quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Linda no verão

E só para provar que não precisa vestir 38 para aproveitar o verão e, principalmente, para ficar linda no verão, aqui vai alguns look para mulheres cheias de curvas. Não é porque não chegou na sua meta que vai se render a camiseta e legging. Você pode sim se amar e se sentir linda, mesmo não estando no seu peso ideal. 

Vamos lá então:











Toda mulher tem o direito de se sentir linda.......tenha ela o tamanho e forma que tiver. Acredite nisso!

Pura verdade


Beleza sem Plástica

No Discovery Home&Health tem - ou tinha, não sei porque estou assistindo uns que eu tinha gravado, então não sei se ainda passa - um programa chamado "Beleza sem Plástica".


A cada programa, dois participantes que querem fazer cirurgia plástica para mudar suas vidas, passam por um processo de aceitação e encontrar soluções menos drásticas para seus problemas. As apresentadoras (uma terapeuta e uma guia de estilo) tentam convencer a pessoa a não fazer a cirurgia plástica. E no final os participantes dizem "sim" ou "não" para a cirurgia. 

O mais legal o programa é que muitas vezes nós queremos fazer uma cirurgia, nós estamos insatisfeitos com alguma parte do corpo e queremos corrigir isso na mesa de operações. Mas ao assistir o programa, analisamos a questão de fora. Claro, pois analisamos o caso de outra pessoa. 

E o mais triste é perceber o quanto as pessoas desistem de suas vidas por ter algo que elas julgam foram os padrões. Uma gordurinha a mais aqui, uma nariz maior, uma orelha grande.....é um detalhe, e por conta de 1 único detalhe, as pessoas se fecham e se trancam para a vida lá fora. Evitam de sair com os amigos, só querem ficar dentro de casa, se joga nos moletons e camisetas.....parece alguém? Se identificou?

Só que quando vemos isso de fora - pelo programa - isso parece tão ridículo. Por que a pessoa desistiria de ter uma vida normal por ter um nariz um pouco maior? Ou por não ter barriga de tanquinho? Mas acontece. Aliás, acontece com a gente. 


Os participantes do programa passam por um processo de aceitação. E de tanto assistir, você começa a trazer isso para a sua vida também. Porque aquela diferença que te envergonha, é na verdade o que te torna único, especial. Você começa a perceber o quanto superficial é a busca da perfeição e que aquelas gurias com cara de boneca, são tão apáticas e completamente surreais. A realidade é ótima. E na realidade somos todos diferentes. O nariz grande dá um toque de personalidade. A barriga protuberante é uma prova da realidade. Sim, você é real. Não é de plástico. 


Você quer fazer uma cirurgia plástica? Faça. Existe essa possibilidade, de mudar algo que não gosta em si. Faça. Mas se você quer fazer a cirurgia plástica por achar que isso mudará completamente sua vida e assim conseguirá ser uma pessoa feliz.....bem, você está indo pelo caminho errado. Porque se você não está feliz, não é uma operação que te dará a felicidade. Por isso que muitas pessoas fazem milhares de cirurgias, por achar que vão encontrar sua felicidade. E não encontram. E tentam outra e outra....não vão achar a felicidade nunca. Não na sala de operações.

O principal da vida é se sentir feliz consigo mesma. Seja lá como você for. E você querer ter cabelo perfeito, a cintura perfeita, o bumbum perfeito....e passar a vida toda buscando isso, isso não é felicidade. A bunda perfeita não tornará a vida mais bonita. Acho ótimo as pessoas buscarem o melhor que elas podem ser, buscar formas melhores. Mas se você baseia a sua felicidade nisso, correrá o risco de nunca ser feliz. Porque a perfeição não existe. Seria como passar a vida toda esperando que a sua barbie falesse. Não vai acontecer. Busque sim um corpo lindo, mas se divirta na sua busca, seja feliz. E acredite, o que te faz diferente, o que te faz único é o que na verdade, o que te torna bonita.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

É isso aí.....


Aproveite o verão para se divertir....


A verdade:

A gente sempre acha que vamos pra praia ficar envergonhadas por lá só ter mulheres perfeitas, lindas e maravilhosas. Mas a verdade é que as mulheres reais são de tamanhos diferentes, formas diferentes, e na final das contas, o que conta mesmo é a diversão. 

Espero não me sentir assim....



