plantava, eu pensava: "Desta vez será diferente. Eu vou molha-las toda semana". 

Eu já fiz isso mil vezes. E mil vezes me prometi que seria diferente. E mil vezes me esqueci de molhar e mil fezes as plantas morreram.

A gente, toda segunda promete que começaremos a dieta, que desta vez será diferente. E a gente se sente um fracasso quando falha. Porque com a dieta não conseguimos manter o prometido?

Mas eu descobri que não e só com a dieta. A gente muitas vezes promete e não cumpre por achar que não vale a pena, por preguiça, ou por um outro motivo qualquer. 

Só que olha o caso da planta. Coitada, planta no vaso é que nem passarinho em gaiola. Se você não se comprometer a realmente cuidar, vai morrer. Passarinho solto e planta plantada no chão, se viram. Arrumam um jeito de sobreviver. Mas quando estão confinados, na gaiola ou no vaso, passam a depender da gente. Então se não quero destinar essas mudinhas à morte, tenho que fazer diferente desta vez, e cuidar mesmo delas.

Com o nosso corpo é a mesma coisa....se a gente realmente não se comprometer a cuidar dele, ele vai morrer. Se o alimentarmos mal, se fizermos tudo errado....estaremos destinando ele à morte. Temos que nos comprometer e cumprir....cuidar dele. Cuidar de verdade. E ir até o fim com a dieta e com os exercícios. 

Neste fim de semana eu percebi que tenho que me comprometer mais, comigo, com minhas plantas, com minha vida, com minha casa, com o meu casamento. Deixar a preguiça de lado e fazer o melhor que eu puder. Porque é assim que a gente faz vida realmente valer a pena!

Segunda semana

Bem, lá se foi a primeira semana e com ela a TPM....agora posso respirar aliviada e aproveitar melhor o meu desafio e o meu café com canela.


É oficial: estou na segunda semana e agora só faltam 14! Ohhhh Beleza. Vamos nessa!

sábado, 27 de julho de 2013

Seja nossa casa, nossos relacionamentos ou nosso corpo, o segredo é cuidar do jardim e não das borboletas


Ocupando a mente

Esta semana eu decidi retomar alguns projetos da reforma da casa. Não só para ver a casa mais arrumada, mas para ocupar a mente também. Eu acho que a gente vive tão em função da dieta, que o nosso mundo vira dieta. A gente acorda já pensando em todas as refeições do dia, em qual dia vai ser o da pesagem, em quantos quilos precisamos eliminar e o que precisamos fazer para atingir a meta. A gente não pensa em outra coisa. Pensamos nisso de segunda a domingo e quanto percebemos já é segunda de novo, já é julho, já é natal. E o ano passou. 

E como eu não tenho o dinheiro para fazer tudo que quero, terei que economizar de alguma forma. E eu economizarei na mão de obra. O que eu conseguir fazer, eu farei. Sendo assim, vou ocupar mesmo a mente, economizarei algum dinheiro e gastarei muitas calorias. 

Bom, resolvi começar pelo mais fácil: pelo corredor quase pronto. Mas para deixá-lo mais bonitinho, hoje fui numa floricultura MARAVILHOSA e comprei uma trepadeira.


Porque o corredor tem um pilar de madeira e as telhas são de vidro. Então comprei a trepadeira, e esta semana vou pintar o pilar de madeira, vou plantar o trepadeira no vaso novo e vou restaurar os rodapés.

Foi quando eu pensei: olha que ideia boa. Para quem tem tempo de sobra e imaginação a beça. Em vez de ficar pensando em como pode sabotar a própria dieta, vai reformar a casa. Vai estar morando num lugar mais lindo e um pouco mais magra. 

E planta é algo que acalma, que relaxa e que precisa de atenção constante. Então a gente aprende a não pensar só na gente (e na nossa dieta) e pensa em outras coisas. E tem umas flores lindas, que ficam lindas nas varandas, nas salas e até mesmo nos apartamentos. 


E tem coisas super criativas para fazer. Quem for habilidosa, e também quem não for (na internet tem como se faz as coisas - qualquer coisa) tem uns artesanatos.....repito: a ideia é ocupar a mente e deixar a casa mais bonita. Morando numa casa linda você é mais feliz e quanto mais feliz você for, mas fácil para emagrecer. Então, se sua casa não tiver muito o que fazer....invente.


Tem muita coisa legal por aí pra deixar a casa ainda mais linda.



