quarta-feira, 30 de abril de 2014

Que dia estranho....

O dia está meio estranho hoje. Bom...pra começar, está um tanto cinza....e pra completar, tem um restão (tipo mais que a metade) de um ovo de chocolate ENORME me chamando. Ele grita "me come" toda vez que passo pela cozinha. Sim, sim...já o escondi. Tirei da minha vista. Mas eu sei que ele tá lá. Eu o escuto.

Aí chegou a hora do almoço...montei meu prato...normal. Arroz, salada, frango.....e quando dei por mim, eu enchi o prato de farofa. Aquelas prontas. E quando terminei, coloquei um pouco mais de farofa (prontas e cheias de gordura) e comi purinha.

Pois é, chocolate (que eu estou resistindo, vamos deixar claro), a farofa, o dia cinza.......TPM


Eu estou na TPM, e nem tinha me dado conta. E se eu me distraio, só me dou conta depois de 2 barras de chocolate. Não dá pra se distrair. Não dá pra ligar no automático.

Agora só me resta queimar essa farofa batendo um papinho com o Elias logo mais...

terça-feira, 29 de abril de 2014

Eu lhes apresento: Elias, o elíptico

Bom, já está na hora de vocês conhecerem o meu mais novo melhor amigo: Elias, o elíptico. 



Ele está temporariamente no meu closet. Futuramente ele será transferido para meu quarto (que ainda não está pronto). Mas até lá, ele fica no meu closet mesmo.

Tá, eu preciso explicar o closet. O meu closet é na verdade um quarto. A minha casa tem 3 quartos bem pequenos e 1 sótão. Em breve transformarei o sótão num quarto gigante. Mas até lá, eu vivo assim: um quarto cabe apenas a minha cama, e no outro (que seria a suíte) coloquei todos os guarda roupas. Numa parede os meus, e na outra a do marido. E assim nasceu meu closet.

E agora minhas roupas dividem o espaço com o meu super amigo......e até agora eles tem se dado super bem. Coisa boa!

Enfim, malhando

Comecei a usar meu Elíptico. 


Eu tinha me esquecido como é difícil malhar nele. Quando eu fazia na academia, tá, no começo também foi difícil, mas eu consegui condicionamento, e no final estava fazendo 1 hora, 1 hora e 10 minutos....direto. Sem parar.

E agora? Bom, agora eu quase morro por fazer 10 minutos. Sem condicionamento físico total. Tudo bem, eu vou chegar lá. Não vou ficar desesperada com isso. 

Atualmente estou fazendo 10 minutos direto, 6 vezes ao dia. O que no final do dia me renderia a 1 hora. Sem pressão para emagrecer ou coisa e tal. Quero, por enquanto, apenas melhorar meu condicionamento. E quando eu chegar aos 20 minutos direto de transport, posso voltar para meu plano de atividade antigo que era malhar 1 hora direto, mas intercalando:

20 minutos de aeróbico
20 minutos de localisada
20 minutos de aeróbico

E depois quero ir crescendo e mudando isso. Quero voltar a fazer 1 hora direto no transport. Mas atualmente, estou limitada, e a minha meta é: melhorar o condicionamento físico. Para assim, enfim, conseguir chegar onde eu quero. Bora malhar então.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Mas....o mais importante é você saber que não é uma árvore


Que tipo de árvore você é?

Ontem vi no face um perfil pessoal baseado na data de nascimento, caracterizado por árvores. 


Você olha, pelo dia em que nasceu e vê que tipo de árvore você é (eu sou Abeto). E depois olhas quais as características que seriam da sua árvore, que, teoricamente, seriam as suas características. Olha a minha árvore aí, o Abeto:


Então resolvi ler as características que seriam minhas para o marido. E quando eu terminei de ler, ele disse: "Está corretíssimo"....kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Não posso deixar de colocar aqui então. Vamos lá:

ABETO (o Mistério). É uma pessoa de extraordinário bom gosto, dignidade, sofisticada, ama a beleza, temperamental, teimoso, tende ao egoísmo, mas se preocupa por quem está cerca, mas bem modesta, muito ambiciosa, de muitos talentos, trabalhadora, amante insatisfeita, de muitos amigos e inimigos, muito confiável.

Não gostei do "egoísta" e do "ambiciosa", mas tudo bem......deixa assim....

Se você gostou da brincadeira, e quer ver qual é sua árvore, aqui vai a relação delas e em seguida suas características:

VEJA SUA DATA DE NASCIMENTO:

