quinta-feira, 27 de março de 2014

Vantagens do emagrecimento

Emagrecer tem inúmeras vantagens.....


Vou enumerar algumas delas:

- Ver o número da balança baixar
- Se sentir mais bonita
- Entrar em roupas de padronagens pequenas
- Ficar mais saudável e reduzir riscos de doenças
- Ter mais disposição e fôlego
- Se sentir mais confiante

Dá pra enumerar mais um monte, mas enfim....o que quero dizer é: existe tantos motivos para se querer emagrecer e muitas vezes nos fixamos em um só. Ficamos tão concentradas em ver o número da balança baixar, que nos esquecemos do resto. E o que realmente é ruim de se fixa em um só motivo, é que quando ele não acontece da maneira como gostaríamos, ficamos deprimidas e jogamos tudo pro alto. Porque apesar de emagrecermos, nem sempre o número da balança vai baixar, nem sempre nos sentiremos bonita, nem sempre entraremos na padronagem de uma determinada loja, nem sempre estaremos saudáveis....e por aí vai. 

Vou dar um exemplo: vamos supor que Maria só queria emagrecer para ficar mais saudável. E foca nisso: saudável, saudável, saudável. Ela começa a emagrecer, mas numa determinada semana ela fica gripada. Ela não se sente saudável. E por isso joga tudo pro alto e come desesperadamente. 

Vou dar outro exemplo: Joana quer emagrecer para entrar numa calça jeans 38. Ela quer tanto que consegue. 38, 38, 38. Mas um dia ela vai numa loja que a fôrma é menor. E a 38 não dá nela. Ela não quer nem pensar em pedir uma 40. Nem pensar mesmo. "40 é numeração de gorda" pensa ela. Ela sai da loja, e passa na padaria e compra 4 fatias de bolo. Irá comer todas elas assistindo TV e chorando por sua pouca sorte. 

Vou dar outro exemplo ainda: Rita quer emagrecer para se sentir mais confiante e bonita. E ela começou o processo e começa a ver os resultados. Ela se sente confiante e linda, apesar de não ter chegado na sua meta final. Um belo dia, ela passeando toda rebolante pela rua, resolve entrar em uma loja para ver se já cabe nas roupas de numeração menor. Mas a vendedora da loja olha pra ela e diz: "aqui não tem roupa com numeração pra você". Rita se sente humilhada, fracassada. Ela vai pra casa e assalta a geladeira. 

Olhando de fora, a gente pensa: Maria, Joana e Rita.....é besteira jogar todo resultado fora por pura besteira. 

Mas então vamos ver um outro exemplo, um pouco mais familiar: Fernanda quer emagrecer e ver os números da balança descendo. Ela faz tudo certo, come certo, malha....mas os números da balança não estão descendo na velocidade que a Fernanda quer. Então ela se sente fracassada, e resolve descontar todo seu sentimento de fracasso na geladeira. 

Bom, a história de Fernanda (a minha história) é bem mais comum...tanto que a gente chega a entender. Porque realmente, se a pessoa come direito a semana toda, não come um docinho sequer, passa horas malhando, e no final da semana emagrece 300 gramas......ahhhh, é de se entender porque a Fernanda quer curar a sua frustração com comida. 

Mas a verdade é que a história da Fernanda não é diferente da história da Maria, da Joana ou da Rita. Muda o objeto do foco....mas a história em si, é a mesma. 

O que quero dizer é: existem tantos benefícios em se emagrecer e em se estar no seu peso considerado ideal (considerado ideal pelos médicos e não pela revista da moda), por que nos focamos em um só?

Claro que não dá pra fazer uma lista de 54 motivos e repassar eles na mente toda hora...olha a pressão. Também não adianta nada. Mas focar em um motivo só, se corre o risco de fracassar por se sentir fracassada antes da hora. 

Precisamos (eu preciso) pensar nisso. Pensar mais amplo. A balança não se mexeu muito? Tudo bem, este não é meu único objetivo. Quero estar mais saudável, e estou. Quero ter mais disposição, e ela realmente melhorou. A balança não se mexeu esta semana, mas eu já estou usando uma numeração menor. Quando paramos para pensar nisso tudo, o fato de em alguma semana a balança ter empacado se torna irrelevante. Porque o motivo se torna muito maior.