E, para melhor aproveitar nosso pensamento light, podemos também fazer uma hortinha. Nada melhor do que ter alimentos e temperos frescos. 



E também tem aquelas casinhas lindas de passarinho....que fica lindo.


E para quem quer grandes projetos, aqui vai algumas ideias:








E olha que legal este projetinho:


Claro que tudo custa dinheiro, mas se comprarmos madeira nas madeireiras e as ferragens nos materiais de construção, podem ficar bem mais baratos. Dá pra fazer muita coisa com pouco dinheiro.

Enfim, a questão é ocupar a mente, gastar umas calorias e fazer o seu habitat ficar mais bonito. Precisamos entender que emagrecer não é tudo. Tem outras coisas das quais nossa felicidade depende, então se a gente puder ir ajeitando tudo, e uma coisa puder ir ajudando a outra......melhor!

E é isso que vou fazer! Eu sei, adoro fazer um milhão de coisas ao mesmo tempo.....ADORO. Mas é meu jeito de manter o equilíbrio, porque se eu me foco numa coisa só....eu fico maluca!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Look de inverno

Eu sempre digo que moda é uma inspiração e tanto para mim, que eu adoro. E fico só me imaginando em roupas linda. Mas faz tempo que não posto nada de look, então aqui vai alguns para dar aquela inspiração extra.

Nada melhor do que entrar numa loja e vestir o que quiser, ficar linda em tudo. E é isso que quero para o meu futuro.

Então, aqui está, alguns looks de inverno, para ficar linda, mesmo num frio de rachar:

Look Inverno 1
 

Look Inverno 2

Look Inverno 3

Look Inverno 4
 

Look Inverno 5
 

Look Inverno 6

Look Inverno 7
 

Look Inverno 8


Eu amei todos! Acho o inverno uma estação muito elegante. E não vejo a hora de poder andar ainda mais linda por aí, curtindo o frio e um copo novo. E, se possível, ainda este ano! Amém!

Alguns planos mudados

Vou ter mais cuidado com o que eu digo. Outro dia disse que a TPM tinha chegado e que "essa era só a primeira pedra que eu encontraria pelo caminho". Pois bem, a segunda pedra acabou de chegar. 

Ontem meu pai me ligou, dizendo que a minha mãe andava um tanto ocupada, e que arrumou muita coisa pra fazer e que não tava dando conta de nada. E que por isso ela precisa de mim, precisa de apoio, de conversa......minha mãe precisa de mim.


Tá, mas tem que ser agora? Neste momento?

Sim. E eu não posso dizer não. Nem pensar. A minha mãe me ajuda tanto, que eu não posso nem pensar em recusar. Então, na próxima semana estarei preparando tudo para ir ver a minha família lá no ES. E o meu marido fica aqui. Ele não gostou da ideia....ele tem medo de eu ficar por lá. Que bonitinho. Calma amor, eu volto. Mas eu vou.


Agora, analisando do ponto de vista da minha dieta....sabemos bem o que é ir pra casa da mãe. Os horários se misturam, as comidas não são nada light e em cada canto da casa tem uma guloseima. Vai ser difícil, já estou até vendo. Mas quer saber....eu vou conseguir. Eu sou aprontar tudo, organizar tudo, e vou continuar no desafio. E fazer o meu melhor, e esperar o melhor. E chega, né? Chega de pedras no caminho, essa tem que ser a última. Daqui pra frente eu só quero flores!

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Comida fake

Outro dia li uma reportagem muito interessante na Galileu sobre comidas que a gente come achando que é uma coisa, mas na verdade é outra. E isso é muito importante para quem faz RA, porque temos que saber o que comemos, temos que ter essa consciência.  

Muitas das coisas eu já sabia, e já tinha até comentado, mas outras me surpreenderam. Enfim, gostei tanto da reportagem que vou colocá-la inteirinha aqui:


Comidas fake: veja cinco alimentos que não são o que parecem

Chocolate, kani-kama, cereja enlatada, pipoca de microondas e pão integral. 
Você sabe o que está comendo?

É um problema contemporâneo: nem sempre você come o que acha que está comendo.

Os rótulos enganam, os processos de manufatura alimentícia não parecem ser tão confiáveis quanto nós gostaríamos que fossem e vez ou outra um escândalo acaba mostrando isso pra gente: lembra dos mais de 12 países europeus atingidos pelo escândalo envolvendo venda de carne de cavalo no lugar de carne de vaca no início desse ano? A carne de cavalo no lugar da de boi e vaca, aliás, nem é exclusividade europeia: no início do mês, em Pernambuco, a polícia apreendeu 500 quilos de carne de cavalo que estavam sendo usados para fazer cachorro-quente.