Dezembro... de 12 a 21 de dezembro - FIGUEIRA 
 Dezembro... de 23 de dezembro a 01 de Janeiro - MACIEIRA 
 Janeiro............ ...de 2 a 11 - ABETO
Janeiro.......... de 12 a 24 - OLMO
Janeiro.......... de 25 de janeiro a 03 de Fevereiro - CIPRESTE
Fevereiro......... 4 a 8 – ÁLAMO
Fevereiro......... 9 a 18 - CEDRO
Fevereiro....... 19 a 28 - PINHEIRO
Março........... 1 a 10 - SALGUEIRO
Março......... 11 a 20 - LIMEIRA
Março................. 21 - CARVALHO
Março......... 22 a 31 - AVELà
Abril............. 1 a 10 - SORVERA
Abril........... 11 a 20 – PLÁTANO
Abril........... 21 a 30 - NOGUEIRA
Maio............ 1 a 14 – ÁLAMO 
Maio.......... 15 a 24 - CASTANHEIRA
Maio........... 25 de maio a 03 de Junho - ÁRVORE CINZA
Junho............. 4 a 13 - Árvore CHOUPO-BRANCO
Junho........... 14 a 23 - FIGUEIRA
Junho................... 24 - BÉTULA
Junho........... 25 a 04 – MACIEIRA
Julho.............. 5 a 14 - ABETO
Julho............ 15 a 25 - OLMO
Julho............ 26 de julho a 04 de Agosto - CIPRESTE
Agosto.......... 5 a 13 - ÁLAMO
Agosto........ 14 a 23 - CEDRO 
Agosto........ 24 de Agosto a 02 de Setembro - PINHEIRO
Setembro... 3 a 12 - SALGUEIRO
Setembro.. 13 a 22 - Limeira
Setembro.. 23 - OLIVA
Setembro.. 24 setembro a 03 de Outubro - AVELÃ
Outubro......... 4 a 13 - SORVERA
Outubro....... 14 a 23 - PLÁTANO
Outubro....... 24 outubro a 11 de Novembro – NOGUEIRA
Novembro... 12 a 21 – CASTANHEIRA
Novembro... 22 novembro a 01 de Dezembro - ÁRVORE CINZA 
Dezembro...... 2 a 11 - Árvore CHOUPO BRANCO
Dezembro.... 22 - FAIA 
 
Agora as características:
 
ÁLAMO (a Incerteza). É uma pessoa com um alto sentido da estética, não muito segura de si mesma, valente somente se for necessário, carece de rodear-se de um ambiente agradável, é muito seletivo, às vezes solitário, muito entusiasta, de natureza artística, boa organizadora, intenta aprender a través da filosofia, confiável em qualquer situação, assume as relações muito seriamente.

BÉTULA (a Inspiração). Uma pessoa vivaz, atrativa, elegante, amistosa, não pretensiosa, modesta, não gosta dos excessos, aborrece o vulgar, ama a vida na natureza e a calma, não muito apaixonada, cheia de imaginação, um pouco ambiciosa, cria uma atmosfera de calma e satisfação.

ABETO (o Mistério). É uma pessoa de extraordinário bom gosto, dignidade, sofisticada, ama a beleza, temperamental, teimoso, tende ao egoísmo, mas se preocupa por quem está cerca, mas bem modesta, muito ambiciosa, de muitos talentos, trabalhadora, amante insatisfeita, de muitos amigos e inimigos, muito confiável.

PLÁTANO (a Mente Aberta). Uma pessoa fora do comum, cheia de imaginação e originalidade, tímida e reservada, ambiciosa, orgulhosa, segura de si mesma, com sede de novas experiências, algumas vezes nervosa, tem muitas complexidades, boa memoria, aprende rapidamente, com uma vida amorosa complicada, gosta de impressionar. Deves buscar ter uma relação seria que te preenche tua vida, isso te faria feliz. 

AVELÃ (o Extraordinário).. É uma pessoa encantadora, não pede nada, muito compreensiva, sabe como impressionar as pessoas, segura, mente aberta, positivista, ativa na luta de causas sociais, popular, temperamental e amante caprichoso, sensual e excessivamente apaixonado, belo, sensível, honesto e companheiro tolerante, com um sentido da justiça muito preciso.

CASTANHEIRA (a Honestidade). De beleza incomum, não deseja impressionar, com um desenvolvido sentido da justiça, vivaz, é uma pessoa interessada, diplomática de nascimento, contudo se irrita facilmente e é muito sensível a companhia, muitas vezes por falta de segurança em si mesma, às vezes atua com sentido de superioridade, se sente incompreendida, ama uma sola vez, tem dificuldades para encontrar um cônjuge.

ÁRVORE CINZA (a Ambição). É uma pessoa excepcionalmente atrativa, vivaz, impulsiva, exigente, não lhe importam as críticas; ambiciosa, inteligente, cheia de talentos, gosta de jogar com o destino, pode ser um pouco egoísta; muito leal e digna de confiança, amante fiel e prudente, algumas vezes o cérebro controla o coração, mas assume suas relações muito seriamente.

FAIA (a Criatividade). Tem bom gosto, preocupa-se com sua aparência, materialista, organiza bem sua vida e sua carreira, é uma pessoa parcimoniosa, bom líder, não toma riscos desnecessários, razoável, esplêndida companheira de vida, gosta de manter a línea - dieta, deportes, etc.

ÁRVORE CHOUPO-BRANCO (o Bom Gosto). De uma beleza muito fresca, se preocupa por sua aparência e sua condição econômica, de bom gosto, não é egoísta, vive da forma mais cômoda possível de maneira razoável e disciplinada, busca bondade e conhecimento em uma companheira emotiva, sonha com amantes incomuns, a miúdo é feliz com seus sentimentos, desconfia da maioria das pessoas, nunca está segura de suas decisões, muito consciente.

LIMEIRA (a Dúvida). Aceita o que a vida lhe dá de uma maneira muito complexa, odeia pelear, o estes e o trabalho, mas se desgosta com a preguiça e a ociosidade, é suave e sabe ceder, faz sacrifícios pelos amigos, de muito talento, porém não suficientemente tenaz para explorá-los, se lamenta e se queixa frequentemente, é uma pessoa muito ciumenta porem leal.

