domingo, 5 de janeiro de 2014

Alô Alice

A história de hoje eu vou contar contra a minha vontade. Quero deixar isso bem claro. Mas o meu marido, depois de rir por 1 hora e me zoar por quase o resto do dia, enfim disse: essa você vai ter que contar lá no She RA. É, ele tem razão. tenho mesmo que contar. Então vamos lá.

Eu e o marido fomos ao shopping comprar umas coisas e almoçamos por lá. Comi uma massa com molho light e ele uma massa com  molho 4 queijos. E quando estávamos na praça de alimentação quase terminado de comer, vi - por um vulto - que alguém sentou na mesa ao lado da nossa, que na verdade fica MUITO próxima à nossa, quase que colada. Então vi que o meu marido olhou pro tal vulto. E que depois disso ele não parava de olhar para o tal vulto. Vou te contar, homem não entende muito da arte do disfarce. 

Eu já estava furiosa. Meu marido, almoçando comigo e olhando pra alguém. Não....é de matar. Então eu, disfarçadamente, dei uma olhada pro lado. Não consegui olhar direito, porque eu também não ia ficar encarando. Mas percebi que era loira e...digamos...curvilínea. 

Neste minuto fiquei mais furiosa ainda, eu fazia careta para ele, mas ele não percebia. Foi quando pensei: mas que marido é esse? Não tira os olhos de outra mulher e bem na minha frente....

Foi quando ELE olhou pra mim fazendo careta. Ele queria me dizer algo, ele olhava pra mim e inclinava a cabeça pro lado da loira curvilínea. E eu pensei: o que é que tá acontecendo? Decidi olhar pro lado e ver quem era. Era a "Alô Alice".

Bom, antes de terminar a história, preciso dizer quem é a "Alô Alice". Eu praticamente só assisto 1 canal de TV: Discovery Home&Health. E no Discovery H&H, entre um programa e outro passa um mini programa de uns 5 minutos, chamado "Alô, Alice", em que a Alice dá dicas de maquiagem. 


Meu marido raramente me acompanha nestes meus programas de TV, mas às vezes ele acaba vendo alguma coisa. E quando ele viu o "Alô Alice" ele disse: "essa guria é bonitinha, mas é insuportável. O jeito de falar dela é chato." E mais, ele disse: "e é gaúcha". Eu não dei muita bola, achei mesmo que não fosse gaúcha. Mas enfim. A loira curvilínea era a "bonitinha, mas insuportável". A "Alô, Alice".


Na hora eu pensei: não acredito. Ficamos lá, terminado nosso almoço rindo por dentro.  Coitado, eu pensando mal do meu marido e ele lá....já morrendo de rir antecipadamente da situação. 

Então, quando terminei o meu almoço, eu olhei para o lado e disse: "Você é a 'Alô, Alice'?". E ela balançou a cabeça dizendo que sim, e eu disse: "adoro seu programa". Ela deu um sorriso tão sem graça, que eu tive que completar: "desculpe te incomodar, mas é que tinha que te dizer". Enfim ela disse: "ahh, não incomoda"

O meu marido tinha razão: ela é gaúcha. O meu marido tinha razão: ela é insuportável. 

Depois procurando no google imagem dela pra colocar aqui descobri que ela é famosinha. Ela tem até uma linha dela de maquiagem. Eu entendo, sabe, mas ser humilde é tão lindo, tão elegante e tão necessário. Quero dizer, eu não atrapalhei o que ela tava fazendo, eu só fiz um comentário, diga-se de passagem, um elogio. Custava ser um pouco mais amável. Eu acho o fim esse tipo de gente que se acha.

Mas enfim, passou. Depois ficamos rindo da situação. Eu louca de ciúme e meu marido tentando me mostrar a "bonitinha, mas insuportável" que aparece na TV. E agora temos um novo jargão. "Alô Alice". Que vai servir para muita coisa daqui em diante. Vai servir para mostrar que estou com ciúme, ou que alguém está sendo insuportável, ou para enfatizar que algo engraçado aconteceu.......kkkkkkkkkkkk....foi mesmo engraçado. Mas teria sido um pouco mais divertido se ela tivesse me tratado melhor. Sei que as figuras públicas chegam a ficar saturadas de serem abordadas na rua - o olha que neste caso ela nem é tão famosa assim - mas gentileza não dói e um sorriso estampado no rosto é a melhor maquiagem que alguém pode usar. Me espanta ela não saber disso.

