quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Uma ex-gorda

Hoje eu tava me lembrando de uma coisa que aconteceu mais pro início do ano. E refletindo....bem, tenho um defeito sério: eu não esqueço. Não esqueço do que me dizem, do que me fazem.....isso é muito ruim. Mas enfim, vamos ao acontecimento em si. 

Eu estava na casa de uma pessoa, e alguém do meu circulo (que vou chamar de Fulana) foi me apresentar a uma pessoa (que vou chamar de Ciclana). Então vamos às apresentações:

Fulana: Fernanda, esta é Ciclana. Ciclana fez cirurgia de redução de estômago. Ciclana, esta é Fernanda. Ela também era enorme de gorda. 
Ciclama: Você também fez cirurgia?
Eu: Não, foi só reeducação alimentar e atividade física mesmo
Ciclama: Aham

E pensando nisso, eu me lembrei de tantos outros acontecimentos parecidos. Vários. No mesmo circulo de amizades, vários exemplos.....e eu fiquei -não me pergunte o porquê - pensando nisso.

Poxa....você é gorda.....ok?


Então resolve mudar. Resolve fazer algo por você mesma. Começa a comer coisas saudáveis...o que não é fácil. 


Começa a malhar, que também não é uma coisa fácil. 


E tudo isso para ser tornar uma pessoa mais saudável? Também. Mas, principalmente, para se tornar uma pessoa magra. É nisso que você pensa: serei magra. E você consegue.Você consegue. Você emagrece. "Sou oficialmente magra" - você pensa.


Mas as pessoas (pessoas como Fulana) não te deixam. Elas não permitem que você seja magra. Então você passa oficialmente a ser uma ex-gorda.

Acho que nem preciso dizer o quanto ODEIO esse tipo de gente. Pessoas que para se sentir melhor, diminui o outro. Não. Não estou exagerando. Vai dizer que a única coisa que ela poderia dizer de mim é que eu era gorda? Ou a única coisa que ela tinha a dizer da Ciclana é que ela fez redução? E eu acho que as pessoas que fazem redução enfrentem esse problema em dobro. Muitas pessoas não as perdoam por ter emagrecido por meio de cirurgia. Dizem o tempo todo como é que elas emagreceram. Pra quê?

Eu e a ciclana estávamos recém nos conhecendo. Eu magra, ela magra. A gente não podia partir dali. Não.....pessoas como Fulana não deixa. Tem que jogar ali no meio o nosso passado. E não venha me dizer que a Fulana estava exaltando nossas lutas, porque não é assim que as coisas acontecem. Eu repito: eu ter sido gorda é a única coisa que poderia ser dita ao meu respeito?

Comentário totalmente dispensável, mas meu lado vingativo não deixa encerrar este post sem dizer: eu e Ciclana magras, lindas, jovens. Fulana velha, gorda e feia. Pronto. Falei.

Eu sei, disse algo feio e dispensável. Mas me senti tão melhor com isso...kkkkk. Gente, eu tava quieta no meu canto. Me deixa quieta no meu canto. Agora, pra que dizer que a pessoa "era enorme de gorda"? Acha mesmo que alguma mulher, em alguma lugar do planeta, aceitaria isso como elogio? 

E esse tipo de gente nunca que vai deixar você ser magra. Elas vão te lembrar sempre que você é uma "ex-gorda". Mas quer saber. Não importa. O importante mesmo é como você se vê. Como você se sente. E você ser e se sentir magra é vingança suficiente. E ainda assim não é a maior de todas. A maior vingança de todas é fulana ser o que ela é. Gorda, velha e feia? Não! Claro que não. Porque nenhuma dessas coisas é de fato algo ruim. A vingança é ser ela o que ela é: má!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...