MACIEIRA (o Amor). De contextura leve, bastante carisma, é uma pessoa impressionante e atrativa, de uma aura agradável, coquete, aventureira, sensível, sempre apaixonada, quer amar e ser amada, companheira fiel e tenra, muito Generosa, de talentos científicos, vive o dia a dia, filosofa despreocupada com imaginação. Totalmente despistada. 
 
OLMO (a Mentalidade Nobre). Uma figura agradável, bom gosto em se vestir, de exigências modestas, tende a não olvidar os erros, alegre; gosta de mandar, mas não de obedecer, é uma companhia honesta e fiel; toma decisões pelos demais, de mentalidade nobre, generosa, com um bom sentido de humor, prática. 

SORVERA (a Sensibilidade). Cheio de encantos, alegre, dá sem expectativas, gosta de chamar a atenção, ama a vida e as emoções, não descansa, e inclusive gosta das complicações, é tanto dependente como independente, tem bom gosto; é uma pessoa artística, apaixonada, emocional, boa companhia, não esquece. 

CEDRO (a Confiança). De uma beleza invulgar, sabe adaptar-se, gosta do luxo, de boa saúde, é uma pessoa nada tímida, tende a ver com menos valia as demais pessoas, segura de si, com determinação, impaciente, gosta de impressionar aos demais, é de muitos talentos, trabalhador, saudavelmente otimismo, em espera do único e verdadeiro amor, capaz de tomar decisões rapidamente.

CIPRÉS (a Fidelidade). Forte, muscular, adaptável, toma o que a vida tem para lhe dar, é uma pessoa satisfeita, otimista, anseia pelo dinheiro e o reconhecimento, odeia a solidão, você um cônjuge apaixonada, dedicada, mas muitas vezes insatisfeita, fiel, não se altera facilmente, indócil, um pouco pedante e totalmente desinteressada.

NOGUEIRA (a Paixão). Implacável, é uma pessoa estranha e cheia de contrastes, frequentemente egoísta, agressiva, nobre, de horizontes amplos, de reações inesperadas, espontânea, de ambição sem limites, nada flexível, é uma companheira difícil e pouco comum, não sempre agrada, porém se admira, com um ingênuo senso estratégico, é muito ciumenta e apaixonada, não se compromete.

OLIVO (a Sabedoria). Ama o sol, de sentimentos cálidos e ternos, razoável, é uma pessoa equilibrada, evita a agressão e a violência, tolerante, alegre, calma, um sentido bem desenvolvido da justiça, sensível, empática, não conhece a inveja, lhe encanta ler e a companhia de pessoas sofisticadas.

PINHEIRO (o Particular). Encanta-se com a companhia agradável, é uma pessoa muito robusta, sabe fazer de sua vida algo confortável, muito ativa, natural, boa companhia, mas não sempre amistosa, se enamora facilmente, porém sua paixão se apaga em pouco tempo, não se rende facilmente, se decepciona de todo hasta que encontra sua ideal, é de confiança e de carácter prático.

CARVALHO (a Valentia). É uma pessoa robusta de natureza, valente, forte, implacável, independente, sensível, não gosta de mudanças, mantem seus pés bem postos sobre a terra, e gosta da ação.

SALGUEIRO (a Melancolia). Uma pessoa bela, porém melancólica, atrativa, muito empática, ama as coisas belas e de bom gosto, ama viajar, sonhadora sem descanso, caprichosa, honesta, pode ser influenciada, mas é difícil para conviver, exigente, com boa intuição, sofre no amor, porém às vezes encontra sustento em sua companhia. Algumas vezes gosta de mentir é bastante amigável.

FIGUEIRA (a Sensibilidade). Muito forte, é uma pessoa um pouco voluntariosa, independente, não permite as contradições o discussões, ama a vida, sua família, as crianças e os animais, um pouco volátil socialmente, bom sentido de humor, tímida, mas extrovertida. Gosta da ociosidade e a preguiça; de um talento prático e inteligência. Pessoa muito sensual e atrativa ao sexo oposto. Costa de grande elegância e presença. 
 
É isso aí...adoro esse tipo de coisa...hehehehe

Vídeo de instrução do elíptico

Fazendo propaganda do meu novo amigo....hehehe
Meu novo melhor amigo:

Eu.....

Mega feliz com meu brinquedinho novo.....




sábado, 26 de abril de 2014

Firework

Aumente o volume, sinta a música. E quando ela terminar....apenas diga pra si mesmo: "vou dominar a minha vida". Brilhe....

Enfim, ganhei meu Elíptico

Como já disse.....fiquei ansiosa a semana inteira, mas enfim ganhei meu tão sonhado elíptico. Faz 1 ano e meio que sonho com meu elíptico (alguns chamam de transport). Faz 1 ano e meio que decidi que queria ganhar um elíptico. Mas é caro. Bem caro. É algo pelo qual eu tive que me programar financeiramente. Mas valeu a pena. Comprei. Enfim, comprei. 

Na verdade não é um "comprei". Está mais para "ganhei". Ganhei do meu marido. Eu pedi que ele juntasse todas as datas (aniversário, dia dos namorados, natal, aniversário de casamento...) de dois anos....e em vez de ficar me dando presentes, que juntássemos dinheiro e comprássemos um transport. É claro que não deu muito certo, porque ele me dava presente de qualquer jeito. Mas me dava presentes menores, mais do tipo lembrancinhas....e 1 ano e meio depois, ele me deu o meu tão sonhado transport. 

