terça-feira, 24 de novembro de 2015

Calorias Negativas

 Outro dia eu li algo sobre calorias negativas, e fiquei bem interessada. E fui investigar. 

Fiquei encantada com o que descobri. E, é claro, vou compartilhar aqui:
 

Calorias negativas matam e a fome e aceleram a dieta

Pouca gente conhece os alimentos com as chamadas calorias negativas. É isso mesmo: com eles, você emagrece comendo. Isso porque a digestão desses alimentos queima mais energia do que as contida neles propriamente. "Essa situação também é conhecida por efeito térmico do alimento ou termogênese", afirma a nutricionista Fernanda Machado. "Geralmente, os legumes podem ser enquadrados na categoria de alimentos com calorias negativas". 

Calorias gastas na digestão: O gasto calórico gasto na digestão varia conforme o tipo de dieta. Por exemplo, a proteína gasta mais energia (cerca de 25% do total energético ofertado) para ser digerida que o carboidrato e a gordura (cerca de 4%). Quanto mais difícil a digestão, maior o consumo energético. O gasto calórico vai variar conforme o Gasto Energético Basal Gasto Energético Total (gasto de energia diário com o metabolismo) de cada indivíduo, que representa de 5 a 15% do GET. Então as calorias usadas na digestão variam de acordo com o organismo. Cada pessoa tem um ritmo de vida que determina seu metabolismo e isso influenciará diretamente no efeito térmico dos alimentos


É importante ressaltar que alimento com caloria negativa é deferente de alimento com zero caloria. Um alimento com calorias negativas é aquele que possui menos calorias do que ele gasta para ser digerido. É o caso do limão, tangerina, melancia, ameixa, brócolis, aspargo, repolho, pepino, cebola, salsão, abobrinha, berinjela, couve-flor, nabo e pimenta vermelha. Um alimento zero calorias é aquele que não possui nenhuma caloria (e também nenhum nutriente) e que até pode causar doenças caso seja consumido em excesso, como os refrigerantes diet.

O segredo das calorias negativas é a combinação do baixo valor calórico com o alto teor de fibras. Quanto mais fibra, mais difícil a digestão e mais energia consumida. Por outro lado, legumes cozidos são mais fáceis de serem digeridos, sendo preferíveis os crus porque são quebrados com mais dificuldade. E para que as fibras façam o efeito desejado, beba no mínimo, 2 litros de água por dia.

Outra coisa a ser levada em conta é o índice glicêmico. Quanto maior o índice glicêmico, menor o gasto de energia para digestão, ou seja, a caloria não é negativa. 

Aí, se você tem uma mente maquiavélica que nem a minha, deve ter pensado: de hoje em diante vou comer apenas calorias negativas....kkkkkkkkkkkkk

Sim, é possível emagrecer pensando somente nas calorias negativas. Aliás, existe uma dieta baseada no conceito de "Calorias Negativas", com bom resultado quando o objetivo é perder peso. Mas ela deve ser bem orientada para não gerar deficiência de alguns nutrientes, afetando o equilíbrio do organismo. E também, porque para montar uma equação em que essas calorias negativas são subtraídas da quantidade de energia consumida no dia é necessário calcular o Gasto Energético Basal, Repouso e Total do indivíduo e analisar toda a dieta. Então se estiver pesando mesmo nisso, procure um nutricionista (acredite, a sua saúde não vale o risco). Mas o que eu recomendo mesmo é fazer uma Reeducação Alimentar e tentar dar prioridades para alimentos com calorias negativas na hora de escolher frutas e legumes. E digo mais - taí porque me interessei pelo assunto e porque é uma dica de ouro - caso bata aquela fome do nada e você já consumiu todas as calorias do dia, sabe onde procurar uma opção pra comer: nas calorias negativas. 