Nos EUA, a ONG U.S. Pharmacopeial Convention informou, em janeiro deste ano, que entre os alimentos mais camuflados nos EUA estão o azeite, que é vendido misturado com óleos mais baratos, o chá, que é diluído com outras ervas - até grama! - e temperos como páprica e açafrão, que são adulterados com corantes de alimentos que imitam as cores desses condimentos.

Ninguém está à salvo: a realidade é que só dá pra ter certeza do que se está comendo se é você o responsável pela cadeia de produção da sua comida. E como isso é algo muito raro nesses tempos, vale lembrar os cinco alimentos que você achou que estivesse comendo mas, na verdade, não passam de pura engenharia alimentícia.

Chocolate que não é chocolate 


As leis brasileiras são claras em relação ao que é um chocolate: para ser classificado como tal, um produto precisa ter pelo menos 25% de cacau. Acontece que, de acordo com uma entrevista do presidente da Associação de Turismo de Ilhéus (BA) para o portal UOL na última semana, um em cada três chocolates no Brasil não concentra essa quantidade de cacau e, portanto, não pode ser considerado chocolate. Na reportagem, Lessa estima que praticamente 35% dos chocolates comuns nas prateleiras, produzidos pelas grandes empresas alimentícias, são doces tipo chocolate. Segundo com ele, muitos afirmam ter alta porcentagem de cacau, mas estariam enganando o consumidor, já que não haveria fiscalização que comprovasse esse tipo de informação do rótulo - e informar esse número, aliás, nem é obrigatório por lei. Em vez de cacau, esses doces contém altas quantidades de açúcar e gordura.

Pão e biscoito integral que não são, digamos, integralmente integrais


Alimentos integrais são grãos que não passam por um processo de refinamento. Com as fibras preservadas, eles ajudam a limpar o organismo: mantém os níveis de colesterol baixos e controlam os picos de insulina no sangue, aumentando a saciedade e facilitando o emagrecimento. Só que comprar pães e biscoitos integrais não é tão fácil quanto parece. É que a Anvisa não estabelece nenhuma regra para a fabricação desses produtos, como por exemplo uma porcentagem mínima de farinha integral na composição para que ela possa ser chamado assim. Comece a ler as embalagens com bastante atenção e você vai reparar que a maioria desses alimentos nas prateleiras também inclui farinha refinada na composição. Ou seja: na maioria das vezes, pão integral não é 100% integral. E em alguns casos, a porcentagem de farinha integral pode chegar a apenas 30%. Para ter certeza que não está levando gato por lebre, lembre-se dessa dica: o pão realmente integral tem de 3 a 5 gramas de fibras a cada 50 gramas de pão. Fique de olho na tabela nutricional.

Cereja que é feita de chuchu


O chuchu é o vegetal mais sem personalidade que existe. E a cereja é cara no mundo tropical. Por isso, confeiteiros e culinaristas muitas vezes recorrem a um truque culinário que transforma o chuchu em cerejas em calda. Elas são usadas em bolos e tortas, e você provavelmente já comeu muito chuchu por cereja nessa vida. Claro que cerejas frescas, daquelas que a gente só come no Natal (e que são importadas) não fazem parte da farsa alimentícia. Mas aquela cerejinha que enfeita a fatia de bolo da padaria da esquina por cima do marshmallow provavelmente é uma farsante.


Carne de siri que é feita de todo o resto que há no mar, menos siri





Ele é a estrela do restaurante japonês: o kani é o coringa dos sushis mais sem-graça da bandeja. É usado também em saladas orientais e até como snack. O kani, como se sabe, é feito de carne de siri processada. Só que não. Carne de siri de verdade é cara - e o kani que conhecemos certamente não seria tão abundante assim se esse não fosse o caso. A principal matéria prima do kani é o surimi, uma massa feita de carnes de diferentes tipos de pescados e misturada com coisas como amido de trigo, clara de ovo, açúcar, extrato de algas, extratos aromatizantes de caranguejo e lagostas, sal, vinho de arroz e até glutamato monossódico, uma substância difícil de ser metabolizada pelo corpo e que pode até causar câncer. O pigmento rosa? É Colchonilla, um corante alimentício avermelhado que é obtido esmagando-se um inseto vermelho de mesmo nome.