Este é o modelo: 


Comprei na Athetic. E custou R$ 2.938,80. Sim...uma facada. Mas é um investimento. E ainda pagamos em 12 vezes sem juros...o que facilitou bastante. 


Ele tem várias funções e super lindo....amei, amei, amei.

Eu gosto de malhar, e malho mesmo em casa. Mas depois do meu problema na coluna não podia mais usar o jump do jeito que eu usava, então eu ficava meio que se rumo, meio que sem ter o que fazer para malhar em casa. Mas agora não (e digo isso com um sorriso enorme no rosto), agora tenho meu super amigo de malhação: Elias, o elíptico. Sim, ele já tem nome. Não poderia ser diferente. Mas desta vez o marido que escolheu. Na verdade ele começou a chamar o elíptico assim, e o nome pegou. 

Agora sim, a brincadeira vai começar!!!

E eu tô feliz....mega feliz!

Enfim feliz.....só feliz

Guriasssss.....estou mega feliz. E depois do sonho realmente se concretizar, posso vir aqui contar o que tem me deixado tão ansiosa a semana inteira, e que agora, finalmente é motivo único e exclusivamente da minha felicidade: finalmente ganhei meu elíptico (ou transport, seja lá como queiram chamar). 

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh


Eu sei...eu disse que o motivo era bobo...mas pra mim...é muita coisa. Finalmente tenho meu Elíptico! OBA!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Bem assim

Ansiosa......feliz.....ansiosa....feliz....ansiosa.....feliz...


Tá, eu confesso: tenho um segredo...kkkkkkkkkkkk. Amanhã venho e conto todas as novidades.

Ainda ansiosa

Mas já quase feliz.....podemos dizer que está quase. QUASE.....



quarta-feira, 23 de abril de 2014

Chocolatinho de Páscoa

Esqueci de contar o que ganhei de Páscoa......


Ganhei uma caixa de bombom da kopenhagen. Adorei, não posso negar. Mas não foi o que eu pedi. O marido nunca se lembra do que eu escolho ganhar como presente de Páscoa. Eu tinha pedido uma barrinha de chocolate 100% cacau que vi no vídeo sobre chocolate que postei faz um tempinho. Mas enfim, fica pra próxima.

O presente do marido eu não dei ainda. Na verdade nem comprei. Vou esperar dar uma abaixada nos chocolates que ganhamos. Nem ele e nem eu podemos ficar nos enchendo de chocolate assim. 

Mas se eu ganhei uma caixa da kopenhagen, e não dei nada a ele, como é que tem um monte de chocolate? Bem ganhamos um monte de um monte de gente.....não comemos nem 1/3 do que ganhamos e olha que comemos um monte já. E chega, né? O que sobrou tem que ser comido os poucos, ou eu vou virar um ovo de Páscoa gigante. Pena que esses chocolates de Páscoa tem uma validade tão reduzida. Para dar conta de tanta produção, eles começam com muita antecedência, e acaba que a validade se encurta. Não só ganhamos um monte de doces, mas temos que consumi-los rapidamente. Credo. 

Ainda bem que o frio tá chegando....se daqui a pouco o chocolate ainda ficar dando sopa por aí, é chamar os amigos e fazer um fondue com frutas. Tudo bem, fondue não é nada light (mesmo com frutas), mas pelo menos, todo mundo ajuda a comer, e a gente coloca umas frutinhas no meio do chocolate. Fica a dica.

Em resumo......


Foi bem assim que me senti


Quase

Tá, não chegou a ser 10 quilos, mas foram assustadores 2,5 quilos em apenas 4 dias. Trágico!!!!


E veio a Páscoa

Sabe que, para conseguir emagrecer, precisamos aprender a lidar com certas coisas. Com algumas eu já aprendi, mas outras....são verdadeiros desastres. Dito isso....vamos às notícias de Páscoa.

Como minha sobrinha fez aniversário (2 aninhos) na quinta-feira, véspera da Semana Santa, aproveitamos o feriado e viajamos para casa da minha cunhada. Eu, marido, sogro e sogra. Passamos 4 dias em Chapecó/SC.


Eu sei, 4 dias são até poucos dias.....mas o desastre foi imenso. Sabe que muitas coisas causam pânico para quem faz dieta. Festas por exemplo. Tem gente que não sabe lidar com as festas. Faz tudo certo, mas quando chega numa festa, come até os enfeites de mesa. Algumas pessoas até evitam de ir em festas, só para não cair em tentação. Esse já foi o meu problema. Não é mais. Aprendi a lidar com isso. 

Para outras os fins de semana são tentadores. Fazem a dieta de segunda a sexta e quando chega sábado e domingo, engorda o que emagreceu em uma semana e meia. Este também já foi o meu problema, aliás algumas poucas vezes ainda cometo este erro, mas no geral, aprendi a lidar com o fim de semana. 

A viajar, bom, viajar sempre foi um bicho de 7 cabeças pra mim. É muito tempo fora da rotina com imprevistos para todos os lados. É um tempo em que eu não controlo nada. Nem a comida, nem o horário....nada. E desta vez não foi diferente. Não sou do tipo que chega na casa das pessoas dando ordem. Não faço isso nem com a minha mãe, quem dirá com minha cunhada. Não sei sentar na mesa de alguém e perguntar "cadê a salada?". Eu não sou assim. E chega um determinado momento que eu surto e desconto na comida. 