8 comentários:

  1. História muito boa...
    Meu marido tem dessas coisas tb.
    A gente foi ontem num restaurante japonês e na hora que a gente sentou, ele começou a rir e disse que depois me contava porquê. Aí eu já fiquei puta, curiosa, desconfiada, etc...
    Quando estávamos indo embora, já dentro do carro, ele me mostrou uma garota que estava perto da entrada do restaurante. E disse que quando eu cheguei, ela me encarou de cima a baixo... Coisa de mulher... kkkkkkkkkkkk
    Eu nem percebi... Tava desconfiada e com medo de ser alguma ex dele ou até mesmo algum esquema kkkkkk
    Acontece...
    Abraços!!!

    http://projetoviolao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tua história também é ótima, mas vamos combinar......vc mereceu a olhada de cima em baixo (no bom sentindo), porque está linda. tá maravilhosa. As maçãs do seu rosto estão salientes e perfeitamente....perfeitas. Você é um exemplo para todas nós, isso sim.

      Mas é verdade, a gente sempre pensa mal dos maridos...sim, são homens. Mas isso mostra um pouco também que a nossa auto confiança ainda está um pouco abalada por nossa imagem (no seu caso ex-imagem) de gordinha. E quer saber....se eles olharem para o lado, azar o deles. E que eles tomem cuidado, porque olhares vão vir em nossa direção. E no final disso tudo, dessas histórias malucas, sempre sobra boas risadas....bjsbjsbjs

      Excluir
  2. She RA,
    A Alice Salazar é maquiadora "das estrelas"... trabalha na RBS e ficou famosa com um vlog no youtube onde ela ensina a galera a se maquiar, e nos vídeos ela parece bem simpática... O sotaque dela é bem "PortoAlegrês" mesmo, mas é igual o meu ou qualquer outro de alguém q nasceu e viveu aqui, mas na TV fica mais visível... Eu não gosto de julgar as pessoas por essas atitudes pq eu, por exemplo, sou um bicho do mato... e qdo algum desconhecido fala comigo eu respondo tão baixo e pra dentro q pareço enjoada, mas na verdade só tenho vergonha mesmo...
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, essa parte eu não sabia, que ela é maquiadora "das estrelas". Isso explica as coisas.

      Eu, além de ser bicho do mato, sou completamente distraída. Então se você realmente não me parar na rua para falar comigo, pode ser que eu nem te veja. Sempre acontece. Eu entendo. E entendo mais, entendo que as pessoas às vezes tem um dia ruim, ou que tem lá seus problemas. Mas a verdade é que quando a figura é pública a gente se sente um pouco próximas delas. E quando esse tipo de coisa acontece é decepcionante. Sim, esta é a palavra: decepção.

      E como sempre a Vivi tão centrada.....te invejo. É que sou mais passional. Todos meus sentimentos e acontecimentos são exagerados, potencializados....é o meu defeito. Mas vc tem sim muita razão.

      bjsbjsbjs

      Excluir
  3. Uia! Almoço com a Alice Salazar! ahahaha.... sempre achei ela meio metida(tenho essa impressão por causa do comportamento dela nas redes sociais...) Mas vai saber né?
    Pra falar a verdade não curto a forma como ela carrega as makes (base e pó).... Mas tbm tem muita dica util! hehehe...

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas to mundo conhece a "Alô Alice".....menos eu? Isso mesmo?

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Eu nunca tinha ouvido falar da tal, e só a conheço por conta do seu programa na Discovery. Eu não gosto da make dela porque gosto de uma maquiagem mais natural, aquelas que a princípio você nem percebe que a pessoa tá maquiada. Mas enfim, é só uma questão de gosto.......

      Excluir
  4. ps: vai ver ela ficou chateada de vc só conhecer ela do Alô Alice! hahaha... com tanta outra coisa q ela tem por ai... hahaha.... (gente famosa tem mania de achar que TODO mundo os conhece).

    ps2: aceito o livro dela de presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas ela - pra mim - será sempre "Alô Alice"...kkkkkkkkkk

      E pode ser mesmo. Eu vi na internet que ela tem um livro. Nem sei do que se trata. É bom?

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...