Manteiga na pipoca do cinema que é, na verdade, óleo de soja e aromatizante artificial 


Não tem nada mais aconchegante do que o cheirinho de pipoca amanteigada ao entrar no hall do cinema. Aquele cheiro antecipa todo o lazer e conforto o que você espera das duas horas que vai passar aninhado naquela poltrona. Pena que esse aroma tão emblemático é uma farsa. Para você ter uma ideia, em 2011, redes de cinema norte-americanas se recusaram a informar exatamente o que eles colocam em suas pipocas. Manteiga é cara e existem alternativas mais baratas e que não deixam a pipoca tão murcha: as pipocas de cinema costumam ser banhadas com óleo de soja com sabor artificial de manteiga, além de um pouco de beta caroteno pra ajudar na cor.

O que mais me chocou foi a manteiga da pipoca que é na verdade óleo de soja.....que decepção. E as outras comidas fake eu meio que já sabia, mas mesmo assim, acho um absurdo. Essas coisas deveriam vir no rótulo e com letras garrafais. Não acho que as pessoas vão deixar de comprar por saber disso, mas pelo menos elas saberiam o que, de fato, estão levando pra casa.

Quem dera.....

Eu sei que não se tem resultado sem esforço, mas seria ótimo se fosse assim:


Um retoque, por favor

Todos os dias, quando vou dormir e quanto acordo - eu sei, parece loucura - repasso mentalmente as mudanças que quero para o meu corpo, sejam elas imediatas ou longínquas. Como se eu pudesse entrar num computador e retocar meu corpo com Photoshop. Chega ser engraçado. E no fundo é mesmo. Mas é como se eu tivesse uma varinha mágica e com ela fosse mudando meu corpo. 

Quero dizer, eu sei que isso não é possível, e que toda mudança requer esforço. Mas faço isso para que eu não esqueça, para que eu fixe na minha mente o que quero para o meu corpo no futuro. E toda vez que termino de imaginar, me vejo mesmo linda e do jeito que eu quero. Me visualizo assim e dou  um suspiro sofrido: porque não pode ser fácil assim? como um passe de mágica?

Mas enfim....e questão é: se pudesse mudar o seu corpo, o que você mudaria?


Eu começo assim: quero emagrecer 15 quilos - "PUFT" - e eu emagreço. Depois eu tiro toda a gordura existente na barriga (ela sempre insiste em ficar ali) e afino mais a cintura. Tiro toda celulite e firmo os músculos das coxas, tirando um pouco de gordura da parte interna. Arrebito o bumbum, e o aumento um pouquinho. Aumento os seios, e o cabelo. Aliás faço aparecer um pouco mais de cabelo para dar mais volume nele e o faço crescer para além do meio das costas. Diminuo o meu pé (kkkkkkkk, não queria mesmo calçar 42. Um 40 já estaria bom). E voialá. Eis o meu corpo novo.


Seria muito bom se tivéssemos uma varinha e tudo fosse por passe de mágica. Mas mesmo não sento, este é um ótimo exercício. Porque é em cima disso que eu traço meus planos, do que é preciso ser feito. Sim, eu preciso emagrecer 15 quilos, mas não é só isso. Preciso ir pra academia, malhar abdominal, malhar cintura, fazer uma drenagens linfáticas, comprar cremes de celulite, cuidar do cabelo, colocar um silicone.....isso tudo se transforma numa lista mental.

Mas o segredo do exercício não está somente nele. Mas também em como você encara ele. Se você se fixar no que você ainda não tem (oh, meu Deus, tenho 15 quilos a mais, ainda tenho a celulite, os seios pequenos.....) vai ser muito triste. E esse sua busca pelo corpo perfeito será dolorosa. Mas se você usar este exercício para ficar feliz a cada conquista (oba, menos 1 quilos nesta semana, então estou 1 quilo mais perto daquilo tudo) a sua busca pelo corpo perfeito será divertida, será feliz. Mesmo porque depois que você acha o corpo perfeito não dá pra colocar o seu nome nele e ir descansar. Mantê-lo é uma outra batalha. Então se a gente não se divertir e se sentir feliz no caminho, a gente não vai sentir essa felicidade nunca. 

Precisamos mesmo não nos esquecer do que queremos par ao nosso futuro. Mas não podemos, nunca, esquecer de viver o presente. Então, todos os dias, antes de dormir  e ao acordar, eu repasso as mudanças que quero para o meu corpo, mas no resto do meu dia, eu vivo o meu hoje e batalho para que meus sonhos virem realidade. Mas sem esquecer de ser feliz com aquilo que já tenho. Esta sim, é a grande moral da história.