Na moda nos biquínis largos


Biquínis novos para o verão

Bom, vou passar um tempo com a minha família na praia......E apesar de ter milhões de biquínis, eu resolvei comprar uns novos. E eu explico o porquê: os meus biquínis do ano passado são deste modelo:


E eu não tô muito a vontade com meu corpo para usar biquínis tão peladinhos. É muita gordura sobrando em muitos lugares. E biquíni é o máximo da exposição. Definitivamente não quero isso. E esse biquínis (os velhos) vão na mala. Claro. Mas quero uns mais tampadinhos, quase que como um "bote salva-vidas", uma segurança. 

E comprei um com o cós mais alto, que aliás está super na moda. A parte de baixo de meu biquíni novo é assim:

Disfarça mais as gordurinhas, esconde o lugar certo. Adorei. Não querendo criticar a vida alheia, cada um sabe onde o sapato aperta, mas aquelas gordinhas com biquíni fininho e fio dental.......acho meio ridículo. Sei que para algumas representa a segurança com o seu corpo mesmo acima do peso. Mas para quem está de fora - quero dizer, para mim- parece mais um exagero, uma força extra para usar algo que na verdade não cai bem. Enfim, é como eu penso e é o que quero evitar. Se você está acima do peso e se sente bem indo para a praia com biquíni PP, ótimo. Mas o que quero dizer é que não é assim que me sinto. 

Então, sim, a consumista aqui que está tentando economizar comprou biquínis novos. 

Olha o meu biquíni novo:


E eu comprei um maiô com a mesma estampa para usar nos fins de tarde ou quando a gente for para uma praia mais distante. Coloca um short ou uma saída tipo sainha e ele fica parecendo uma blusa. Duas funções em um. Olha ele:


Eu sei que  corro o risco de ficar tapada de mais ( e é por isso que os biquínis velhos estarão na mala), mas a minha prioridade é me sentir a vontade. E como eu disse, pelo menos, neste ano tá na moda....e mesmo para quem tem um corpo linda, cai super bem:


Agora é só terminar de arrumar a mala e aproveitar a praia....da melhor maneira possível. E se no final das contas eu nem usar os biquínis novos, é só não tirar a etiqueta que na volta dá pra trocar. Coisa boa. 

E aí meninas? O que acharam das novas aquisições?

Ansiosa....

No fim de semana finalmente saio de férias como o marido e vou visitar a minha família. Desta vez estou muito ansiosa, e eu nem sei explicar o porquê. Na verdade eu sei por quê, só não consigo explicar. São tantas coisas, tantos sentimentos. 


Estou meio cansada de tudo isso. De ter que dar satisfação, de ter que explicar que a vida é minha, de ter que lidar com a minha família dizendo o que devo ou não fazer, como devo fazer, quando devo fazer....isso cansa. E eu, já sofro por antecipação. Eu sei que não deveria, mas é mais forte que eu. 


Mas vou dar um voto de confiança.....vou esperando o melhor. Tentar meditar, tentar ficar fora disso tudo, tentar ignorar muitas das coisas, tentar fazer as minhas férias ser bem legal. Torcer para que tudo dê certo e que eu consiga voltar mais leve do que fui. Porque nessas últimas duas semanas eu não me comportei muito bem, e com um monte de coisa pra resolver, não tive muito tempo para malhar. A minha vida não anda fácil. Mas tudo bem, a correria de sempre. Espero que isso passe logo. 

E que eu possa voltar para meu eu focado e tranquilo.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Pense nisso....


Forma com grelha

Sabe que o jeito que se prepara o alimento influencia - e muito - nas calorias dele. Se é frito ou assado, a diferença é enorme. Sim, assar ou grelhar o alimento é sempre a melhor das opções. Mas ainda tem como melhorar ainda isso. 

 Porque quando colocamos uma carne na assadeira, mesmo as mais magras e principalmente as mais gordas, elas soltam gordura. E na assadeira normal a carne fica em contato com aquela gordura dela, e acaba absorvendo um pouco de volta. É, realmente isso faz a carne ficar deliciosa e pouco saudável. 

Então eu descobri a forma com grelha. 


É uma ótima invenção culinária e o princípio é bem simples. Tem uma grelha dentro da forma que não deixa a carne encostar no fundo. Então a gordura da carne escorre para o fundo e fica li depositado e a carne não entra em contato com a gordura que ela já descartou.

Existe de vários tamanhos e preços. Existe sim umas bem caras, mas tem outras mais em conta. E vale muito a pena, é um ótimo investimento. 