Eu tentei me preparar para a viagem. A minha cunhada fez uma dieta bem rígida depois do nascimento da filha, emagreceu um monte. E eu pensei que - por conta disso - iria tirar a viagem de letra. Deveria ter muita salada, e eu usaria o Plano B da minha dieta, pegaria leve no almoço para descontar as comilanças de noite. Então tá - pensei comigo - nada de carboidrato no almoço. Não seria fácil, mas eu iria aguentar. 

Então chegou o primeiro dia, primeiro almoço.......e o que era? massa com molho branco. E só. Não tinha outra opção. Como eu iria deixar de comer carboidrato se o único prato era massa. Pensando hoje, na calma do meu ser, eu poderia ter pegado leve na janta naquele dia, e no dia seguinte, tentar usar o Plano B. Mas naquele momento, eu não tava na calma do meu ser. Surtei. E quando eu digo surtei, quero dizer literalmente. Eu paro de pensar e meu estômago entra no modo automático. E modo automático para quem comeu demais por uns 20 anos.....é comer demais.

E a partir daí foi só comilança: aniversário da sobrinha, sushi bar, janta na casa de amigos, churrasco, muita sobremesa, chocolate, e quando não tinha nada disso, eu me enchia (e quando digo enchia era ENCHIA mesmo) de barrinha de cereal. Quem, em perfeito estado mental, se enche de barrinha de cereal? Ninguém.....em perfeito estado mental, ninguém mesmo. Mas eu não estava em meu perfeito estado mental. 

Resumindo......a semana santa foi uma comilança só. 


E na maioria das refeições eu poderia ter evitado o exagero. Poderia. Mas aquela massa no primeiro dia sem nada a mais, desligou o meu "alerta". E o que aconteceu depois disso, em grande parte eu nem me lembro.

Que ensinamento eu tiro disso? Bem, acho que se tirarmos algum ensinamento do trágico, fazemos ele valer a pena....então vamos lá: preciso aprender a lidar com as viagens. 

É sempre assim, toda viagem é uma droga. Eu que deveria adorar viajar, acabo nem querendo, porque na volta é sempre um sofrimento. Como que uma pessoa que aprendeu a lidar com as festas, ainda sofre com as viagens? Claro, as festas é se controlar por algumas horas, e na viagem, estamos falando de dias e dias. 

Mas não importa, preciso aprender......e como "tragédia pouca é bobagem" (tá, confesso, acho que gosto de sofrer, ou pelo menos gosto de me testar), marquei uma viagem para ver a minha família daqui duas semanas. 

Sim, a minha família é sempre pior, sim, eu sempre fico estressada antes mesmo de ir, sim, a relação dieta-e-meus-pais é conturbada. Mas resumindo: eu tô um pouco cansada do marido e consequentemente com saudade da minha mãe. Eu gosto de morar em outra cidade e ficar de fora das confusões diárias da minha família, mas só quem mora longe deles sabe que - na verdade - não é fácil. Muitas vezes, tudo o que precisamos é um abraço de mãe. E não temos. Eu não tenho ninguém. Claro, tenho meu marido, a família dele, meus amigos.....mas não é a mesma coisa. 

Então, no mês passado eu surtei e disse: "quero a minha mãe". E decidi passar o dia das mães com ela. Serão 10 dias. Eu não quero nem pensar em como vai ser. Não vou penar nisso. Mas saio de Porto Alegre com uma missão: aprender a lidar com as viagens. Aprender a lidar com os imprevistos. Aprender que cada dia é um dia. Não preciso colocar toda viagem a perder porque em 1 dia meu cardápio não deu certo. Quero aprender a lidar com isso tudo. Com os comentário dos meu pai (que já viu o meu novo corte de cabelo no face de já reclamou horrores). O pior, que falando assim parece fácil, mas na hora, estando lá....não vai ser fácil. Mas eu quero. Eu vou tentar. Preciso aprender a lidar com as viagens e ponto final. 


Mesmo porque quero viajar mais. O marido anda muito estressado com o trabalho, ele precisa sair mais para relaxar, e eu não tenho o direito de impedir isso por não saber lidar com isso. Não tenho este direito. Então....próxima parada: Cariacica/ES. E seja o que Deus quiser.

Tinha uma Páscoa no meio do caminho


terça-feira, 22 de abril de 2014

Um último comentário

Eu já falei tanto das festas deste mês....que eu mesma já me cansei dessa história. Mas eu preciso fazer um último comentário:

Eu surtei com a festa, me dediquei para estar linda na festa, escolhi o vestido ideal com todo cuidado...para quê?

Para chegar no dia da festa, e por um momento de distração, eu sair assim na foto oficial da festa:


Não....por favor, olha a barriga. Parece que a pressionei de propósito contra o vestido para passa a impressão de que estou grávida. Por favor.....closet na Fê:


Fala sério. Seu eu não soubesse que esta foto fui eu mesma que tirei, diria que usaram Photoshop:


 Por favor....por favor.....

Aí a pessoa viaja, fica 4 dias sem entrar no face pessoal, e quando entra percebe que foi marcada numa foto....e que estava horrorosa nela. Mas fazer o quê? Não é culpa de quem postou. Os donos da festa queriam colocar as fotos das pessoas que comparecerem. A criatura é que tinha que evitar de parecer uma coisa horrenda na foto alheia. Aff. 

