quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Chega de brincar de Barbie

A criança passa 10 anos de sua vida brincando com a Barbie.....bom, pelo menos eu passei. E eu tinha várias. Sinto dizer, mas do mesmo jeito que a boneca "meu bebê" e a cozinha de brinquedo ensaiam para a criança se tornar uma perfeita dona de casa (eca!), a Barbie também ensaia.


Na cabeça da criança é assim que vai ser quando ela crescer: loira, alta e magra.

E é um choque pra criança - pelo menos pra mim foi - descobrir que na realidade não é bem assim que as coisas acontece. É como descobrir que o Papai Noel não existe. 


O choque é o mesmo. Como assim? Eu ia dormir mais cedo, deixava biscoitinho pra ele. Como assim?

E com a boneca não é diferente: eu passei 10 anos da minha vida ensaiando - com a Barbie - como seria a minha vida quando eu ficasse adulta. Como assim não vai ser igual?


De fato, de fato, ninguém supera isso. O Papai Noel é até mais fácil. Mas a Barbie.....mulher nenhuma supera. Algumas simplesmente disfarçam melhor. Aliás, algumas disfarçam brilhantemente. Outras passam a vida toda buscando um ideal de beleza e sofrendo por isso. E algumas poucas piram de vez e tentam a todo custo se parecer com a boneca. Tipo: "eu me recuso a aceitar um futuro diferente do que ensaiei quando eu tinha 6 anos de idade....". E dá nisso:


Mas, no fundo, lá no fundo, mulher nenhuma supera de verdade.

Mas aos 27 anos (ops, 34) eu sinto que tá na hora de seguir adiante. Não vou parar nunca de buscar o melhor que posso ser, mas a perfeição, bem....me sinto uma adulta acreditando em Papai Noel. Patético. Acho que tá na hora de eu deixar a Barbie pra trás. Eu só não faço ideia de como fazer isso.

2 comentários:

  1. Minha maior frustração é não viajar tanto quanto minhas barbies! hahaha

    Vc consegue superar sim senhora! Linda Forte e guerreira!

    Beijo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...