segunda-feira, 19 de maio de 2014

Voltando pra casa

Bom...cheguei!!!!

Passei 10 dias com a minha mãe, o que foi maravilhosos. E voltei para casa com excesso de bagagem: na mala e no corpo. 


Em abril eu viajei por 3 dias na Páscoa, e voltei pra casa com 2,6 quilos a mais. E desta vez....viajei por 10 dias, e voltei com 1,5 quilos a mais. Aí, podemos pensar.....ahhhhh, mais foi ótimo. Porque se tivesse continuado no ritmo da Páscoa, teria sido uns 8 quilos. Não não não...não é por este lado que devemos olhar. A verdade é que com 2,6 quilos das Páscoa e 1,5 quilos do dia das mães, no último mês foram 4 quilos a mais. Eu deveria ter emagrecido 4 quilos em 1 mês, e não engordado. E com isso, volto a estaca zero....ohhhh raiva. 

Chega de viagem por hora. Não consigo lidar com elas...é fato. Então, por enquanto, vamos evitá-las......

 Então vamos aos acontecimentos:

Fui viajar por 10 dias e deixei o marido por conta da casa. Quando eu cheguei tava tudo bem inteiro...os cachorros vivos, a casa certinha.....sujinha, mas certinha...hehehehehe


Mas tudo bem, ele deve ter se dividido em mil para dar conta de trabalhar o dia todo, e depois que chegar em casa fazer a janta, cuidar dos cachorros.......eu não posso exigir a casa brilhando.

Mas o que eu sei é que nas contas da comilança.....o ponto foi pra ele. Enquanto eu voltei pra casa com 1,5 quilos a mais, ele ficou por aqui, e contabilizou dois quilos a menos. E não vou dizer que ele passou fome, que não sabe cozinhar....ele cozinha muito bem, teve um dia que eu liguei e ele tinha feito yakisoba. Ele sabe cozinhar.....acho que a questão é: a comilona da casa sou eu. Começo a achar que eu não só como de mais, mas o levo para o caminho da perdição. O que é um problema. Eu deveria ajudar a ele a comer certo...e não errado. Isso me deixou em choque. 

E sabe qual a prova disso? Bom, a minha mala veio com 3 quilos a mais (além dos 23 quilos permitidos). Sim, eu trouxe uns 4 quilos em shampoo (mas isso eu explico em um outro post) e uns 5 quilos de doce (doce de leite em barra e bananada da minha terra que o marido adoraaaaa).

Uma outra vez que fui, meu pai mandou pro meu marido doce de leite pastoso. Dois sacos com 1 quilos cada um. Isso faz 1 ano quase, e eu não tinha aberto ainda o tal saco de 1 quilo de doce de leite, porque eu sabia que a hora que eu abrisse....o negócio não ia ficar bonito. Mas então, desta vez que fui o meu pai perguntou pelo tal doce que tinha mandado há 1 ano atrás. Quando eu disse que não tinha aberto ainda....ele ficou furioso. Enfim, cheguei em casa com 5 quilos de doce na mala e fui logo abrindo o saco de 1 quilo de doce de leite. 

Separei em potinhos.....dividi com a família inteira, e ainda assim, sobrou um monte na geladeira....resultado disso? Hoje de manhã, primeira segunda-feira em casa, depois de acordar focada, querendo voltar pra dieta, pro Elias e tudo mais, o marido antes de ir trabalhar se dá ao trabalho de me fazer um café e levar na cama.....lindo...super romântico....


Café, pão tostado com requeijão light e......o doce de leite por cima. Afffff, o que eu iria fazer? Dizer que não dia comer? Não tinha este direito. Comi. Comi com ele me olhando com cara de felicidade.....kkkkkkkk

Então, meu primeiro dia de retomada de dieta, e já tive o café da manhã avacalhado. Mas faz mal não.....já que é o primeiro dia vindo de uma comilança total, esse doce de leite nem será percebido....kkkkkkk. 

Agora é foco. Preciso terminar o que comecei. E com o Elias, eu terei uma força extra. Vamos nessa então.

4 comentários:

  1. Força ai amiga, também estou retornando com força total, saudades dos seus posts, adoro seu blog, beijos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lú....vamos então, recomeçar com força total....

      bjsbjsbjs

      Excluir
  2. O problema é que não conseguimos só provar um pouquinho ou segurar a onda e compensar nas outras refeiçoes...Se a gente não aprender a segurar o psicológico, não tem malhação que dê jeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade.....é isso aí. Primeiro que não conseguimos só provar. Parece que algo liga dentro da gente que não conseguimos mais para de comer. (quer dizer, estou usando o nós, mas sei lá, falo mesmo por mim....eu sou assim). E depois que extrapolo, é um extrapolar tão grande que não há mesmo malhação que faça compensar. Vc tem toda razão....por isso que neste caso, no meu caso, o melhor mesmo é nem começar. Mas fala sérios, as pessoas não entendem isso. Se eu fosse eu alcoólatra, garanto que ninguém ficaria por aí me oferecendo cerveja. Mas ninguém entende se vc for numa fez e não comer o bolo. Dizem que vc é neurótica com essa coisa de peso. Que vc exagera e coisa e tal. E lidar com essa falação toda...eu ainda não aprendi. E por mais a que gente sabe que não tem que ficar escutando os outros...nas prática é bem difícil.

      bjsbjsbjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...