Só não morri porque uma outra pessoa postou uma foto minha da viagem:
 

Ahhh, esta sim, saí bem (apesar da cara redonda....heheheh). Preferi me fixar nesta segunda, e esquecer a primeira. Deixa pra lá.....

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Os números comprovam...

Outro dia falei aqui sobre eu ter afinado mais do que ter emagrecido. Quero dizer, por mais que os números da balança não tenham descido muito, as minhas medidas diminuíram bastante. E para quem não acreditou nessa "balela" mesmo depois de ver as fotos (tem gente que é mesmo assim - eu era assim-, só acredita em números)....bom, eu peguei a avaliação que a nutri fez e os números são impressionantes.... 


Eu separei 3 avaliações para comprar. A primeira avaliação que fiz, que eu tava com 84,7 quilos, a avaliação que fiz quando estava com 81,1 (bem na época do vestido preto) e a última avaliação com 84 (que foi na época que eu usei o vestido azul). Para para relembrar o corpo de 81,1kg e o de 84:


Não estranhem as datas das avaliações. É que entrei na nutri, depois sumi da nutri. Emagreci....engordei.....bom, enfim....vamos ao números: 


Agora vamos analisar essa tabela. Quando eu comecei estava com 84,7 quilos. E desses 84,7 quilos, 21,56kg era de gordura (25,46%) e 63,14kg era de massa magra. Então cheguei aos 81,1 kg (o corpo do vestidinho preto ali de cima). E neste momento eu tinha 17,27 quilos de gordura (22,28%) e - praticamente os mesmos - 63,83 quilos de massa magra. A minha % de gordura caiu porque o meu peso caiu, eu perdi mesmo foi gordura. Ganhei só 600 gramas de músculo. 

Mas aí engordei e de novo emagreci. E desta vez, com a ajuda da AF, eu cheguei a 84. Só que desses 84kr, 17,16kg é gordura (21,67%), e eu ganhei quase 2 quilos de músculo. Apesar de agora estar com 84 eu tenho menos gordura no corpo do que quando eu tinha 81, e o meu % de gordura também é menor. Por isso que apesar de na balança eu estar mais pesada, o meu corpo parece ligeiramente melhor e mais bonito agora com 84, do que quando eu tinha 81,1.....louco, né?

E agora? Você se convenceu de que o número da balança não representa exatamente a realidade?

Eu sei, acreditamos por tanto tempo na balança, que agora é difícil aceitar que o que ela conta não é uma verdade completa. Eu mesma não me libertei da balança - ainda. Mas estou trabalhando isso na mente. Quantas vezes jogamos tudo pro alto por ver um número não muito bom na balança? Se a gente conseguir perceber que os números da balança não represente a realidade, pode ser que a gente consiga, finalmente, encontrar o equilíbrio, e finalmente consiga emagrecer de uma vez por todas.

Aniversário de casamento - presentes

Bem, como eu disse, nesta semana, eu e o marido completamos 7 anos de casados. E eu o convenci (OBA!) a deixar a comemoração para depois. É claro que fiquei com o coração partido por ele. Sei como ele adora essas comemorações. Mas esta semana tá lotada de coisa pra fazer, resolver, comilanças, viagem, Páscoa.....de tudo um pouco. Eu sugeri, ele aceitou e deixamos a comemoração para depois. E eu fiquei feliz da vida. Ufa.....

Mas os presentinhos trocamos. Trocamos de teimosos. Porque nossos presentes oficiais (tanto o meu quanto o dele) são outros. Que chegarão depois. Mas já estávamos sem comemoração....o presente não poderia ficar para depois, então compramos um lembrancinha para alegrar o coração enquanto o presente oficial não chega. 

O presente dele foi na verdade um "combo"...hehehehehehe. Quando eu vou comprar presente pra ele eu vou pensando em algo, mas quando chego lá vejo uma coisa e outra e mais outra...tudo lindo, tudo a cara dele...não resisto. 

Comprei uma combinaçãozinha de camisa social, grava e suéter (fotos de padronagem parecidas) e um chocolatinho para adoçar (exatamente aquele ali). 


Quando a cara da loja de roupas foi embrulhar para presente, eu pedi para ele fazer a combinação, colocar a gravata na camisa social e o suéter por fora, para quando ele abrisse visse a combinação do look. E quando ele foi fechar o presente eu disse, "espera aí", e coloquei a caixa de bombom. O vendedor olhou pra mim e disse: "nossa, seu marido deve ser muito especial", fiquei toda boba rindo, e só disse "e é mesmo".

Bom...e eu  ganhei dois colares. E um deles com brinco combinado. Pode-se dizer que também foi um "combo". Como podem ver, eu não sou a única exagerada da família. O colar com brinco é este aqui, só que o meu é verde: 


E o outro é este e exatamente este. 


Este vermelho eu ADOREI....e tem até uma historinha.....hehehehe

Eu tinha indo na nutri, e como eu ia voltar com ele, marcamos de nos encontrar no shopping. E eu aproveitei para comprar o presente dele. E aproveitei também e passei na loja de biju que eu amo, a Morana. Lá tem acessórios incríveis com preços ótimos. E quando fui na loja vi esse colar vermelho e me apaixonei. Amei ele. Mas o problema é que eu amei o vermelho e o preto do mesmo modelo. Comprei o preto, porque combina mais com tudo. E disse pra vendedora - que já me conhece - que esse mês tinha muitas coisas pra fazer e pagar, e que se no próximo mês ele ainda estivesse por lá, voltaria pra comprar. Então foi isso. 