Como todo gaúcho, o meu marido adora carne. E carnes gordas. Costela, maminha, vazio......e preparadas na forma com grelha, elas ficam sem tanta gordura. A minha eu uso direto. Eu e meu marido até brincamos dizendo que ela não fica limpa nunca.

E devo confessar, limpar essas formas é bem chato. Toda vez que eu olho para elas sujas eu penso: "por que fui usar essa forma". Mas toda vez que limpo, e vejo aquela crosta de gordura que se forma no fundo, gordura essa que iria pro nosso corpo, eu penso: "ainda bem que usei essa forma".

Porque é essa gordura que entope artérias e prejudica a saúde....não dá pra brincar com isso. Essas formas são mesmo uma ótima opção, e uma aliada na hora de diminuir a gordura (e as calorias) dos pratos. E as carnes, mesmo sem tanta gordura, ficam maravilhosamente deliciosas. Vale muito a pena comprar.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

E o Oscar vai para.....

Se a sua vida fosse um filme, sobre o que ele seria? Qual seria a sua sinopse? 


Imagina a sua vida toda, como se você estivesse assistindo de fora.......pra começo de conversa, você gostaria da protagonista? 

Enfim, antes de mais nada, quero dizer uma coisa: caso essa moda pegue, e a minha vida vire um filme, gostaria das seguintes atrizes fazendo o meu papel: Priscila Fantin, Maria Fernanda Candido ou Jennifer Lopez. kkkkkkkkkkkkkkkkk

Não custa nada deixar claro desde já. A Priscila Fantin porque as pessoas veem semelhanças, a Maria Fernanda Candido porque é chiquérrima e linda, e a Jennifer Lopez dispensa comentários....ohhhh mulherzinha linda. 


Com todo o perdão do pensamento, apesar de estar acima do peso quase que a minha vida toda, quero ser retratada por alguém mais nos padrões. Tá, eu sei, eu sei. Desculpa. Mas lá no fundo, essa é a minha vontade.


Dito isso...kkkkkkk.....posso continuar. 

Se a minha vida fosse um filme, ele seria um drama. Talvez com uma pitada de comédia, talvez. Mas estaria mais para o drama. E seria sobre uma mulher que exagera em tudo, se apega às coisas e por isso se esquece de viver. Sim, triste. Muito triste. Ela passa a vida tentando emagrecer, mas ao mesmo tempo não consegue para ser se apegar à comida, às compras. Ela quer estar nos padrões de beleza da sociedade apesar de não concordar com ele. E ela se cerca de coisas, e bugigangas e esquece do que realmente vale a pena na vida.

Sim, seria um filme muito triste. E o mais triste disso é que eu não gostaria que um filme assim representasse a minha vida. Mas me representa. Realmente seria eu a retratada. 

Talvez eu me simpatizasse com a protagonista. Mais por pena. Seria um filme interessante de ser ver, porque tiraríamos lições de como não ser, o que não fazer com a sua vida. Meu Deus, olha o que estou falando da minha vida. "Pena dela", "o que não fazer com a vida". Mas é minha vida. Está sendo assim. E algo a respeito precisa ser feito. Algo precisa mudar neste filme.

Bom, talvez meu filme até ganhasse um Oscar. Talvez. Mas isso nem mesmo é importante.


Mas o que realmente importa é: eu não queria um filme assim representasse a minha vida. 

Mas espera aí. É a minha vida. Eu sou a diretora, eu sou a roteirista, eu sou a protagonista ( e não a Priscila, Maria Fernanda ou a Jennifer). Eu, Fernanda. Eu é que mando nesse filme. Mas que isso, eu vivo este filme.


E se ele não é muito bom, a culpa é minha. Mas a notícia boa é que ele ainda não terminou. E eu quero um final feliz para ele. "E ela finalmente consegue emagrecer....". Sim, isso faria parta do meu final feliz. Mas não só isso. Teria que ter um "e ela se livra de tanta coisa, e aprender o valor das coisas, das coisas simples". "Ela se sente feliz. Feliz com ela mesma. Não por vestir número 38, mas por ela conseguir ser uma pessoa melhor, uma pessoa boa, que faz algo pelos outros, que faz algo pelo mundo....."