Uma outra visão (e explicação) sobre calorias negativas vem da aceleração do metabolismo:

Parece mentira, mas realmente há alimentos que possuem calorias negativas. Não que eles não sejam calóricos, porém, fazem com que o metabolismo se acelere, queimando mais calorias que as ingeridas. Portanto, ajudam bastante na dieta para a perda de peso e devem ser incluídos nas refeições, principalmente porque também são saudáveis.

Como funciona: Os alimentos denominados termogênicos aceleram o metabolismo, fazendo com que ele queime calorias com mais facilidade. No entanto, esse gasto calórico pode variar de pessoa para pessoa, dependendo da velocidade do seu metabolismo, das enzimas e dos alimentos que vão ao prato. A maturação dos alimentos também influencia na perda calórica. Por exemplo, uma banana verde é mais termogênica que a madura. 

Agora vamos à (tão esperada) lista de alimentos com calorias negativas para serem incluídos nas refeições. lembrando que o acompanhamento deve ser bem escolhido, com muitos produtos integrais, carnes magras e sucos naturais.

E tente se alimentar a cada 3 horas para que o seu organismo não tenha tempo para armazenar gorduras. E não se esqueça de fazer atividades físicas diariamente, nem que seja apenas 20 minutos de caminhada. Com isso, além de magro, você evita a temida flacidez e o efeito sanfona.
  • Frutas: damasco, mamão papaia, abacaxi, limão, laranja, goiaba, amora, ameixa, melancia, melão, pêssego, mexerica e maçã.
  • Hortaliças: chicória, couve, espinafre, pepino, chuchu, pimenta vermelha, salsão, cenoura, abobrinha, alface, acelga, aipo, couve-flor, nabo, berinjela, aspargo, alho, brócolis, beterraba, cebola e repolho.
  • Temperos: curry, açafrão, gengibre, pimenta caiena, pimenta do reino, orégano, manjericão, salsinha e canela.
 Os temperos possuem calorias negativas e, por isso, devem ser utilizados sempre que possível, principalmente no lugar do sal que, além de ser grande inimigo da saúde, contribui para a retenção de líquidos, o que deixa o corpo inchado. Eles deixam os pratos super saborosos e ainda têm vários benefícios para a saúde. Por isso, use e abuse deles na hora de temperar saladas, alimentos cozidos e até mesmo seus doces favoritos. Asse bananas não muito maduras e salpique canela nelas. Ficarão deliciosas e, ainda por cima, ajudam o metabolismo. Bom apetite!

Fonte: Minha Vida, Dicas para perder peso, Exame e Blog da Mimis 

Adorei pesquisar sobre o assunto. Agora sei exatamente para quais frutas e legumes devo dar preferência e o que comer quando a fome apertar. E, vocês sabe......a informação é tudo na vida, e também a batalha de perda de peso. 

Ainda mais com o verão chegando, é uma boa ter sempre uma melancia (por exemplo) na geladeira para quando a fome apertar e ainda não tiver na hora de comer.

6 comentários:

  1. Eu acho que como pouca fruta e verdura.
    Depois desse post, vou me dedicar ainda mais a incluí-los no cardápio!
    Uma boa terça-feira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom, porque a ideia é essa: comer mais legumes e frutas.

      Excluir
  2. Você me deu uma boa idéia para trabalhar com minha mãe, Fê... Acho que foi o que me ajudou a emagrecer muito no final do ano passado, pois sou viciada em café, pimenta e gengibre! Mas no caso dela, irei focar nas frutas, pois como está se recuperando de um acidente vascular, não podemos colocar o organismo dela para trabalhar em excesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmmm, já que ela tá com o peso meio estabilizado e sem poder malhar, investir em calorias negativas fará mesmo a diferença.

      Excluir
  3. Adorei a postagem: Já havia lido a respeito e passei a consumir gengibre e molho de pimenta por causa da aceleração do metabolismo e dá muito cetto: Post completo!

    Deixo convite pra participar do sorteio de Natal: Uma agenda da PapelArt, lá no Blog
    Vem com a gente*
    Bjus

    http://pequenofalcao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...