Encontrei meu marido, dei o presente dele, que ele só viu em casa, mas quando cheguei no carro, no meu lugar estava os dois pacotinhos da Morana. Ahhh, tudo bem. Abri o primeiro, o conjunto de colar verde, que amei. Eu não tinha verde ainda, já me imaginei com uma blusa branca e coisa e tal. 

E quando abri o segundo.....AHHHHHHHHH....surpresa total. O meu colar. O irmão gêmeo do que eu tinha comprado que eu tinha deixado na loja com o coração partido. Aí já imaginei a situação, o meu marido apareceu lá, a vendedora que nos conhece deve ter dito que eu gostei, e ele, generosamente me trouxe de presente......agora, deixa eu responder de novo a pergunta do vendedor da loja de roupa masculina: Sim, o meu marido é mesmo muito especial!

E que esta data se repita por vários anos......

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Na verdade, a cada ano é um novo início...


Hoje faço 7 anos de casada

Hoje (e ontem) é meu (nosso - meu e do meu marido) aniversário de casamento. Ontem do casamento civil, hoje do religioso. Fazemos 7 anos de casados. 


E como é tradição, comemoro aqui no blog com uma brincadeira: Se meu casamento fosse hoje, qual vestido eu escolheria?

A minha escolha de 2012 ainda não esta disponível no blog (estou passando as postagens antigas do orkut a limpo, mas ainda não terminei). Mas se quiserem ver a minha escolha de 2013, só clicar aqui.

E assim como no ano passando, neste ano eu optei por linhas simples e elegantes. Então aqui vão as minhas escolhas:

Casamento Civil

Casamento Religioso

Olha ele de outros ângulos:

Detalhe...este ano eu pedia opinião do marido nas escolhas - coisa que eu não faria, caso realmente fosse meu casamento, mas tudo bem - e ele adorou a escolha para o casamento civil, mas para o casamento religioso, das duas opções que dei, ele tinha escolhido o vestido que foi o perdedor. Como eu disse, se realmente fosse o meu casamento eu não pediria a opinião dele, então acabei escolhendo o meu preferido (apesar dos dois vestidos terem uma certa semelhança no estilo), mas quero colocar a escolha dele aqui também, só para que ele não diga que não me importo....hehehehehe. Eis a escolha do marido:


Ele é bonito. Muito bonito. Tanto que eu estava na dúvida entre os dois. Aliás ele é maravilhoso. Quando o vejo o acho lindo e perfeito, mas quando vejo o outro (que foi de fato a minha escolha) e o acho sensacional. Fabulosamente maravilhosos. Hehehehehe

Então....se o meu casamento fosse hoje, os vestidos usados seria os dois lá de cima. Os achei recatados (o que hoje não é uma coisa comum), simples, elegantes....sensacionais. E o do religioso...amei a parte de cima dele. Amei.

Muito provavelmente me permiti escolher um modelo mais tradicional (armado) porque já realizei meu sonho de casar com um vestido mais justo (modelo sereia). Mas enfim....amei as minhas escolhas desta ano....amei. 

E que o nosso casamento dure mais vários anos.....

sábado, 12 de abril de 2014

Eu - meus looks das festas

Por mais que eu coloque os looks das festas com recortes, bem, no meu corpo, ainda cheio de gordura localizada....eles ficam um pouco (ou muito) diferentes...hehehehe. 

Então aqui vai minhas fotos nos dias das festas:

Primeira festa: festa infantil no domingo ao meio dia.


Segunda festa: festa infantil na sexta de noite e uma passadinha na pizzaria.


Detalhe: nas duas primeira fotos eu tô com um sapato diferente em cada pé....kkkkkkk. Eu ainda estava decidindo com qual ir, e como estava chovendo muito, decidi deixar meu peep toe de seda nude em casa. 


E minha maquiagem. Adoro maquiagem. Adoro. Mas nunca pego pesado na hora de me maquiar. Eu já sou exagerada, sempre tem um item (ou a roupa, ou os acessórios, ou o sapato) que é um destaque só, então prefiro deixar a maquiagem mais suave.

Estava mesmo devendo umas fotinhos, então aqui estão...agora é continuar na batalha para as roupas ficarem ainda mais linda.

E uma outra festa

Semana passada tive uma festa de aniversário que me fez surtar, só pelo fato de ter sido da filha de um colega de trabalho do meu marido.

Quando a festa passou eu pude respirar fundo e voltar para a minha normalidade. E eu continuei focada na RA e na AF. Até que na quarta-feira o meu marido me diz: "Sexta é festa da filha de fulano". Festa de aniversário de 4 anos (outra festa infantil) de um outro colega do serviço dele. 

Sexta? Que sexta? Pois bem, foi nesta sexta, mais precisamente ontem. Ainda bem eu nem tive tempo de surtar. Mas a primeira coisa que fiz foi mandar um e-mail pra nutri. E no assunto do e-mail uma palavra que definia tudo: "socoroooooo". 


A primeira palavra do e-mail dela foi: calma. 

Ohhhh sim, muita calma nessa hora.  E não só pelo aniversário, mas sábado eu já teria evento. Uns amigos que amo, no fim de semana passado convidaram eu e o marido para jantar. Eu teria a festa no domingo, por nada no mundo eu sairia no sábado a noite também. Remarquei para este find. Aí me aparece a tal festa infantil (a segunda em menos de 1 semana). E eu não poderia dizer "não"' de novo para meus amados amigos. Ou seja....festa no sábado, jantar no domingo...e depois me liga a vizinha que amo também e diz: "marido tá de aniversário, vamos para pizzaria?". Ohhhh, sim, 3 belas saídas em um único fim de semana. 