Tá na hora de eu começar a reescrever o meu final. Um final melhor. Não que a minha vida vai acabar no final, pode ter um "e ela viveu feliz para sempre....". É clichê, mas é o que todo mundo quer. Eu só quero começar a fazer do meu filme uma história melhor, uma vida melhor...

Pode ser que no final eu não ganhe o meu Oscar, mas eu terei ganhado a minha vida de volta. E este é o maior de todos os prêmios.

Contagem regressiva

Sei que ando escrevendo pouco, mas estou pra lá de ocupada. 


Saio de férias com o marido daqui 2 semanas e tenho um monte de coisas para colocar em dia. Não está nada fácil. E como sempre, vou passar as férias com a minha família. Bom, fui morar longe deles, e agora a vida é assim, aproveito as férias para ir ver eles.

Mas até lá tenho mil coisas para fazer. E já começo a ficar nervosa com o fato de ir ver a minha família. E começo a pensar que tenho um problema aí não resolvido. É claro que os pais sempre fazer o melhor para os filhos, mas sempre que eu vou visitar eles tenho que lidar com muitas coisas. As brigas de família, a relação conturbada do meu pai com meu irmão, é a minha mãe exigindo neto (irritante isso), é meu pai me criticando por tudo e mais um pouco, sempre diz que to magra de mais, um saco. Eu já falei mil vezes com eles para pararem....mas eles não param. E falar a verdade - neste exato momento - não queria ter que lidar com isso. 


Acho que toda família é assim, ou pelo menos a maioria delas, sempre tem algo por trás da foto feliz de família, mas a minha deve ter batido vários recordes. O meu pai é um turrão, tenho que lidar com isso, mas aos 33 anos, devo confessar, não aprendi a lidar com isso ainda. 

Não sei como vai ser, mas já estou sofrendo de antemão. E isso já está afetando a minha dieta. E eu fico preocupada, porque se está afetando a minha dieta eu ainda estando aqui, a tendência é lá ser bem pior. E isso me deixa ainda mais preocupada e nervosa.

Quero ver se até lá eu encontro um tempo para meditar um pouco. Sério. Estou precisando. 


Preciso dar um jeito de me encontrar e superar as questões familiares, e não permitir mais que isso tudo me afete. Para que eu consiga ir e voltar em paz. Mas eu só tenho 2 semanas para isso. E vai passar voando.

Pedra de polir unha

Com tantas festividades de fim de ano, em Dezembro passado, eu me dei um luxo que geralmente não faço: fazer unha no salão. Sim, eu acho uma coisa necessária, mas ao mesmo tempo é caro de mais para durar tão pouco. E comigo dura pouco mesmo. 

Mas um monte de eventos, natal, ano novo.....fui pro salão várias vezes. Fiz mais unha em Dezembro do que fiz o ano todo. 


E lá chegando, a manicure me disse que a minha unha estava escamando, e me pediu para comprar pedra de polir unha. Eu sabia que isso existia, mas jurava que era frescura. Pois bem, descobri que não é. Aliás, recomendo. Recomendo muito. É muito bom. 

A manicure me explicou que que a pedra de polir é pessoal, que cada cliente deve ter a sua. Então fui eu procurar a tal pedra. Me lembrei que no Barra Shopping Sul tem um quiosque que vende isso, e toda vez que você passa na frente do quiosque, as vendedoras te chamam para experimentar e te convencer a comprar. Eu sempre passava batido. Odeio esse papo de vendedor. Mas fui lá, ver quanto era. 

Entrei no quiosque e perguntei quanto custava a pedra de polir unha. É uma pedra que tem 4 lados e 4 funções: lixar, tirar saliências, polir e dar brilho. Aliás, dá tanto brilho que parece que você passou base. Fica um luxo. Enfim, entrei no quiosque e perguntei o preço. 


E a vendedora respondeu: R$ 100.

Imagina, acho caro o preço da manicure, imagina da pedra: 100 reais a pedra polir. 

Eu - ingênua - achei que tinha ouvido mal, e disse "não, só a pedra". E a vendedora confirmou: "sim, só a pedra, 100 reais."

"Porque tão cara", pensei em voz alta, e a vendedora me respondeu: "essa pedra, quando acaba você vem e troca e a gente te dá uma novinha e você não paga nada". 

"Por 100 reais - desta vez eu só pensei - vocês tem que me dar pedra a vida inteira."

Foi então que a vendedora tentou me fazer uma proposta indecente: "Então vou fazer algo melhor para você. Tem um kit com a pedra, creme para cutícula e creme para as mãos"


- Quanto? - eu perguntei
- R$160,00 - ela respondeu. 

