quarta-feira, 21 de outubro de 2015

O emagrecimento e a sua não constância

Quando iniciamos o processo de emagrecimento, é comum queremos traçar prazos e números. Realistas ou não, é isso o que fazemos. Pegamos o tanto que queremos emagrecer e dividimos pelo tempo que queremos levar fazendo isso e "voilá", temos o número constante que queremos atingir. 


Este plano parece perfeito, mas tem 1 problema: o emagrecimento não é constante. O que faz isso ser um problema e podemos colocar todo o processo a perder. 

Vamos supor que você descobriu que precisa emagrecer 1 quilo por semana. Ahhhhh, isso não basta. Fazemos um novo cálculo e descobrimos que devemos emagrecer 150 gramas por dia. O que parece bem pouco. Bem, o problema é que nem todo dia a balança contabiliza um emagrecimento. Tem dias que emagrecemos 200 gramas, tem dias que emagrecemos meio quilo, mas tem dias que não emagrecemos nada, tem dia que engordamos 100 gramas, mesmo fazendo tudo certo (é o corpo reclamando). 

E apesar do dia anterior a gente ter emagrecido meio quilo, se hoje não emagrecemos nada, já entramos numa tristeza profunda, já duvidamos do processo, já queremos jogar tudo pro alto, já queremos desistir. 

E tudo o que posso dizer é: calma. 

Paciência. O emagrecimento não é constante. E é preciso aceitar isso. É preciso aceitar que nem sempre teremos o resultado planejado, o resultado que queremos. Nem sempre. Mas no final, se persistirmos, chegaremos lá. 

Eu sei. Eu sei que é difícil. Como diz o povo, "meu sobrenome é Paciência e meu nome é Sem". 


Eu sei o quanto é difícil. Mas não tem outro jeito. Se quiser chegar no final, terá que trabalhar nisso. Por isso eu decidi não traçar metas, não estipular tempo, não me pesar todos os dias, não me exigir demais. Eu só quero caminhar por este processo, por este caminho, com um passo de cada vez. Comemorar as pequenas vitórias e não surtar nas derrotas. Dar ao meu corpo o tempo que ele precisar. 

Eu eu não sei como será, não tenho todas as respostas, não sei nem mesmo se dará certo. Mas resolvi tentar. Não sei se é este o caminho certo a ser seguido, mas atualmente me parece o caminho necessário. E que eu encontrei um final feliz. O meu final feliz, não no final dele, mas no decorrer do caminhar.

8 comentários:

  1. Exatamente, nunca esqueço uma vez na outra dieta q fiz, depois de uns 15 quilos eliminei 2.3 quilos em uma semana. Nossa, 2.3 no inicio é fácil, mas depois de 15 quilos, foi uma alegria. Porém, na outra semana eliminei 300 gramas. Ou seja, mantive a média de mais de um quilo q é normal, mas desanimei e foi o inicio da comilança. parei somente agora que resolvi tentar novamente. Mas nessa não caio mais. Tema muitos fatores que influenciam no peso, retenção de liquido por ex, pu excesso de eliminação de liquido. Balança é so p ter uma média. O que tenho feito pra me animar são metas menores, embora essa semana ta um fracasso. rsrsrsrsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossaaaaaa que depoimento lindo. E é bem isso. E toda a sua história nos dá um alívio de "é assim mesmo". Obrigada por compartilhar isso conosco. Da próxima vez que o resultado não foi o que eu quero, vou me lembrar disso, dessa sua história.
      Obrigada
      Bjsjbsjbsjbs

      Excluir
  2. Eu acredito que esse é o melhor caminho para o sucesso, sabia? Não se prender a balança nem a resultados semanais, afinal de contas depois que conseguirmos emagrecer vamos viver a vida assim? Pesando toda semana para ver se engordamos 100g? Não! As mudanças acontecem aos poucos e sem pressão, a pressão é que nos deixa ansiosas demais e essa ansiedade nos leva a jacar. As pequenas mudanças repetidas tornam-se hábitos que levamos pro resto da vida, uma reeducação alimentar por exemplo. Aprender a fazer escolhas melhores, essas coisas. E assim teremos uma vida mais leve e sem angustia de ter que bater uma meta da semana e principalmente sem a frustração de não chegar a um determinado peso dentro de x dias. Faça escolhas melhores para a sua saúde e assim seu corpo mostrará os resultados. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmm
      É exatamente disso que estou falando. É disso tudo que estou falando.
      Bjsbjsnks

      Excluir
  3. Minha mãe começou um processo de reeducação e estava perdendo cerca de três kilos por mês, só que por problemas de saúde, teve que parar com a atividade fíisica e o peso estagnou... Ela sempre foi a pessoa que faz escolhas saudáveis e eu a ensinei a diminuir as porções... Deu certo, mas chega um momento em que o corpo acostuma e o ideal é aposta na atividade física. Nesse momento el não pode se exercitar e nem deve diminuir mais a alimentação, logo, o único jeito é ter paciência...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, mas ter paciência é a parte mais difícil. Que legal essa história da sua mãe.....adorei. Vc tá quase uma nutri...hehehehhe

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...