sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Simplesmente NÃO

Eu preciso aprender a dizer "não" sem ter que ficar dando explicações.

O meu marido diz que sou a mulher da justificativa. E ele tá certo. Eu preciso parar. "Não" já é uma resposta (e o "sim" também). Não precisa de complemento. 

Mas eu adoro complementar. Adoro enfeitar. Adoro. Mas preciso parar. Tenho que aprender a dizer simplesmente "não". 


Por quê?

Porque quando justificamos, abrimos espaço para discussão. Abrimos espaço para o palpite. 

Vou dar um exemplo: você numa festa e alguém te oferece um bolo. Tudo o que você tem que dizer é: "Não" (ou sim....sei lá, né?). Mas o que você diz (quando falo "Você" tô falando de mim)? 

- Não, estou satisfeita.

Bom, você deixou espaço para a pessoa dizer: "só um pedacinho". E você até cai nessa de só um pedacinho. 

Ou então você diz: - Não, estou de dieta.

Aí a pessoa te olha e diz: "mas tu tá tão bem". Você também costuma acreditar nessa. Ou então: "é só hoje....". Mais fácil de cair ainda. 

Ou então você responde: - Não, não sou muito chegada em doce". E a pessoa responde: "mas este está uma delícia"

Não interessa o que você vai dizer. Se você justificar, isso será analisado e discutido. 

Tem um termo no direito administrativo chamado "Teoria dos Motivos Determinantes". Que resumindo é assim: tem atos que não precisam de justificativas (ou seja, você poder fazer sem precisar justificar), mas se você os justificar, você fica preso à justificativa. E esta poderá ser analisada enquanto a legitimidade, legalidade e tudo mais.

Enfim, na vida também há a "Teoria dos Motivos Determinantes". Tem coisas que você não precisa justificar. Mas se você cair na besteira de justificar, bom, isso será analisado e respondido. 

Eu justifico porque acho que é educado. No exemplo do bolo na festa....a pessoa te oferece algo com a maior boa vontade, e você simplesmente diz "não". Só que, na prática, isso não faz a menor diferença pra pessoa que te ofereceu. Ela geralmente não leva isso para o pessoal. 

É sua cabeça de gorda, que quer o bolo, e justifica em voz alta, para te convencer a não cair na tentação. De novo: isso abre espaço para discussão. 

Precisamos aprender a dizer "não". Simplesmente "não". Só "não". Acredita em mim.....você não precisa se justificar!

4 comentários:

  1. Eu falo não e saio correndo! hahahahah
    Não fico perto da mesa de doces e nem de salgados...
    E outra, não devemos nada a ninguém, não é mesmo? Não é não!
    Queremos ficar magras...quem não liga pra isso que se esbalde na comilança!
    Bj lindona!
    Ca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhhh é verdade. Deixemos a comilança pra quem não tá nem aí.......seguir no foco. Depois a gente se encontra na praia e avalia as escolhas.....kkkkkkkk

      bjsjbsjsjbs

      Excluir
  2. Não obrigada. não insista POH@! #internamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho medo até de dizer o "obrigada" depois do "não" e a criatura ficar: "tem certeza?"

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Mas acho que aí seria muita má educação......kkkkkkkkk

      bjsjbsjsb

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...