Achei que ela iria fazer algo melhor para mim. Eu, não querendo pagar 100 reais, não queria de jeito nenhum pagar R$ 160,00. Ela viu a minha cara de "não" e tentou mais uma vez.

- Tá, vou fazer algo ainda melhor. Tem esse creme esfoliante e este hidratante.....(ela pegou a minha mão, passou um, passou o outro, e realmente são ótimos. Fiquei mesmo com vontade de ter, porque eles dão quase que uma vida nova pra mão. Muito bons)


- Quanto?
- R$ 180,00 cada um. Mas se você levar os dois, te dou o kit com a pedra de polir de graça.

Não, não podia ser verdade, ela agora queria que eu pagasse 360 reais. Achei que ela estava tentando melhorar as coisas e não piorar.

Eu fiz o que todo mundo faz: "Tá, vou dar um volta e pensar no assunto"

Mas a vendedora não queria me deixar sair dali. Claro que não. Deve ter ouvido isso mil vezes só naquele dia. E acho que quando o pessoal pensa, decide não pagar 360 reais só em coisas para o cuidado das mãos. 

Digo de novo, os produtos são ótimos, um dia, quanto eu ficar rica, quero comprar....mas atualmente, nem pensar. Depois de uns 3 minutos explicando que não iria levar naquele exato momento, que eu iria pensar no assunto, finalmente consegui me livrar da vendedora e sair dali.

Eu entrei para comprar uma pedra, descobri que era 100 reais, depois passou para 180 e depois para 360. Que horror. 

Então fui na farmácia, no shopping mesmo, a uns 50 metros do quiosque. E lá achei a pedra. Por R$ 8,00. Sim, 8 reais. Não dá pra acreditar. 


Pode ser que a pedra que eu comprei não dure muito, só o tempo vai dizer, mas por 8 reais......

A pedra de polir realmente faz uma enorme diferença. Adorei. E só custa 8 reais. Vale a pena investir. E quanto ela quebrar, desgastar ou qualquer coisa do tipo, compra outra por 8 reais. Por isso que, definitivamente, não dá pra cair em papo de vendedor. 

E você que adora fazer unha.....tenha sua pedra de polir. Faz mesmo uma grande diferença. Eu recomendo.

Ahhhhh, e já ia esquecendo de dizer. Levei a minha pedra de polir de 8 reais para minha manicure, e ela aprovou. Disse que era exatamente aquilo. Ponto pra mim.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Voltando pra nutri

Esperando que 2014 seja bem diferente...eu voltei pra minha nutri. A minha última consulta foi em 18/06/2013 (e com 90,1 quilos).....imagina. Mas eu estava com foco zero. Não adiantava eu ficar dando "murro em ponto de faca". Queria me encontrar e só voltar quando eu estivesse realmente conseguindo me focar. Pois bem, essa hora chegou. E é agora.


Com 85,6 quilos, fui logo fazendo uma avaliação física. Na minha última avaliação eu estava com 84,2. E agora, mesmo pesando mais, meus resultados foram bem melhores.


E isso é ótimo. Graças à minha atividade física do metabolismo eu estou secando e ganhando massa magra. Espero que os resultados daqui pra frente só melhorem. Cada vez mais e mais....vamos nessa que 2014 está só começando.

Galletas de arroz integral

Outro dia meu marido foi no super e trouxe uma gostosura pra mim.....ele adora comprar coisinhas inesperadas. E veio ele com um pacote de galleta de arroz integral. É uma bolacha de arroz integral. Tem uma que é açucarada, que eu amo.....mas esta que ele trouxe não, ela é sem açúcar. É boa também........ tá, eu confesso, não chega aos pés da outra cheinha de açúcar, mas esta é bem mas saudável. 


Eu nem conhecia, nuca tinha comido. Meu marido me entregou e disse: "Acho que essa você vai gostar. Por que vi na internet que o pessoal que faz dieta gosta de comer porque dá uma sensação de saciedade e tem poucas calorias".....olha o cara. Que amor. Deve ter visto isso em algum lugar e resolveu comprar pra mim. 


É grande, cada bolacha é enorme.....e é gostosinha sim. E realmente tem poucas calorias. A cada 3 enormes bolachas, são 109 calorias. 