Eu continuo tentando

Sim, estou de TPM, sim estou firme e forte no desafio, sim eu continuo no caminho certo!

Mas não é fácil. Tudo bem, ninguém disse que seria. 

Eu atualmente estou com um novo projeto: tentado usar a força do pensamento positivo para driblar a TPM. Estou, neste momento, tentando me convencer de que ela já passou, que ela já foi  e só volta no mês que vem (e se Deus quiser, bem mais leve). Estou aparentando uma felicidade absurda, apesar de por dentro estar de mal humor...quem sabe eu me convenço.


Parece bobagem, mas eu to levando muito a sério. O corpo é capaz de fazer qualquer coisa se convencido pela mente. Então estou tentando convencer a mente.Chega dessa história. Chega de reclamar que a TPM é isso e aquilo. Agora é bola pra frente, e dar o máximo de si. E ponto final. 

Quanto mais audiência dermos a TPM mais ela ganha força, mais ela fica. Então é isso, ela veio com tudo este mês, mas já foi e chega desse assunto.....próximo.....

Próximo assunto: estou bem feliz com meu novo desafio. Apesar de não estar me pesando todo dia, eu me sinto feliz todos os dias, pelo simples fato de estar fazendo a coisa certa. E eu estou super confiante de que os resultados virão. E eu sei que eles virão! E ponto final!

terça-feira, 23 de julho de 2013

A primeira pedra no caminho.....mas já?

Nem bem comecei o meu novo desafio.....e a TPM chegou com tudo.


E nem bem comecei mesmo. No primeiro dia, da primeira semana e a TPM resolve vir com força total. É pra fazer a criatura desistir de tudo, porque a gente se sente inchada, com vontade de comer chocolate e num frio de matar....não dá pra querer. 

Mas eu não vou desistir não. Esta é só a primeira pedra no caminho. E pedras no caminho sempre aparecem. É o universo te testando, querendo saber o quanto você realmente deseja a sua meta. E que saber? Eu desejo muito. Desejo mais que tudo. E é por isso que vou continuar.

Esta semana, nada de balança, nada de se preocupar em atingir a meta, nada de se estressar. Nesta semana a meta é sobreviver. Ir seguindo a dieta até o final, e custe o que custar. E se no final das contas o resultado não for tão bom - na TPM nunca é- depois eu compenso. Mas vou pensar nisso depois. Esta semana vou esquecer do mundo e me concentrar apenas em seguir minha dieta. E eu vou conseguir!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

E que venha o arco-íris


Peso inicial


E que comece a primeira semana


Novo Desafio

Falar bem da verdade, eu não gosto muito de desafios. Porque eu me sinto muito pressionada e acabo tendo o efeito contrário. Mas estou tão animada, que não resisti. Vou me lançar um novo desafio. Este não terá nome - ainda. Não pensei nada criativo, mas aceito sugestões (E aí? alguém tem alguma ideia para o nome do meu novo desafio?). 

Mas já sei qual será o símbolo: um arco-íris. 


E para quem acha brega (talvez seja mesmo) me deixa explicar. O arco-íris é o que vem depois da tempestade. E é assim que me sinto. Como se a tempestade que estava na minha alma tivesse passado e finalmente o sol brilhou, resultando num lindo arco-íris. E para She RA o arco-íris é o conselheiro, mais conhecido como "esperança da luz". 


Então, apesar de brega, o símbolo do meu novo desafio será o arco-íris. 

Enfim, meu desafio contará com 15 semanas, e até lá eu espero chegar na minha meta. Serão apenas 15 semanas para mudar a minha vida. E se eu não conseguir fazer isso por 15 semanas, não conseguirei fazer, porque na verdade, terei mesmo é que fazer para vida toda. Então, 15 semanas é o que me separa do meu corpo ideal.

Começa hoje e vai até a última semana de Outubro. Na verdade vai até o dia 3 de Novembro.

E o plano é o seguinte:

E depois que terminar a semana 15, estarei com os meus tão sonhados 74 quilos. E eu acho que 1 quilo por semana é super realista. Acho mesmo que consigo.

Não posso negar, então vou confessar: eu espero de todo meu coração que com o café com canela eu consiga chegar bem antes na minha meta. Mas enfim, como não quero pressionar, vou me permitir ter esse tempo. E se eu gastar menos....que ótimo. 

Então vamos nessa....que comece a primeira semana do desafio!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...