E, como não poderia deixar de ser, a primeira palavra da nutri foi.....calma. 

Respirei fundo e vamos lá....a Jú me ajudou a fazer algumas mudanças no cardápio e lá fui eu para o meu find tumultuado. 


Primeiro, a festa: na festa da semana passada, apesar de eu ter surtado, só foram os novatos da empresa do meu marido. Em compensação nesta, foi todo o "pessoal do mal", o "pessoal das antigas". Estavam todos lá.

Consegui toda calma e tranquilidade e lá fui eu..... 

Sabe que quando recebi a notícia da festa e quase surtei, toda a minha preocupação era: com que roupa eu vou? Porque em 3 dias eu não poderia fazer grandes coisas em relação ao corpo em si. E depois que achei a roupa para ir, fiquei até mais tranquila. Eis o look (a carteira e o brinco eram um pouco diferentes e o cordão era exatamente esse, mas as pedras são todas brancas - o resto, igual):


Fui na festa, conversei, ri......até que me diverti. Então saí de festa e fui direto para pizzaria, que por coincidência ficava no lado. Fui lá comemorar o aniversário do vizinho. 


Mas claro que não comi nada.  E eles até entenderam, claro. Não comi porque não cabia mais nada. Os 10 docinhos (sim, 10 docinhos) que tinha comido na festa e mais alguns salgadinhos tinham ocupado todo o espaço interno disponível. Fiquei lá um pouco, conversei, ri mais um pouco e depois fui embora.

Só quero fazer uma observação: essa coisa de "não comi porque não cabia mais nada" é novo pra mim. Em outras épocas teria comido toda mesa de docinhos da festa e ainda teria comido a pizza. Mas, ainda bem, essa época ficou pra trás. 

E  o jantar do sábado foi desmarcado por conta das chuvas de ontem. Choveu tanto que a gente achou que iria continuar chovendo, e resolvemos deixar para depois da Páscoa.

Ou seja, ainda bem que não surtei, porque das 3 saídas do fim de semana, no final das contas tive um lixo só (com 10 docinhos....é verdade....hehehehe) e a festa foi ótima. Eu linda, maravilhosa e feliz, acompanhada do meu marido lindo....mostrando que no final das contas, se tem amor, o resto nem importa tanto assim. Tá, mas agora chega de festa, né?

Afinando para festa

Semana passada teve a temida festa de aniversário.

Só retomando um pouco a história: eu estava tranquila e feliz fazendo minha RA, quando fiquei sabendo da festa que teria. E tudo desandou, eu surtei. Faltando menos de 2 semanas para festa eu retomei e fiz o meu melhor. Quando eu voltei na nutri, logo depois da festa, ela ficou numa felicidade total, não pelo peso perdido em si (uns 3 quilos), mas pelas medidas diminuídas.

Já viram resumo mais resumido que esse? Hehehehe. E em resumo foi isso mesmo. Mas agora uma fotinho, que resume melhor ainda as minhas duas semanas de dedicação total antes da festa:

Eu não sei se vocês tem a mesma impressão que eu tenho, mas para 3 quilos de diferença e em pleno período mensal de tortura.....até que afinou bastante.

E um detalhe que preciso dizer: na primeira foto eu não relaxei a barriga, é o vestido que é justinho mesmo e marca tudo. Aliás, muito pelo contrário, eu tô sempre puxando a barriga pra dentro. Eu sei que já disse, mas preciso dizer de novo: é muita "afinação" para 3 quilos divididos em 1,78m. 

Só para ajudar na comparação. Em abril de 2013 eu também tinha uma festa, e fiz a dieta do sofrimento e eu eliminei 3 quilos em uma única semana. Só que olha o meu antes de depois da época (abril/2013):


Nas duas fotos, entre o antes e o depois, estou com uma diferença de 3 quilos. Mas, sinceramente eu achei que na foto de depois com o vestido azul marinho (primeira foto) a minha cintura está ligeiramente mais fina que no depois da foto com o vestido preto (segunda foto). E eu gostaria, se não for pedir muito, que antes de terminar de ler o post, vocês comparem as duas fotos.


Pode ser impressão minha, mas eu achei. Agora vem o choque (eu, pelo menos, acho chocante): Na primeira foto acima (depois com vestido preto) estou com 81,5 quilos. Na segunda foto acima (depois com vestido azul marinho), estou com 84 quilos. 

Ou seja.....apesar de entre os antes de depois lá de cima eu estar com uma diferença de 3 quilos, entre as duas fotos depois eu também estou com uma diferença de mais ou menos 3 quilos. O que isso que dizer?

Que nessas duas fotos eu estou praticamente como mesmo peso na balança:


Mas na segunda foto eu tenho menos gordura e mais massa magra no corpo. Eu praticamente estava com 84 quilos, mas com corpo de 81. Por isso que eu amo a minha AF do Metabolismo. Na balança em si ela não faz grandes diferenças, por você estar ganhando massa magra junto com eliminação de gordura, a balança realmente não se mexe muito. Mas o corpo afina, define.....tudo de bom!

Pode ser que você não veem grandes diferenças, mas eu sinto uma diferença enorme!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...