Vale muito a pena ter, na hora do aperto, não sabe o que vai comer, tá aí uma opção, e ainda dá pra levar na bolsa. Vale muito a pena experimentar. Ainda mais a gente que come as mesmas coisas sempre....variar é um incentivo a mais para continuar na dieta.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Faça 2014 ser um ano diferente


Para você que quer começar a malhar

Vou dar uma dica para você que quer começar a malhar, mas falta aquela disposição: comece. 


Parece uma dica simples, mas não é tão fácil quanto parece. E toda vez que eu fico um tempo sem malhar, para retomar, é um martírio. E pode ser que isso tenha algo a ver com a Primeira Lei de Newton, que diz que um corpo em repouso tende a ficar em repouso e um corpo em movimento, tende a ficar em movimento (lei da inércia).

Porque quando um corpo sedentário que ser movimentar, ele mesmo se nega a isso. Porque logo no início, a força que é necessária para colocar o corpo em movimento é muito grande, é cansativo e o corpo não vê nenhum benefício nisso. Não, ele não quer se mexer. 

Mas depois de um tempo, quando o corpo se acostuma com o movimento, isso para ele é natural, e ele faz sem nenhum problema. Então, para você que não malha, não faz absolutamente nada, quando for começar não pense em fazer 1 hora, ou controlar a respiração, contrair o abdome. Nada disso. Isso, é coisa para se preocupar depois, quando o corpo já estiver habituado. Quando for começar a malhar, tenha uma única preocupação: começar a malhar. Simplesmente comece. 

Se no primeiro dia só conseguir fazer 20 minutos, ótimo. Faça 20 minutos. No dia seguinte só conseguiu fazer 10. Tudo bem, faça os 10. Mas faça. E, gradativamente, vá aumentando este tempo. A medida que o corpo for obedecendo e aceitando a atividade física, vai aumentando o tempo. E quanto conseguir chegar a 40 minutos, 50 minutos ou 1 hora, aí comece a aperfeiçoar, controle a respiração, mantenha a postura, abdome contraído, tente andar um pouco mais rápido (geralmente quando começamos a caminhar por exemplo, a tendência é andar como se estivesse passeando, e a caminhada tem um ritmo um pouco mais rápido). O importante no momento de começar é tirar o corpo da inércia. Depois que você conseguir isso, vá em busca de objetivos maiores. 

Isso o que falo parece simples, mas o que acontece na realidade é que quando a pessoa decide malhar, ela quer logo fazer 1 hora. O corpo quase infarta, mas a pessoa consegue. O que é mesmo uma grande vitória. Mas aí, quando a pessoa pensa em malhar novamente, o corpo se lembra que quase morreu na última caminhada, e não quer ir. Vem a preguiça, vem a desculpa, vem um monte de coisas para fazer, hoje não, mas amanhã sem falta. E quando você percebe, o amanhã não chega nunca. Então, se for começar, no começo, respeite o limite do seu corpo sedentário. Não exija dele o comportamento de um atleta. Deixa ele começar no ritmo dele, depois de duas ou quatro semanas, aí sim, vai exigindo um pouco mais dele. 

Aí você diz: mas eu ouvi dizer que o corpo só queima a gordura do estoque depois de 40 minutos de atividade física. É verdade em termos. Porque cada corpo é de um jeito. E se você não faz nada de atividade física, esses 20 minutos farão uma diferença muito maior do que malhar 1 hora para quem já está acostumado. Então isso é relativo. Como eu disse, deixe para pensar nisso mais tarde. Agora se concentre em se mexer. Não quer ir para uma academia, ótimo, vai dar uma caminhada, uma pedalada, dance em casa, pule corda por 5 minutos, olha, as possibilidades são infinitas....e não se preocupe em por quanto tempo o seu corpo vai aguentar, por enquanto simplesmente faça. 

É importante dizer isso, porque quando se fala em ter uma vida saudável, quase todo mundo diz: olha, você precisa caminhar pelo menos 1 hora 3 vezes por semana. Mas ninguém fala que, para uma pessoa de mais de 100 quilos que nunca caminhou, no primeiro dia provavelmente não conseguirá fazer 1 hora. A pessoa descobre isso sozinha. E quando descobre isso, se sente fraca, chateada, uma perdedora. Quando na verdade é normal. Todo início é difícil. E bem no início, o que importa é dar  o primeiro passo. Então apenas dê o primeiro passo. Apenas faça. Você vai se surpreender com o que é capaz.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...