Precisamos (eu preciso) parar de achar que a balança é a causa e a consequência de querer emagrecer, e pensar mais em si. Em se sentir bem. Afinal, de que vale emagrecer, ver o número da balança reduzindo, mas não ter as outras vantagens.....o emagrecimento que não traz saúde, não traz nada!

Então da próxima vez que a balança empacar, lembre-se: você está nessa onda de vida saudável por um motivo muito maior. O número da balança chega a ser quase que uma consequência, um reflexo. Siga em frente, sem nem mesmo olhar pra trás.

8 comentários:

  1. Ótima postagem, como sempre! Aliás, acho isso de todas, mesmo que eu não comente-as...

    Fiquei pensando no motivo "saúde" e percebi, bem bravinha comigo mesma, que eu fui pega nessa. Adoeci no início dessa semana (até suspeitei de dengue, mas acho que era só stress mesmo) e aí larguei tuuuuuuuuudo... Porque afinal, eu estava doente, né? Não deveríamos ser assim...

    No fundo sempre pensei em emagrecimento como algo da vida. Assim: você tem que reformar sua casa, você quer planejar a compra de um carro melhor, você quer ter filhos, você tem que organizar uma festinha e você faz dieta e exercícios para emagrecer. Ou seja: emagrecimento deveria ser algo da vida mesmo, como qualquer outra coisa. Mas parece que isso nos consome toda a energia disponível!

    Estou muito feliz por ver que você está adquirindo muito mais percepção de si mesma! Isso, afinal, vai ser sua maior conquista. E, de quebra, vai ficar magrinha!!!

    Beijos e bom resto de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...é nisso que to falando. Isso acontece muito. Não só com você. Com todo mundo. Comigo principalmente. Eu começo sim a ter consciência de muitas coisas, mas na prática...como é difícil aceitar tudo isso, realmente incorporar tudo isso. Mas um dia eu chego lá.

      E obrigada pelo "como sempre" :D Adorei

      bjsbjsbjs

      Excluir
  2. Nossa, nem me fala!!!
    Eu era tão bitolada nos números da balança... E no entanto, comia um cubinho de chocolate ao leite (puro açúcar) nas sobremesas.
    Minha nutri disse que eu tinha que trabalhar nisso. E agora minha dieta não é mais pra perder peso, e sim pra ganhar músculos. Eu disse pra nutri: "mas eu quero ter 62 kg!!!"
    Ela disse que se eu fizer o que ela manda, eu vou pesar 66 kg, mas vou aparentar ter até menos de 62. E isso é tão difícil de entrar na minha mente.
    Mas pelo menos tá dando certo até agr, estou comendo mais e a balança não se mexe, nem pra cima e nem pra baixo.

    projetoviolao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu entendi isso na prática. Dentre o efeito sanfona, eu tinha 78 quilos com 28,5% de gordura. Ou seja, 22,23 quilos eram gordura. Depois tive 76 quilos com 26,20% de gordura, ou seja 19,9 quilos era gordura. Mas depois eu consegui ter 78quilos com 26,2% de gordura, ou seja, eu tinha 78 quilos, mas com a % de gordura de 76 quilos ou seja, 20,4 quilos era gordura. Eu estava com 78 quilos, mas na verdade eu tinha - de gordura - só 500 gramas a mais que 76. Era como se eu tivesse com 76,5....incrível isso. Eu acho pelo menos. E as roupas realmente davam em mim como se meu corpo estivesse com 76. Então....na verdade o número da balança é irrelevante. Mas começar a aceitar isso depois de ter acreditado a vida todo que o que vale é o número da balança....é difícil mesmo.

      Muriel, eu te acho tão guerreira, vc tá com um corpo lindo. Vc é toda linda. Esta sim de parabéns, nós é que somo s completamente neurótica com o número da balança, o número do jeans...número número número....mas não somos um número. Somos muito mais que isso.

      bjsbjsjbs

      Excluir
  3. Nossa ver o peso abaixar na balança é ótimo dá uma sensação de deve cumprido rs.......

    Beijoss *-*

    ==> Blog Pâm Focada na Dieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas não pode ser o único objetivo, porque você pode estar tendo conquistas mesmo sem a balança se mexer. Mas entender isso não é fácil. Bjsbjsbjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...